Início FILMES Crítica CRÍTICA – A Livraria (2017, Isabel Coixet)

CRÍTICA – A Livraria (2017, Isabel Coixet)

462
0
O filme que encantou Goya não encanta o espectador comum!
.

A Livraria (The Bookshop, título original) é um filme baseado no livro homônimo, escrito por Penelope Fitzgerald em 1978.  Dirigido por Isabel Coixet, a história se passa nos anos 1950 e conta como uma viúva, Florence Green (Emily Mortimer), abriu uma livraria em um vilarejo provinciano na Inglaterra onde quase ninguém se interessava por livros. O filme também traz no elenco nomes como Patricia Clarkson (À Espera de Um Milagre) e Bill Nighy.

Assim como a sua obra base, o longa celebra a paixão pelos livros e tenta mostrar como a leitura pode tocar e mudar a vida das pessoas. A Livraria conta a história de Florence, que após superar a dor de perder seu marido, com a ajuda dos livros, resolve abrir uma livraria e trazer um pouco mais de cultura para aquele lugarejo isolado. O que ela não esperava é que algumas pessoas não iriam gostar da ideia e tentariam atrapalhar seu projeto de alguma forma.

Florence compra a Old House, onde abre uma livraria – e onde também passa a morar – e através da venda de obras como Lolita de Vladmir Nabokov e Fahrenheit 451 de Ray Bradbury, ela desperta sentimentos que estavam a tempos escondidos nos habitantes da cidade. 

Com o sucesso do seu negócio, ela acaba incitando a hostilidade dos lojistas menos prósperos da cidade e cruza os interesses da Sra. Gamart (Patricia Clarkson), a vingativa e amargurada mulher que se julga a decana da cena artística local. A esposa de um general aposentado e autodenominada líder da cidade, também se interessou pela Old House para ser um Centro de Artes. Após sua tentativa em vão de persuadir Florence a vender a casa, Gamart inicia uma campanha de rumores contra a protagonista.

A adaptação de Coixet não traz personagens carismáticos e a história acaba não conquistando, restando apenas um drama sem muita graça. Apesar de ter ganhado três prêmios Goyas e ter tido um desempenho impressionante na bilheteria espanhola, é improvável que a resposta do público seja positiva fora do país de origem da diretora. 

Avaliação: Razoável

 

Confira abaixo o trailer de A Livraria:

A Livraria chega aos cinemas brasileiros dia 22 de Março. 

E aí, irá conferir o filme nos cinemas? Conta pra gente nos comentários abaixo e lembre-se de nos seguir nas redes sociais:

Facebook – Twitter – Instagram – Pinterest