Início SÉRIE Crítica CRÍTICA – Dom (1ª temporada, 2021, Amazon Prime Video)

CRÍTICA – Dom (1ª temporada, 2021, Amazon Prime Video)

CRÍTICA - Dom (1ª temporada, 2021, Amazon Prime Video)

Dom é a nova série brasileira da Amazon Prime Video. Criada por Breno Silveira (Dois Filhos de Francisco), a produção é baseada na história real de Pedro Dom, um dos bandidos mais famosos do Rio de Janeiro durante os anos 2000.

Protagonizada por Gabriel Leone e Flávio Tolezani, o seriado possui oito episódios com média de uma hora de duração cada.

Se você quiser saber mais sobre a produção, além da história por trás do projeto, recomendo a leitura deste nosso artigo sobre Dom.

SINOPSE DE DOM

Dom conta a história de um belo rapaz da classe média carioca que foi apresentado à cocaína na adolescência, colocando-o no caminho para se tornar o líder de uma gangue criminosa.

Alternando entre ação, aventura e drama, Dom também acompanha o pai de Pedro, Victor Dantas (Tolezani), que, na adolescência, faz uma descoberta no fundo do mar, denuncia às autoridades e acaba ingressando no serviço de inteligência da polícia.

ANÁLISE

Dom é um projeto brasileiro extremamente ambicioso. Filmado em mais de 160 locações, a série de Breno Silveira possui um visual incrível, fator que fortalece e muito o storytelling da trama. É o tipo de produção que te encanta pelos detalhes e pela quantidade de informações organizadas pela trama.

Breno Silveira, além de criador do seriado, roteirizou os episódios junto com Fábio Mendes, Higia Ikeda, Carolina Neves e Marcelo Vindicatto, e dividiu a direção com Vicente Kubrusly. Para criar a série, a equipe usou como base mais de 50 entrevistas, os livros de Tony Bellotto e Victor Lomba (pai de Dom), além de relatos do próprio Victor que não estão documentados em fontes públicas.

O carinho de Breno pela produção é perceptível. Seja pela forma como ele fala do projeto, que levou mais de 10 anos para ser executado, ou em como Pedro e Victor são representados em tela. O ótimo resultado comprova que o longo tempo de desenvolvimento foi muito positivo para o seriado, e a possibilidade de distribuí-lo em um streaming como o Prime Video indica que esse era o momento certo para a produção ganhar vida.

CRÍTICA - Dom (1ª temporada, 2021, Amazon Prime Video)

Dom é uma série envolvente e que consegue transitar tranquilamente entre um thriller policial e um grande drama. Gabriel Leone cativa o espectador com seu sorriso largo, dando vida a um Pedro alegre e ao mesmo tempo sombrio. O personagem possui diversas camadas que necessitam de um ator competente para executá-las, e Leone faz isso muito bem.

Victor Dantas, interpretado por Tolezani, além de fazer parte da narrativa do filho, também possui aventuras próprias. Seu núcleo é composto pelas histórias mais criativas e nos faz ter vontade de saber mais sobre ele. Seu personagem quando jovem, interpretado por Filipe Bragança, conduz o arco mais angustiante e interessante de todos os episódios, trabalhando muito bem o passado do personagem e sua trajetória até a integrar a Polícia Civil.

Apesar de acompanharmos vários personagens na série, a trama de Silveira foca inevitavelmente no laço entre Pedro e Victor. O amor e companheirismo entre pai e filho é bonito e, ao mesmo tempo, doloroso, pois colocam ambos os personagens como antagonistas dentro de suas convicções.

CRÍTICA - Dom (1ª temporada, 2021, Amazon Prime Video)

Além da relação entre pai e filho, o roteiro encontra espaço para desenvolver questões como o vício em drogas e suas consequências para as famílias, inclusive mostrando como os métodos para tratar a dependência evoluíram ao longo dos anos.

Silveira soube trabalhar muito bem os flashbacks da trama, usando determinados episódios para se aprofundar no passado dos personagens principais. A série faz ligações entre os anos de 1970 e 2000, casando acontecimentos com inteligência. Apesar de, em um primeiro momento, esses episódios parecerem fillers, os capítulos são importantes para a condução da trama.

O que mais pesa em Dom é a duração de seus episódios. Com média de uma hora de duração, alguns capítulos se tornam um pouco lentos, principalmente pela repetição de acontecimentos na vida de Pedro. Entretanto, nada disso atrapalha a obra, que tem tudo para ser um grande sucesso não só no Brasil, como também internacionalmente.

VEREDITO

Dom é uma grata surpresa. Com um ótimo elenco e uma história instigante, a produção da Amazon Prime Video tem tudo para se tornar um hit.

Nossa nota

4,0/5,0

Assista ao trailer:

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Artigo anteriorCRÍTICA – Mass Effect: Legendary Edition (2021, BioWare)
Próximo artigoNaomi McDuffie: Conheça a jovem heroína da DC Comics
Relações-Públicas de formação. Com pós-graduação em Star Wars e universo expandido, mas Trekker de coração. Defensora de todos os Porgs, Ewoks e criaturas fofinhas da galáxia.