Início QUADRINHOS Crítica CRÍTICA – As Inconcebíveis Aventuras do Super-Incel e os Cabulosos Nerds Tóxicos...

CRÍTICA – As Inconcebíveis Aventuras do Super-Incel e os Cabulosos Nerds Tóxicos (2020, Skript)

132
0
As Inconcebíveis Aventuras do Super Incel e os Cabulosos Nerds Tóxicos

As Inconcebíveis Aventuras do Super-Incel e os Cabulosos Nerds Tóxicos é a mais nova HQ da editora Skript, lançada em 2020.

ANÁLISE 

Incel é um termo em inglês criado nos anos 90 que caracteriza um homem celibatário que culpa os outros, principalmente as mulheres, pelos seus fracassos e frustrações, pois se consideram rejeitados pelos mesmos. 

Em As Inconcebíveis Aventuras do Super-Incel e os Cabulosos Nerds Tóxicos, a proposta é mostrar de forma irônica e sagaz o quão ridículos e infantilóides tais pessoas podem ser, uma vez que seus objetivos nada mais são do que apenas fazer barulho e incomodar aos demais.

Ao abordar de forma didática os conceitos básicos de feminismo, lugar de fala, empoderamento e diversidade, a HQ acerta muito bem na sua apresentação.

O quadrinho traz nomes diversos, com várias raças, sexos e gêneros, algo que é extremamente rico e interessante para a nossa leitura.

Os traços são incríveis, apresentando uma riqueza de formas, uma vez que há uma pluralidade de autores.

A temática é forte, pois exemplifica que todos nós podemos cometer erros, contudo, o que diferencia uma pessoa boa de uma ruim é a forma com a qual aprendemos com os nossos erros.

Para dar alguns exemplos de como essa abordagem é inteligente, em uma das histórias um incel gamer ataca uma mulher que está jogando um RPG online, automaticamente seu personagem no jogo se torna uma mulher, fazendo com que o incel seja atacado por outros semelhantes, sofrendo abusos, algo que subverte a perspectiva dele.

A outra é a demonstração da falácia “quem lacra, não lucra” uma vez que filmes como Capitã Marvel, Mulher-Maravilha e Pantera Negra tiveram excelentes bilheterias, assim como The Last of Us parte II que foi um dos jogos mais vendidos de 2020.

A HQ apresenta alguns estudos científicos e traz boas reflexões sobre o comportamento tóxico, algo muito interessante e que enriquece o texto.

VEREDITO

As Inconcebíveis Aventuras do Super-Incel e os Cabulosos Nerds Tóxicos tem uma abordagem forte e necessária ainda mais no momento em que vivemos. 

Discutir temas como masculinidade tóxica, privilégio branco, identidade de gênero e misoginia de forma engraçada e ao mesmo tempo crítica torna a leitura obrigatória do quadrinho com seus vários contos.

Nossa nota

Editora: Skript

Autor: Guilherme Smee

Páginas: 62

E você, já leu esse quadrinho? Deixe sua opinião nos comentários e sua avaliação!

Nota do publico
Obrigado pelo seu voto

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Comentários