Início LIVROS Crítica CRÍTICA – Inventei Você? (2017, Francesca Zappia)

CRÍTICA – Inventei Você? (2017, Francesca Zappia)

219
0
CRÍTICA - Inventei Você? (2017, Francesca Zappia)

Inventei Você? é o romance de estreia da autora americana Francesca Zappia. Lançado no Brasil pela Editora Verus, o livro apresenta a vida de uma adolescente americana que sofre com esquizofrenia. Retratando de maneira leve com momentos tristes e situações que fazem o leitor duvidar juntamente com a protagonista o que é real e o que não é.

“Alex está no último ano do ensino médio e trava uma batalha diária para diferenciar realidade de ilusão. Armada com uma atitude implacável, sua máquina fotográfica, uma Bola 8 Mágica e sua única aliada — a irmã mais nova —, ela declara guerra contra sua esquizofrenia, determinada a permanecer sã o suficiente para entrar na faculdade. E Alex está bem otimista com suas chances, até se deparar com Miles. Será mesmo aquele garoto de olhos azuis com quem ela compartilhou um momento marcante no passado? Mas ele não tinha sido produto da sua imaginação? Antes que possa perceber, Alex está fazendo amigos, indo a festas, se apaixonando e experimentando todos os ritos de passagem tipicamente adolescentes. O problema é que ela não está preparada para ser normal. Engraçado, provocativo e emocionante, com sua protagonista nada confiável, Inventei você? vai fazer os leitores virarem as páginas alucinadamente, tentando decifrar o que é real e o que é invenção.”

Alexandra, ou Alex como prefere ser chamada, sofre com esquizofrenia. Ela foi expulsa de sua antiga escola e vai começar o seu último ano do ensino médio em uma nova escola, realizando serviço comunitário e com seu emprego em uma lanchonete. Alex que usar essa mudança para fazer amigos e ter uma vida normal, tentando esconder a sua esquizofrenia. Mas mesmo escondendo a sua doença, a nova vida no novo colégio é complicada sendo a novata com o cabelo vermelho.

Como Alex não sabe diferenciar o que é real e o que é alucinação, ela tem o costume de tirar fotos de tudo o que acha estranho, para poder ver depois se o que ela viu era real ou não. Ainda com as suas chamadas “verificações de perímetro” para checar se há algo de errado nas redondezas, ela tenta levar a sua nova vida com as suas inseguranças de sempre.

Junto com as inseguranças que a sua esquizofrenia traz, Alex ainda tem que lidar com a dúvida de não saber o que será a sua vida após a formatura: irá para a universidade ou para uma clínica psiquiátrica?

O livro apresenta alguns clichês básicos, como os populares zoando os alunos novos, neste caso Miles, um garoto o qual Alex tem suas dúvidas se é o seu primeiro amigo que conheceu quando tinha 7 anos em um tanque de lagostas em um supermercado e que Alex nunca mais viu depois desse dia. Ele conquista o leitor, e Alex, pela sua personalidade de bad boy e pela sua história emocional e familiar.

Com o passar do livro, lendo-o pelos olhos de Alex entendemos como sua cabeça funciona, porém quando a leitura avança o leitor se questiona se tudo o que leu realmente aconteceu dessa forma ou se realmente aconteceu.

Com um final simples e aberto para conclusões própria, Inventei Você? vai prender a sua leitura do início ao fim e talvez partir o seu coração em alguns momentos.

Confira abaixo a capa e os detalhes:

Título: Inventei Você?
Autora: Francesca Zappia
Editora: Verus
Ano de Publicação: 2017
Páginas: 346

Avaliação: Excelente

E aí, já leu Inventei Você?? Ficou curioso? Nos conte a sua opinião aqui nos comentários! Se achou legal, compartilhe com os seus amigos nas redes sociais:

FacebookTwitterInstagramPinterest

Para ler outras resenhas e conhecer outros livros, clique aqui.

Curte ebook? Aproveite a oportunidade da Amazon e experimente gratuitamente por 30 dias o novo Kindle Unlimited, clicando aqui! Nele você terá acesso ilimitado a milhares de ebooks para ler à vontade. Aproveite!

Comentários