CRÍTICA – Metal: Hellsinger – Dream of the Beast (2023, Funcom)

    E as divindades do metal se regozijam novamente com a chegada do mais recente conteúdo adicional do FPS rítmico Metal: Hellsinger.

    O título desenvolvido pela Funcom foi lançado em setembro de 2022. Posteriormente recebendo versões para antiga geração: PlayStation 4 e Xbox One, além da sua chegada a antiga geração, Hellsinger foi disponibilizado no Xbox Game Pass.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | CRÍTICA – Metal: Hellsinger (2022, Funcom)

    Após seu lançamento o game atingiu marcas interessantes, como possuir 1 milhão de jogadores em atividade. Neste período, foi indicado ao The Games Awards de 2022 na categoria de Melhor Trilha Sonora e Música, além do BAFTA de Melhor Aúdio.

    No dia 31 de março chegou o primeiro conteúdo extra do game intitulado Dream of the Beast com a chegada de duas novas músicas, três roupas especiais e uma nova arma.

    As músicas Dream of the Beast eLeviathan contam com a performances de Christina Scabbia do Lacuna Coil e Will Ramos do Lorna Shore.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | Metal: Hellsinger | Veja quais músicos estão no jogo de FPS rítmico

    SINOPSE

    A nova DLC Dream of the Beast leva o Inferno a um novo ápice de caos graças a duas novas músicas, uma nova arma e três roupas que influenciam a jogabilidade.

    ANÁLISE

    Em relação ao jogo base, as mudanças trazidas pela DLC são bem vindas, além de incrementar o excelente trabalho artístico e técnico de Metal: Hellsinger.

    A primeira mudança evidente é a existência de um seletor de músicas, permitindo que se possa acessar os novos títulos. Assim como todas as músicas anteriores, o ritmo é um diferencial para sincronizar combos de acertos e aumento de dano crítico do jogo.

    Jogar ao som de “Dream of the Beast” é uma experiência tão empolgante quanto ao longo da jornada de Enigmata no jogo base. Portanto a música é mais frenética, tornando-se um excelente motivador para emplacar combos, derrotar demônios e obviamente ouvir música de excelente qualidade.

    Para os fãs de bandas do gênero, acrescentar uma das melhores vozes mais importantes da história do metal em Hellsinger é um excelente ganho qualitativo. Enquanto a força e talento de Christina Scabbia é exatamente o tipo de elemento que se pode definir como um reforço de peso a identidade sonora que o jogo possui.

    Assim como temos o peso icônico nos vocais de “Dream of the Beast“, em “Leviathan” traz a força do death core com o talento de Will Ramos. De forma a manter as diferentes nuances do metal em evidência até em seu conteúdo adicional, sendo uma declaração de amor ao gênero musical.

    Vença no Inferno com a Mão Direita da Justiça

    A respeito da Mão Direita Vermelha, a nova arma de Enigmata, adiciona uma dinâmica diferente na jogabilidade. Pois usar uma metralhadora no ritmo do jogo exige uma adaptação em relação ao conhecimento já adquirido sobre suas mecânicas.

    Por outro lado, a arma é uma excelente opção de dano sequencial, principalmente contra grandes grupos de inimigos que se aglomerarem. Porém, contra alvos maiores a melhor estratégia é usar o seu ultimato Mão Direita da Justiça, devastando tudo o que estiver à sua frente.

    Apesar da sua efetividade contra grandes grupos, atacar a distância é um problema quando necessário. Entretanto, a compensação desta dificuldade pode ser feitas com outras armas disponíveis, como a pistola Cães, que possui um bom dano.

    Enquanto as armas se tornam fortes, os efeitos passivos podem ser melhorados; combinando as habilidades já disponíveis e às roupas extras que não são apenas itens cosméticos. Ao todo são três roupas que, se combinadas de forma adequada, podem aumentar o seu poder de ataque, capacidade de cura ou a permanência do seu nível de fúria mantendo-se no maior multiplicador por mais tempo.

    Os novos conteúdos agregam de forma excelente ao jogo, melhorando algumas mecânicas conhecidas e acrescentando novas dinâmicas a uma jogabilidade previamente agradável.

    VEREDITO

    A DLC Dream of The Beast é uma excelente aquisição a um excelente jogo base. Portanto, acrescentando versatilidade a sua excelente jogabilidade, reforçando a identidade musical que o título possuí e estabelecendo um novo desafio para a gameplay.

    Nossa nota

    5,0 / 5,0

    Assista ao trailer da nova DLC:

    Acompanhe as lives do Feededigno na Twitch

    Estamos na Twitch transmitindo gameplays semanais de jogos para os principais consoles e PC. Por lá, você confere conteúdos sobre lançamentos, jogos populares e games clássicos todas as semanas.

    Curte os conteúdos e lives do Feededigno? Então considere ser um sub na nossa Twitch sem pagar nada por isso. Clique aqui e saiba como.

    Artigos relacionados

    EU CURTO JOGO VÉIO #15 | ‘PaRappa The Rapper’ é aconchegante de um jeito muito especial 

    Ao longo dessa jornada chamada existência tive o prazer de ter contato com games desde um bom tempo na infância, indo desde o Atari,...

    Summer Game Fest 2024: Confira todos os anúncios e trailers do evento

    Summer Game Fest 2024 contou com grandes anúncios. Durante o evento foram mostrados games que serão lançados nos próximos meses.

    CRÍTICA: ‘Sand Land’ é diversão envelopada em história consciente

    Sand Land é uma das obras menos conhecidas de Akira Toriyama. A história gira em torno de Belzebub e sua improvável equipe. Confira!

    EU CURTO JOGO VÉIO #14 | ‘Mad Max’ voou baixo e se mostrou mais do que o esperado em 2015

    Mad Max foi lançado em 2015 para os consoles da época. Em uma jornada curiosamente divertida, o game cativou fãs por todo o mundo.