TBT #278 | ‘Os 12 Macacos’ é o sci-fi que muitos do gênero gostariam de ser

    Lançado em 1995, ‘Os 12 Macacos‘ é estrelado por Bruce Willis, Brad Pitt, Madeleine Stowe e Christopher Plummer. O longa nos apresenta um dos mais profundos aspectos do sci-fi, brincando com viagem no tempo, o terror de um vírus que viria a destruir a humanidade e a psiqué humana. Como o longa que brinca com um futuro talvez inexorável, acompanhamos a jornada de James Cole (Willis) em 2035, enquanto este é enviado ao passado na tentativa de impedir que um vírus se espalhe e cause a destruição de quase toda a humanidade em 1997.

    Sem maiores detalhes do que pode ter acontecido, Cole é enviado na tentativa de impedir que o mundo seja destruído e se torne o mundo que ele conhece em um futuro desolado. Tendo sido inspirado no no curta metragem La Jetée de 1962 de Chris Marker, ele também serviu como fonte de inspiração para diversas obras, como até mesmo a série homônima de 2015, estrelada por Aaron Stanford e também o podcast Paciente 63 criado por Julio Rojas.

    O filme brinca com o real e o irreal, quase sempre subestimando os avisos que Cole vem trazer, mas algumas coisas talvez seja ainda mais reais para ele e seu novo amigo, Jeffrey Goines (Pitt). Dirigido por Terry Gilliam (Brazil – O Filme, Medo e Delírio e Irmãos Grimm), o filme nos leva por uma viagem incessante em busca de impedir que o pior aconteça.

    SINOPSE

    Um condenado do ano de 2035 é enviado de volta no tempo para descobrir a causa de um vírus que acabou com quase toda a população do planeta. Os poucos sobreviventes moram em abrigos subterrâneos.

    ANÁLISE

    Os 12 Macacos

    Ambientado em diferentes linhas temporais, temos aqui alguns aspectos interessantes da trama. E neste momento, testemunhamos algumas similitudes com Paciente 63. Tratado como alguém que deveria estar em uma instituição psiquiátrica, vemos como sua jornada de descoberta, o roteiro do filme e a direção nos fazem crer.

    Como alguém quebrado, vindo de um futuro tomado pela barbárie e agora, por uma sociedade de um passado violenta, vemos o quão problemático o sistema psiquiátrico é.

    Como a vítima e o fruto de um futuro imutável, precisamos testemunhar a jornada de Cole a fim de descobrir como este mundo precisará mudar a fim deste tentar impedir que uma das maiores catástrofes venham a existir.

    Os 12 Macacos

    Em uma das mais “livres” atuações de Pitt, vemos aqui o paradigma da loucura, ou seja, a loucura encarnada na forma de seu personagem, Goines. Como uma das mais incômodas facetas humanas, o filme parece ser um retrato de como pacientes mentais eram tratados, pessoas doentes que precisavam ser controladas e não tratadas.

    Como a epítome de um terror sombrio, ver esta realidade como a de alguém recém saído de uma pandemia, pode assustar. Principalmente se a encararmos como a realidade do que poderia vir a ser.

    As tensões crescentes de um mundo e um futuro terríveis, nos fazem ver o desespero de alguém como Cole na trama. Alguém perdido no tempo, que viaja por diversas eras tentando realizar sua missão.

    Perdido não apenas na história do mundo, mas também em sua própria história, o filme mostra o que qualquer um faria a fim de se agarrar a qualquer coisa que o fizesse se lembrar de seu último aspecto humano.

    VEREDITO

    ‘Os 12 Macacos’ é uma obra de ficção que merece ser assistida e escancara alguns dos aspectos mais humanos. E assim como a sobrevivência, a autodestruição talvez seja um dos aspectos mais perigosos.

    Nossa nota

    5,0 / 5,0

    Confira o trailer:

    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    Lançamentos Netflix: Veja o que chega em junho

    Junho já está chegando e nada melhor que ficar por dentro dos próximos lançamentos Netflix! Veja as produções da gigante do streaming.

    TBT #281 | ‘O Culpado’ é suspense que prenderá do início ao fim

    O Culpado é a nossa indicação do TBT. O longa é um suspense repleto de detalhes que te prenderá do início ao fim.

    Filmes inspirados em eventos reais que você vai querer ver para acreditar

    Existem muitas opções disponíveis, mas selecionamos uma lista de 7 filmes inspirados em histórias verdadeiras e que valem a pena.

    TBT #280 | ‘Janela Indiscreta’ é um filme de suspense à frente de seu tempo

    Janela Indiscreta é estrelado por James Stewart e Grace Kelly e é um dos maiores filmes de suspense de seu tempo, brincando sempre com nossa perspectiva do real e irreal.