TBT #113 | Van Helsing – O Caçador de Monstros (2004, Stephen Sommers)

    O fim dos anos 90 e início dos anos 2000 nos rendeu alguns dos filmes mais divertidos da virada do século XX para XXI. Enquanto a Universal Pictures tentava reviver aos poucos seu Monsterverse com A Múmia (1999), Van Helsing, o filme com Hugh Jackman acaba funcionando como uma amálgama que reúne os mais diversos personagens que fazem parte desse universo.

    SINOPSE

    O famoso monstro e assassino Gabriel Van Helsing é mandado para a Transilvânia para ajudar o último da linhagem dos Valerious em derrotar o Conde Drácula (Richard Roxburgh). Anna Valerious (Kate Beckinsale) conta que Drácula formou uma aliança profana com o monstro do Dr. Frankenstein e está impondo uma maldição sobre sua família. Anna e Van Helsing estão determinados a destruir seu inimigo em comum, mas descobrem alguns segredos perturbadores ao longo do caminho.

    ANÁLISE

    Ambientado no fim do século XIX, Gabriel Van Helsing atua como o caçador de criaturas nos mais diversos cantos do mundo, sendo guiado pelos Cavaleiros da Ordem Sagrada. Após ser incumbido de capturar Dr. Jekyll, ele falha ao se deparar com o Sr. Hyde, matando o Médico e o Monstro no processo.

    Como uma tentativa de dar prosseguimento ao já famoso monsterverse do estúdio, o filme se destaca não só pelo seu elenco, mas também por fugir do clássico mote da “donzela em perigo”, nos apresentando como uma personagem de extrema importância para a história, fugindo por vezes dos arquétipos fortemente estabelecidos no monsterverse, como a Eve (Rachel Weisz) de A Múmia.

    O cuidado de Sommers ao adaptar as criaturas mostradas na tela, ainda que tenham pouco tempo de tela, são feitas de forma respeitosa. E enquanto monstra lobisomens, vampiros, o Médico e o Monstro, Frankenstein, ele lança na história o único capaz de impedir que qualquer dessas criaturas obtenha êxito: Van Helsing, um caçador de bestas que vai até a última das consequências para impedir uma ameaça mais forte, até mesmo se transformar em um monstro.

    VEREDITO

    O filme dirigido por Stephen Sommers conta com Hugh Jackman, Kate Beckinsale e David Wenham, e apesar de ser um dos filmes mais galhofas, divertidos do monsterverse, ele desponta como um belo divertimento, se ele passou fora do seu radar.

    Vale ressaltar que o longa, conta com uma das transformações em lobisomem mais bacanas do cinema, desde Um Lobisomem Americano em Londres.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | TBT #71 | Um Lobisomem Americano em Londres (1981, John Landis)

    Nossa nota

    3,0 / 5,0 

    Assista ao trailer:

    Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

    Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

    Artigos relacionados

    TBT #183 | Platoon (1986, Oliver Stone)

    Platoon, de Oliver Stone sem dúvida está na lista dos fãs de filmes de guerra. Veja nossa clássica indicação de TBT!

    CRÍTICA – Amor & Gelato (2022, Brandon Camp)

    Amor & Gelato é a nova aposta de filme de romance da Netflix. Baseado no livro homônimo de Jenna Evans, o longa é dirigido por Brandon Camp.

    Thor: Amor e Trovão | Conheça o elenco do filme

    Agora falta pouco para Thor: Amor e Trovão chegar aos cinemas! Confira neste artigo quem são os personagens e atores envolvidos na produção.

    CRÍTICA – O Apocalipse do Amor (2022, Hilal Saral)

    O Apocalipse do Amor é um filme turco dirigido pela diretora Hilal Saral. Veja o que achamos da produção de estreia da diretora turca.