Início SÉRIE Crítica CRÍTICA – Amor, Casamento e Divórcio (1ª temporada, 2021, Netflix)

CRÍTICA – Amor, Casamento e Divórcio (1ª temporada, 2021, Netflix)

Amor, Casamento e Divórcio, em inglês Love (ft. Marriage and Divorce), é um dorama original Netflix lançado em maio de 2021

Se você costuma zapear a Netflix provavelmente percebeu que a empresa tem investido bastante em dramas coreanos (doramas) em seu catálogo. Sua mais nova produção original é Amor, Casamento e Divórcio, que já está disponível no streaming.

A trama retrata os casamentos de três mulheres de faixas etárias diferentes e de personagens que ao longo do drama se conectam a elas.

O dorama conta com 16 episódios. Confira o que achamos da primeira temporada de Amor, Casamento e Divórcio.

SINOPSE

A vida de três mulheres bem-sucedidas que trabalham em um programa de rádio vira de cabeça para baixo quando seus casamentos são ameaçados por segredos e reviravoltas.

ANÁLISE

Acredito que se você, assim como eu, gosta de assistir aos famosos doramas não deva considerar um problema a duração de cada episódio, pois é comum possuírem cerca de uma hora.

Porém, no caso de Amor, Casamento e Divórcio torna-se cansativo assistir por tanto tempo. Isso deve a uma sequência de erros. A começar pelas atuações, que não conseguem conquistar empatia ou qualquer sentimento mais profundo que um drama requer.

Mas, quando analisamos os diálogos da trama, podemos entender que seria quase impossível para os atores alcançarem um resultado positivo. Isso porque eles não possuem nexo, são vazios e sem qualquer importância para o contexto, tornando-se um dos principais erros.

Assim como os diálogos, o roteiro é fraco. Além disso, há um exagero de cenas que poderiam ser facilmente cortadas. Exemplos disso são os momentos em que os personagens planejam alguma refeição ou estão comendo.

Amor, Casamento e Divórcio, em inglês Love (ft. Marriage and Divorce), é um dorama original Netflix lançado em maio de 2021

Nessas cenas as conversas são focadas nos personagens apenas comentando que a comida é boa ou explicando o quanto é saudável. Isso não tem qualquer importância para a história, pois o dorama aborda relacionamentos e não se trata de um programa de bem-estar.

É perceptível que utilizaram essas cenas para “tapar buracos” de um roteiro fraco que faltou conteúdo durante sua elaboração.

Infelizmente, o maior problema é sobre a raiz da narrativa e apresentação dos acontecimentos. Amor, Casamento e Divórcio é de um conservadorismo extremo que mostra que mulheres devem ser “perfeitas” para manterem seus casamentos.

Aquelas que não alcançam a visão antiquada de “perfeição” serão totalmente ignoradas e trocadas pelas mulheres que são “perfeitas” em seu trabalho, casamento e casa.

VEREDITO

É triste saber que Amor, Casamento e Divórcio possui tantos erros, sendo totalmente dispensável e causando tantos impactos negativos.

Porém, o que mais entristece é que em pleno 2021 ainda exista uma série que estipula padrões que mulheres devem seguir e as culpando caso não atendam as expectativas estabelecidas pelos outros.

Nossa nota

1,0 / 5,0

Assista ao trailer de Amor, Casamento e Divórcio:

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Artigo anteriorTBT #126 | Guerra Mundial Z (2013, Marc Forster)
Próximo artigoCRÍTICA – Monster Hunter Rise (2021, Capcom)
Carioca do interior, imigrante em BH que ama desenhar e apreciadora de cerveja de buteco, que luta para não falar "uai" e não falar muito mas acaba falhando; tipo agora.