Início LIVROS Crítica CRÍTICA – A História da Mitologia Para Quem Tem Pressa (2020, Mark...

CRÍTICA – A História da Mitologia Para Quem Tem Pressa (2020, Mark Daniels)

CRÍTICA - A História da Mitologia Para Quem Tem Pressa (2020, Mark Daniels)

Lançado originalmente em 2015, A História da Mitologia Para Quem Tem Pressa já se encontra em sua 7ª edição pela editora Valentina. O livro de Mark Daniels conta com tradução de Heloísa Leal e capa magnifica de Sérgio Campante.

SINOPSE

Profundamente pesquisado, conciso e didático, A História da Mitologia Para Quem Tem Pressa é uma jornada iluminadora pelo mundo fascinante da mitologia.

Descubra por que Odin, o Pai dos Deuses na mitologia nórdica, estava tão interessado em perder o olho, a importância do mito de Osíris no Antigo Egito, mitos gregos, astecas, chineses, nórdicos, egípcios, romanos, e muito mais. Tudo que você precisa saber sobre mitologia, explicado e introduzido de forma clara, resumida e ilustrada.

ANÁLISE

De vastas civilizações a sociedades locais no mundo inteiro, todas criaram um rico catálogo de divindades, heróis, monstros e mitos. Esses personagens e estruturas contam a história de nossas origens, triunfos e desastres, agindo como ferramentas criativas para comunicar as lições de vida mais importantes. A escala e a dramaticidade desses relatos épicos, aos quais não faltam elencos de criaturas fantásticas e grandes famílias separadas pelo amor e a guerra, dão de dez em qualquer novela moderna.

Nesta introdução à mitologia, Mark Daniels explora com uma escrita de fácil entendimento, imagens, árvores genealógicas e tabelas explicativas as antigas histórias dos aborígenes australianos, sumérios, egípcios, chineses, índios norte-americanos, maias, incas, astecas, gregos, romanos e nórdicos, entre outros.

Numa tentativa de desemaranhar a complexa teia de deuses e deusas, divindades menores e monstros, o autor revela as criaturas e as narrativas do passado que tanta influência exerceram sobre as culturas do presente.

VEREDITO

Ao passarmos pelas mitologias australiana, maori, suméria, egípcia, chinesa, indígena norte-americana, centro e sul-americana, grega, romana e nórdica, o trabalho de Daniels – em apenas 200 páginas – desperta nossa curiosidade por histórias menos conhecidas como A Serpente Arco-Íris da mitologia aborígene australiana e personagens como Maui-Tikitiki da mitologia maori, por exemplo.

Apesar de termos muita informação e conteúdos em diversas mídias sobre as mitologias grega, romana, nórdica e até a egípcia, aqui o leitor tem obviamente uma experiência superficial sobre as mitologias já citadas, mas que certamente despertará a curiosidade para alguma delas.

Para quem busca um conhecimento mais aprofundado, obviamente ficará frustrado, visto que a quantidade de páginas é insuficiente para aprofundar qualquer uma das mitologias, quem dirá todas elas em um único livro; porém, para quem busca uma “iniciação” em mitologias o exemplar é um excelente primeiro contato.

Nossa nota

3,0 / 5,0

Editora: Valentina

Autor: Mark Daniels

Páginas: 200

Assista ao vídeo de apresentação da série História Para Quem Tem Pressa:

PUBLICAÇÃO RELACIONADA | CRÍTICA – A História do Cinema Para Quem Tem Pressa (2018, Celso Sabadin)

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Artigo anteriorA narrativa histórica e social por trás de Godzilla e Kong
Próximo artigoCRÍTICA – Amor e Monstros (2021, Michael Matthews)
Um carioca apaixonado por livros, cinema, games e que ama falar de nerdice.