Início SÉRIE Artigo Jornada Astral: Conheça o novo programa da HBO Max comandado por Angélica

Jornada Astral: Conheça o novo programa da HBO Max comandado por Angélica

Jornada Astral: Conheça o novo programa da HBO Max comandado por Angélica

Se você curte Astrologia e é ligado em tudo sobre signos, então essa novidade é para você: Jornada Astral, primeiro programa de Angélica junto com o influenciador Vítor diCastro e a astróloga Paula Pires estreia na HBO Max dia 21 de dezembro. A atração é produzida pela Conspiração Filmes e Warner Media.

A premissa do programa é mergulhar na intimidade de duas celebridades diferentes, mas que possuem o mesmo signo astral. No bate-papo com os apresentadores, os convidados entrarão em três cabines astrais, que representam o passado (com entrevistas mais intimistas, abordando momentos sensíveis), o presente (que fará um contraponto entre as diferentes personalidades dos convidados que compartilham o mesmo signo solar) e o futuro (que olhará para o que vem pela frente através da astrologia).

A nova produção Max Originals terá 12 episódios e entre os convidados estão Preta Gil, Xuxa, Eliana, Cleo, Caio Castro, Sabrina Sato, Tiago Abravanel e Mônica Martelli.

O Feededigno recebeu o convite para participar da coletiva de imprensa que aconteceu de forma online com a presença dos apresentadores, e assim, conseguimos mais detalhes sobre o programa. Confira:

Sinopse oficial

Na cabine do passado, os astros são o guia para entrevistas intimistas que abordam momentos sensíveis e emocionantes na trajetória dos personagens. Na do presente, um contraponto entre as diferentes personalidades dos convidados que passam por uma dinâmica para se conhecerem a partir do signo solar compartilhado. E na cabine do futuro, um convite para olhar para o horizonte de cada um deles.

Dinâmica

“Primeiro, eles vão reviver momentos de suas vidas e carreiras. É quando a Paula começa a comentar traços das personalidades. Eles ficam bem curiosos e emocionados! No presente, é quando os convidados se encontram pela primeira vez. Também nos juntamos ao Vítor para dinâmicas divertidas, onde eles se reconhecem ou não no outro. Por último, vamos para o futuro. É quando a gente faz um convite para olhar para os novos horizontes. O público vai gostar bastante dessa parte – principalmente quem for do signo do episódio”, explica Angélica.

Angélica & Astrologia

A apresentadora, que terá seu primeiro projeto com a HBO Max, contou que a astrologia é um assunto dentro de casa. “Eu sempre fui muito curiosa, sempre gostei de conhecer coisas novas. Eu também já estou em uma busca pelo autoconhecimento há uns anos, mas quando eu comecei a gravar eu fiquei ainda mais impressionada com meu mapa astral”, contou. Angélica também revelou que seus filhos, principalmente a Eva, adoram astrologia: “Aqui todo mundo sabe o signo e o ascendente, mas claro que com o programa eu aprendi muito mais”.

Autoconhecimento

Assim como Angélica, muita gente buscou a astrologia como ferramenta de autoconhecimento. “O boom da astrologia vem de uns quatro ou cinco anos atrás, agora estamos no auge. As pessoas perceberam não só a vontade do autoconhecimento, mas também a necessidade de se transformar. A pandemia escancarou mais a questão da autotransformação”, disse a astróloga Paula Pires.

Para Vítor, o programa vem na onda de mostrar para as pessoas que a astrologia nunca foi o horóscopo diário das revistas dos anos 1990: “Nunca foi isso. Ela é uma ferramenta para o autoconhecimento”.

Confira o trailer do programa:


Desenvolvida por Carolina Albuquerque e Sergio Nakasone, Jornada Astral tem produção executiva de Luísa Barbosa, produção de conteúdo de Paula Kirchner, direção geral de Carla Barros e direção artística de Isabel Nascimento Silva. Jornada Astral estreia no dia 21 de dezembro, na HBO Max.

Inscreva-se no YouTube do Feededigno

Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

Artigo anteriorCRÍTICA – Harlem (1ª temporada, 2021, Amazon Prime Video)
Próximo artigoCRÍTICA – O Menino de Asakusa (2021, Gekidan Hitori)
Amante da sétima arte. Fascinada na relação entre cinema, história e filosofia. Devoradora de quadrinhos, aprecia um bom clássico e combate o crime em Gotham City nas horas vagas.