Início FILMES Crítica TBT #157 | O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro (2014,...

TBT #157 | O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro (2014, Marc Webb)

homem-aranha

O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro é a sequência de O Espetacular Homem-Aranha e tem os retornos de Andrew Garfield e Emma Stone como o casal principal Peter Parker e Gwen Stacy, assim como o diretor Marc Webb.

SINOPSE DE O ESPETACULAR HOMEM-ARANHA 2: A AMEAÇA DE ELECTRO

O Amigão da Vizinhança está de volta e agora tem Electro (Jamie Foxx) como a grande ameaça nas ruas de Nova Iorque. Enquanto isso, Harry Osbourne (Dane DeHaan), o melhor amigo de Peter está de volta e tenta lutar contra uma doença rara que está o matando.

ANÁLISE

O primeira longa de Marc Webb dá uma nova roupagem ao nosso querido herói, uma vez que busca um Peter Parker mais descolado e um Homem-Aranha muito mais fiel com o traje de todos. Entretanto, as diversas escorregadas do roteiro do filme de 2012 fizeram um longa sofrível e cheio de problemas. Eis que Marc Webb é escalado novamente e temos uma piora significativa no aspecto de trama, pois o que já não era bom, ficou ainda pior.

O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro já começa errado pelo seu título, visto que Electro parece ser um subchefe dentro de seu próprio filme. A história de Harry e dos pais de Peter é muito mais aproveitada pelo roteiro do que o dia a dia do péssimo Max Dillon, um vilão bobo e caricato, que tem a profundidade de um pires. Seus objetivos não passam de uma mera cafonice e jamais chegam à altura de ser algo representativo dentro da história.

Por outro lado, a trama de Harry tampouco é divertida de acompanhar, uma vez que o dramalhão feito por um garoto mimado e que se resolve de forma bastante tosca é igualmente chato. Dane DeHaan se esforça para trazer um vilão marcante, mas o texto pobre e batido o prejudica bastante.

Aliás, o roteiro é a coisa mais fraca do filme, pois não sabe se quer ser uma comédia romântica ou um filme de ação no estilo blockbuster. O elenco é excelente e não tem culpa de ter algo tão ruim em mãos.

Garfield é carismático e com o traje é o melhor Homem-Aranha que temos, mesmo com Tom Holland no MCU consolidado em seu terceiro filme. As piadas e movimentos do herói são dignos dos quadrinhos e são um dos poucos pontos positivos de O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro.

A direção entrega boas cenas de ação e sabe trabalhar com efeitos especiais, entregando cenas que enchem os olhos e que mostram o potencial máximo do herói nas telonas. A trilha sonora é horrível, com acordes psicodélicos no estilo mais forçado de uma rave.

VEREDITO

Com um tom confuso, um roteiro fraquíssimo, mas com um elenco carismático e boas cenas de ação, O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro é muito menos que poderia ser. Se a narrativa tivesse o mínimo de coerência e menos coincidências e histórias desinteressantes, o longa poderia ser bom, todavia, Marc Webb esteve ocupado demais falando de personagens que não tínhamos o mínimo interesse.

Nossa nota

2,0/5,0

Confira o trailer de O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro:

Inscreva-se no YouTube do Feededigno

Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

Artigo anteriorOs 8 jogos mais esperados de 2022 para todas as plataformas!
Próximo artigoNoites Sombrias #46 | 5 melhores filmes de terror de 2021
Relações-públicas, gremista, nerd, escorpiano e palestrinha. Parece futebolista, pois só vive descendo a lenha. DC é melhor que Marvel, todavia, amamos as duas.