CRÍTICA – Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania (2023, Peyton Reed)

    Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania é o terceiro filme do pequeno herói da Marvel. Enquanto conta com importantes repercussões para o futuro do Universo Cinematográfico Marvel, o longa prepara o terreno para uma ameaça que destruirá o que estiver em sua frente, sem dó.

    Enquanto Kang se estabelece definitivamente como uma ameaça capaz de destruir não apenas seus inimigos, como linhas temporais inteiras, o Homem-Formiga, a Vespa e a Estatura são tudo entre ele e seus objetivos.

    SINOPSE

    Em Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania, quando Cassie (Kathryn Newton), filha de Scott Lang (Paul Rudd), desenvolve um dispositivo que permitiria a comunicação com o reino quântico, o experimento termina em desastre: Cassie, Scott e sua companheira e heroína, Vespa, Hope van Dyne (Evangeline Lilly) involuntariamente se encontram no reino místico. Unindo forças com os pais de Hope, Hank Pym (Michael Douglas) e Janet van Dyne (Michelle Pfeiffer), o trio trabalha um caminho de volta enquanto os atrai para o misterioso mundo do Reino Quântico, onde encontram criaturas alienígenas e uma civilização oculta.

    ANÁLISE

    Quantumania

    Quando mergulhamos em Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania, vemos um Scott Lang completamente imerso na vida de super-herói, mas o que um herói faz quando não existem ameaças para destruir? Isso mesmo, escreve livros e faz leituras públicas. Quando ele percebe que sua vida ao lado de sua filha Cassie anda mais distante do que nunca, a vida do Homem-Formiga, de sua filha e da Vespa mudam ao serem puxados para o Reino Quântico.

    Em uma ambientação rápida, descobrimos que Janet Van Dyne não estava completamente sozinha no Reino Quântico e guardava mais segredos do que admitia – ou pelo menos omitia – sobre o tempo em que passou lá. Ao mergulharmos na história de Kang (Jonathan Majors), o vilão surge primeiro como alguém indefeso, que precisa de ajuda. Após um tempo, surge glorioso, como quem tem o poder para destruir o que quiser a qualquer momento.

    Enquanto assistia ao longa, não entendia todas as críticas feitas ao filme, e em momento algum me incomodei com a trama que o longa queria contar. Críticas sem qualquer tipo de embasamento, fizeram o longa se mostrar para esse que vos escreve com uma grata surpresa que só cresceram com o passar do tempo.

    Se distanciando bastante do que foi visto até aqui, Quantumania nos leva até um novo mundo em que a balança de poder sempre pende à oprimir os mais fracos. Tudo isso, enquanto Kang observa de cima, com punho de ferro aquele reino o qual ele não tem como fugir.

    O REINO QUÂNTICO E SUA ESTRUTURA DE PODER

    Quantumania

    O Reino Quântico foi citado algumas vezes e usado até mesmo como forma de viajar no tempo pelos Vingadores em Vingadores: Ultimato (2019). Mas o que nunca vimos, é como esse Reino dentre todos os outros é organizado. Quando Janet van Dyne ficou isolada lá, precisou fazer o possível e o impossível para sobreviver. Quando Kang caiu ali, ela já era uma habitante do Reino Quântico há muitos anos.

    A partir da relação entre os dois, Kang conseguiu desenvolver seu próprio império no Reino Quântico, tudo isso, a fim de se preparar para o dia que conseguisse escapar daquele mundo. Quando ele passa a oprimir e escravizar impiedosamente os outros habitantes daquele reino, os indivíduos que lutam pela liberdade passaram a surgir.

    A estrutura de poder se estabelece muito facilmente, com O Conquistador governando com punho de ferro, e aqueles abaixo dele o obedecendo, sem muita opção para sobreviver.

    O filme nos apresenta personagens interessantes e traz de volta o ator Corey Stoll, agora como M.O.D.O.K.; uma das mais interessantes e bizarras surpresas vem de sua participação. Pois seu rosto parece ter sido feito a partir de um dos filtros do Instagram.

    VEREDITO

    Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania é para além de um filme de ação, e se estabelece como uma divertida história do UCM. Tudo isso enquanto humaniza o Homem-Formiga, como fez com o Gavião Arqueiro em sua série de TV (Hawkeye). Mostrando que mesmo diante de adversidades, eles são no fim humanos, e tem crises de ansiedade e até mesmo enfrentam a deficiência auditiva.

    Com uma história que nos faz entender como aquele mundo contará as próximas histórias a partir de suas duas cenas pós-créditos, Quantumania abre a porteira para a Fase 5 da Marvel chegue e deixa claro para seus espectadores que Kang voltará muitas e muitas vezes.

    Nossa nota

    4,5 / 5,0

    Confira o trailer do filme:

    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    Deadpool & Wolverine: Todos os personagens da franquia X-Men confirmados no longa e mais!

    Deadpool & Wolverine trará de volta aos cinemas personagens da franquia X-Men e mais! Confira a lista completa dos personagens confirmados.

    Deadpool e Wolverine: Confira o primeiro trailer oficial do longa!

    Deadpool e Wolverine chegará aos cinemas em julho! Confira o trailer oficial com detalhes de enredo e o que pode vir por aí!

    TBT #273 | ‘Vida Bandida’ é uma comédia repleta de diversão e simpatia

    Vida Bandida acompanha a história de um grupo de ladrões de banco. Estrelado por Bruce Willis e Cate Blanchett.

    A saga olímpica no cinema: Uma jornada de superação e emoção

    Entre dramas, comédias e até mesmo criminais, a melhor maneira de se preparar para as Olimpíadas é conhecendo as melhores histórias da competição.