Início CURIOSIDADES Jurassic Park: Nova descoberta científica reformula o Espinossauro

Jurassic Park: Nova descoberta científica reformula o Espinossauro

130
0
Jurassic Park: Nova descoberta científica reformula o Espinossauro

A franquia de filmes Jurassic Park costumava receber críticas da comunidade científica sobre seus retratos de dinossauros no cinema. Embora uma abordagem realista quanto possível às criaturas extintas tenha sido adotada nos filmes, novas descobertas e avanços em pesquisas deixaram a franquia desatualizada, à medida que as mudanças no que sabemos sobre os dinossauros mudaram ao longo das décadas.

Novas descobertas, como a proliferação de penas em dinossauros e os hábitos alimentares, tornaram os filmes um pouco mais imprecisos ao longo do tempo, mas uma descoberta publicada recentemente faz um dos dinossauros de Jurassic Park III quase inteiramente errado.

Em um novo estudo publicado na revista Nature (e elaborado na National Geographic), o paleontólogo Dr. Nizar Ibrahim e sua equipe registraram suas descobertas que indicam o Espinossauro (visto no cinema em 2001 no terceiro filme de Steven Spielberg) não era realmente um predador terrestre que às vezes entrava na água para novas presas, mas era provavelmente o oposto.

Ibrahim disse em um comunicado:

“Esta descoberta é o prego no caixão pela idéia de que dinossauros não aviários nunca invadiram o reino aquático. Esse dinossauro estava perseguindo ativamente presas na coluna d’água, e não apenas permanecendo em águas rasas esperando peixes. Ele provavelmente passou a maior parte de sua vida na água.”

A pesquisa feita pela equipe de Nizar Ibrahim envolveu a coleta de novos fósseis associados à raça, incluindo “uma cauda notavelmente completa, semelhante a uma barbatana, capaz de extenso movimento lateral e caracterizada por espinhos extremamente longos”.

Com isso, eles foram capazes de recriar como seria a cauda do Espinossauro e como a teria usado para o movimento na água, revelando que seu corpo se movendo na água teria sido mais semelhante a crocodilos e tritões do que o que era anteriormente acreditado.

Além disso, a equipe teorizou que a fera também tinha pés palmados, alterando ainda mais sua aparência física previamente teorizada. Você pode assistir a uma recriação digital das descobertas no player abaixo:

Como fãs de Jurassic Park lembre-se, o Espinossauro foi visto no terceiro filme atacando e derrotando o Tyrannosaurus Rex, favorito dos fãs, enquanto também perseguia os personagens principais da ilha tropical durante a maior parte do filme.

Valer ressaltar no entanto, que, apesar dos cineastas dos filmes Jurassic Park seguirem o que os cientistas e especialistas contaram sobre os dinossauros da época, no contexto real dos filmes, as equipes que criavam as criaturas nunca buscavam precisão científica.

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Comentários