Início QUADRINHOS Crítica CRÍTICA | East of West: A Batalha do Apocalipse – Vol.1 (2020,...

CRÍTICA | East of West: A Batalha do Apocalipse – Vol.1 (2020, Devir)

64
0
CRÍTICA | East of West: A Batalha do Apocalipse - Vol.1 (2020, Devir)

Jonathan Hickman rapidamente se tornou um dos maiores escritores de quadrinhos contemporâneo e transita do mainstream ao indie com enorme facilidade, contudo não perde a qualidade em qualquer projeto que esteja envolvido.

Sua carreira é vasta de grandes sucessos pela editora Marvel (X-Men, Quarteto Fantástico, Novos Vingadores), contundo Hickman vai além dos gêneros super-herói e trabalha com excelência o gênero ficção cientifica.

Com isso, a editora Devir traz East of West: A Batalha do Apocalipse – Vol.1 (a edição nacional conta com as edições #1 à #5), um faroeste de ficção cientifica publicada originalmente pela editora Image Comics, de 2013 a 2019, sendo concluída com 45 edições. 

A obra é escrita por Jonathan Hickman e arte de Nick Dragotta.

East of West é uma empolgante mistura de ficção cientifica e faroeste que tem como cenário uma versão distópica da América do Norte. A história se passa num futuro não muito distante, no ano 2064, após uma guerra civil ter dividido os Estados Unidos em sete nações independentes e a Morte abandonar o cargo de Cavaleiro do Apocalipse.

Os líderes dessas nações, motivados por ambição e lealdade a um cultuo misterioso, conspiram para orquestrar o fim do mundo. E os três Cavaleiros do Apocalipse remanescentes (Peste, Guerra e Fome), agora encarnados como jovens adolescentes, querem garantir que isto aconteça e seu primeiro ato é assinar o presidente dos EUA.

Em East of West, Hickman nos apresenta uma ficção cientifica hard com mundo extremante rico de detalhes e com personagens profundos e carregados com conflitos políticos.

Aqui, a trama não tem um personagem que irá “apresentá-lo como tudo funciona”; a narrativa já tem seu próprio universo estabelecido com tramas políticas acontecendo e que provavelmente o leitor ficará confuso com alguns acontecimentos, mas só após alguns capítulos que irá compreender seus propósitos.

A respeito da arte de Dragotta e da colorização de Frank Martin, é um espetáculo em cada página virada. O conjunto da obra criada por Jonathan Hickman, Nick Dragotta e Martin deixará qualquer fã de ficção cientifica muito satisfeito.

Editora: Devir

Autor: Jonathan Hickman

Arte: Nick Dragotta

Colorização: Frank Martin

Páginas: 152

Nossa nota

A HQ East of West já está em pré-venda e será lançada em 15 de Junho. Aproveite e compre pelo nosso link de afiliados da Amazonclicando aqui.

E lembre-se, se já leu a versão original ou ler após o lançamento da edição nacional, deixe seus comentários e sua avaliação.

Nota do publico
Obrigado pelo seu voto

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Comentários