10 filmes marcantes sobre o racismo

    Em pleno 2022, no último domingo (31), viralizou mais uma triste cena de racismo. Durante férias em família em Portugal, os atores Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso presenciaram o inimaginável: uma mulher branca, portuguesa, de 57 anos, xingando de forma racista os filhos dos atores, Bless e Titi, de 6 e 8 anos respectivamente, e um grupo de turistas angolanos.

    Aqui no Feededigno somos uma equipe que aceita a diversidade e abomina o racismo em todas as suas formas; e para lembrar a vergonha que promover o racismo em qualquer de suas formas.

    Em tempo, para ficar ainda mais claro segue o significado da palavra:

    Preconceito, discriminação ou antagonismo por parte de um indivíduo, comunidade ou instituição contra uma pessoa ou pessoas pelo fato de pertencer a um determinado grupo racial ou étnico, tipicamente marginalizado ou uma minoria.”

    ou ainda:

    Atitude de hostilidade em relação a determinada categoria de pessoas.”

    Veja os filmes mais marcantes sobre o racismo!

    A LISTA DE SCHINDLER (1993)

    10 filmes marcantes sobre o racismo

    Diretor: Steven Spielberg

    Elenco: Liam Neeson, Ralph Fiennes, Ben Kingsley, Caroline Goodall, entre outros.

    SINOPSE

    A inusitada história de Oskar Schindler (Liam Neeson), um sujeito oportunista, sedutor, “armador”, simpático, comerciante no mercado negro, mas, acima de tudo, um homem que se relacionava muito bem com o regime nazista, tanto que era membro do próprio Partido Nazista (o que não o impediu de ser preso algumas vezes, mas sempre o libertavam rapidamente, em razão dos seus contatos). No entanto, apesar dos seus defeitos, ele amava o ser humano e assim fez o impossível, a ponto de perder a sua fortuna mas conseguir salvar mais de mil judeus dos campos de concentração.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | Filmes da cultura pop em que nazistas se ferraram!

    A ESPERA DE UM MILAGRE (1999)

    10 filmes marcantes sobre o racismo

    Diretor: Frank Darabont

    Elenco: Tom Hanks, Michael Clarke Duncan, David Morse, entre outros.

    SINOPSE

    1935, no corredor da morte de uma prisão sulista; Paul Edgecomb (Tom Hanks) é o chefe de guarda da prisão, que tem John Coffey (Michael Clarke Duncan) como um de seus prisioneiros. Aos poucos, desenvolve-se entre eles uma relação incomum, baseada na descoberta de que o prisioneiro possui um dom mágico que é, ao mesmo tempo, misterioso e milagroso.

    BASTARDOS INGLÓRIOS (2009)

    Filmes da cultura pop em que nazistas se ferraram!

    Diretor: Quentin Tarantino

    Elenco: Brad Pitt, Mélanie Laurent, Christoph Waltz, entre outros.

    SINOPSE

    Em Bastardos Inglórios, na Segunda Guerra Mundial, a França está ocupada pelos nazistas. O tenente Aldo Raine (Brad Pitt) é o encarregado de reunir um pelotão de soldados de origem judaica, com o objetivo de realizar uma missão suicida contra os alemães. O objetivo é matar o maior número possível de nazistas, da forma mais cruel possível. Paralelamente Shosanna Dreyfuss (Mélanie Laurent) assiste a execução de sua família pelas mãos do coronel Hans Landa (Christoph Waltz), o que faz com que fuja para Paris. Lá ela se disfarça como operadora e dona de um cinema local, enquanto planeja um meio de se vingar.

    DJANGO LIVRE (2012)

    Django Livre

    Diretor: Quentin Tarantino

    Elenco: Jamie Foxx, Christoph Waltz, Kerry Washington, Leonardo Di Caprio, Samuel L. Jackson, entre outros.

    SINOPSE

    Dois anos antes da Guerra Civil, Django (Jamie Foxx), um escravo, encontra-se acompanhando um caçador de recompensas alemão pouco ortodoxo chamado Dr. King Schultz (Christoph Waltz) em uma missão para capturar os perversos irmãos Brittle. Com a missão bem-sucedida, Schultz liberta Django e juntos caçam os criminosos mais procurados do Sul. Suas viagens os levam à infame plantação do obscuro Calvin Candie (Leonardo DiCaprio), onde a esposa há muito perdida de Django (Kerry Washington) ainda é uma escrava.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA – TBT #94 | Django Livre (2012, Quentin Tarantino)

    12 ANOS DE ESCRAVIDÃO (2014)

    10 filmes marcantes sobre o racismo

    Diretor: Steve McQueen

    Elenco: Chiwetel Ejiofor, Michael Fassbender, Benedict Cumberbatch, entre outros.

    SINOPSE

    1841. Solomon Northup (Chiwetel Ejiofor) é um escravo liberto, que vive em paz ao lado da esposa e filhos. Um dia, após aceitar um trabalho que o leva a outra cidade, ele é sequestrado e acorrentado. Vendido como se fosse um escravo, Solomon precisa superar humilhações físicas e emocionais para sobreviver. Ao longo de doze anos ele passa por dois senhores, Ford (Benedict Cumberbatch) e Edwin Epps (Michael Fassbender), que, cada um à sua maneira, exploram seus serviços.

    CORRA! (2017)

    Diretor: Jordan Peele

    Elenco: Daniel Kaluuya, Alisson Willians, Catherine Keener, entre outros.

    SINOPSE

    Chris (Daniel Kaluuya) é jovem negro que está prestes a conhecer a família de sua namorada branca Rose (Allison Williams). A princípio, ele acredita que o comportamento excessivamente amoroso por parte da família dela é uma tentativa de lidar com o relacionamento de Rose com um rapaz negro, mas, com o tempo, Chris percebe que a família esconde algo muito mais perturbador – e o jeito é tentar escapar.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | CRÍTICA – Corra! (2017, Jordan Peele)

    INFILTRADO NA KLAN (2018)

    Vidas Negras Importam

    Diretor: Spike Lee

    Elenco: John David Washington, Adam Driver, Topher Grace, entre outros.

    SINOPSE

    Em 1978, Ron Stallworth (John David Washington), um policial negro do Colorado, conseguiu se infiltrar na Ku Klux Klan local. Ele se comunicava com os outros membros do grupo através de telefonemas e cartas, quando precisava estar fisicamente presente enviava um outro policial branco no seu lugar (Adam Driver). Depois de meses de investigação, Ron se tornou o líder da seita, sendo responsável por sabotar uma série de linchamentos e outros crimes de racismo orquestrados pelos racistas.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | CRÍTICA – Infiltrado na Klan (2018, Spike Lee)

    SE A RUA BEALE FALASSE (2019)

    Diretor: Barry Jenkins

    Elenco: KiKi Layne, Stephan James, Regina King, entre outros.

    SINOPSE

    Se a Rua Beale Falasse mostra a história de Tish (Kiki Layne), uma grávida do Harlem que luta para livrar seu marido de uma acusação criminal injusta de racismo. Com o objetivo de tê-lo em casa para o nascimento do bebê, ela irá fazer tudo que estiver em seu alcance.

    GREEN BOOK: O GUIA (2019)

    CRÍTICA - Green Book: O Guia (2019, Peter Farrelly)

    Diretor: Peter Farrelly

    Elenco: Viggo Mortensen, Mahershala Ali, entre outros.

    SINOPSE

    Em Green Book: O Guia, Tony Lip (Viggo Mortensen), um dos maiores fanfarrões de Nova Iorque, precisa de trabalho após sua discoteca, o Copacabana, fechar as portas. Ele conhece um um pianista (Mahershala Ali) e quer que Lip faça uma turnê com ele. Enquanto os dois se chocam no início, um vínculo finalmente cresce à medida que eles viajam.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | CRÍTICA – Green Book: O Guia (2019, Peter Farrelly)

    MEDIDA PROVISÓRIA (2022)

    Medida Provisória

    Diretor: Lázaro Ramos

    Elenco: Taís Araújo, Seu Jorge, Alfred Enoch, entre outros.

    SINOPSE

    Em um futuro próximo distópico no Brasil, um governo autoritário ordena que todos os cidadãos afrodescendentes se mudem para a África – criando caos, protestos e um movimento de resistência clandestino que inspira a nação contra o racismo.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | CRÍTICA – Medida Provisória (2022, Lázaro Ramos)


    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    CRÍTICA – O Despertar das Tartarugas Ninja: O Filme (2022, Netflix)

    O Despertar das Tartarugas Ninja: O Filme continua da animação homônima que foi ao ar originalmente entre 2018 e 2020. O filme da Netflix...

    CRÍTICA – Carter (2022, Jung Byung-Gil)

    Carter é o mais novo filme sul-coreano da Netflix. O filme conta a história de Carter Lee, um agente desmemoriado que precisa lutar para cumprir sua missão.

    CRÍTICA – Lanterna Verde: Tema Meu Poder (2022, Jeff Wamester)

    Lanterna Verde: Tema Meu Poder ou Green Lantern: Beware My Power é uma animação do Tomorrowverse, nova linha de filmes da DC e está...

    Predador e suas melhores versões no cinema

    Com o lançamento de Predador: A Caçada, no Star+, nada melhor que relembrar os melhores yautjas já vistos no cinema. Veja a lista!