Início FILMES Artigo Os 5 imóveis mais incríveis do cinema

Os 5 imóveis mais incríveis do cinema

imóveis mais incríveis do cinema

Falar sobre casas e suas construções já está virando uma rotina aqui no Feededigno, já que, com a pandemia, passamos a vê-las como prioridades no quesito conforto e funcionalidade, além de transformar um ambiente harmonioso com a decoração; e isso tem se retratado em muitas séries e documentários nos serviços de streamingE hoje trago uma lista dos imóveis mais incríveis do cinema segundo nossos colaboradores, e mostrar um pouco mais sobre elas. 

HOTEL OVERLOOK

Ok, sabemos que esta não é uma residência e sim um hotel, mas ele talvez seja tão icônico que não poderia estar de fora dessa seleta lista.

No filme O Iluminado (1980), adaptação do livro de Stephen King, tem como destaque o Hotel Overlook onde toda trama acontece e ficou fortemente gravado, assim como o filme, na cultura pop.

Na verdade, foi o famoso Stanley Hotel, localizado nas Montanhas Rochosas, no estado do Colorado, que serviu de inspiração para o clássico livro de King. Para escrever a obra, o autor passou um inverno neste hotel e recolheu histórias do staff e principalmente do bartender.

Stephen King ficou hospedado em 1974, no quarto 217 do hotel e nesse mesmo número que se hospeda o personagem de Jack Nicholson.

Embora todo o princípio tenha partido do Stanley Hotel, nenhuma cena do filme foi captada do local. As cenas internas foram filmadas em estúdio e as cenas que mostram a fachada do hotel foram rodadas no estado do Oregon, no hotel Timberline Lodge que representou o fictício hotel.

CCBB-RJ: Veja programação da mostra Stephen KingO Stanley Hotel também serviu de locação para o filme Débi & Lóide (1994). Jim Carrey, o protagonista, decidiu se hospedar no famoso quarto 217, o mesmo utilizado pelo personagem de Nicholson em O Iluminado. Carrey não conseguiu ficar nem por uma hora no quarto, disse que jamais falaria sobre o que aconteceu no quarto e afirmou que nunca mais colocaria os pés lá.

Uma das exigências do ator para filmar a continuação do filme Debi & Lóide 2 (2014) foi que nenhuma cena fosse gravada no Stanley Hotel.

Há muitos relatos de que o hotel é mal assombrado e outras pessoas dizem que também já presenciaram fenômenos sobrenaturais em praticamente todos os cantos do hotel.

CASA DA FAMÍLIA MCCALLISTER

Cenário das aventuras do icônico garoto Kevin McCallister, interpretado pelo ator americano Macaulay Culkin, a casa do filme Esqueceram de Mim (1990) é inesquecível assim como o longa.

Kevin é deixado em casa pela família que sai de férias no Natal. A princípio, o jovem McCallister está feliz por ficar sozinho dentro de um imóvel tão grande, mas logo se envolve na aventura de proteger a propriedade contra bandidos atrapalhados.

O diretor Chris Columbus revelou à revista Entertainment Weekly que passou “várias semanas” visitando quatro cidades na região de Chicago até achar a casa certa para servir de cenário. Além de pedir autorização do dono, Chris precisou que os vizinhos também concordassem com a filmagem, já que as cenas da invasão dos bandidos foram gravadas madrugada adentro, com muitas luzes e barulhos.

O imóvel em que o filme foi gravado fica em Winnetka, em Illinois nos Estados Unidos e conta com uma área de quase 400m² dividida em 3 andares e uma decoração clássica.

Desde a estreia do longa, a casa tornou-se um ponto frequentemente procurado por turistas. Apesar das sessões de fotos na fachada, o local já teve diversos proprietários diferentes e foi vendido em 2012, por US$ 1,5 milhão. 

MANSÃO XAVIER

Uma mansão super famosa que não poderia estar de fora é a Mansão Xavier. A residência é a base de operações e local de treinamento dos X-Men; e que também é usada como uma escola para adolescentes mutantes sendo uma das escolas mais famosas dos quadrinhos e cinema.

Seu endereço é Avenida Graymalkin Lane, n° 1407, na cidade de Salem Center, no Condado de Westchester, Nova Iorque, caso alguém queira fazer uma visita – contém  ironia.

A Mansão X – como ficou popularmente conhecida – foi herdada por Charles Xavier, e tem estado em sua família há dez gerações.

Charles cresceu na mansão, mas abriu mão do local quando foi para a Universidade de Oxford, posteriormente indo lutar na Guerra da Coreia. Charles Xavier eventualmente retornou a casa onde cresceu e a transformou em uma escola para mutantes.

Nos quadrinhos, a primeira aluna da Escola para Jovens Superdotados do Professor Xavier foi a Jean Grey e o local de treinamento das duas primeiras gerações de X-Men adolescentes:

No cinema, a Mansão Xavier se trata, na verdade, do Castelo Hatley, que foi usado em quase todos os filmes dos X-Men como o Instituto Xavier para Jovens Superdotados. Além de ter sido usado nos principais filmes dos X-Men, o castelo também apareceu no filme Geração-X (1996) e Deadpool (2016).

Com diversos dormitórios, sala de reunião, biblioteca e outros cômodos, calcula-se que o valor da mansão seria cerca de 58 milhões de dólares. No entanto, o calculo não inclui as tecnologias e andares inferiores, onde ficam a Sala de Perigo e o Cérebro, por exemplo. Como o Professor X consegue bancar tudo isso ainda é um mistério, mas é um fato que ele herdou muito dinheiro junto com a mansão.

MANSÃO WAYNE

A Mansão Wayne é uma mansão fictícia e residência principal da Família Wayne, localizada nos arredores da cidade de Gotham. Apesar de nas primeiras histórias o próprio Bruce Wayne adquirir a propriedade, desde a década de 1950, o processo de continuidade retroativa admite que o local esteja sob posse de sua família há gerações. 

A construção da Mansão Wayne começou no século XIX, mas foi deixada inacabada, pois o lugar foi considerado assombrado após a morte de Joshua Wayne nas cavernas abaixo da mansão. As ruínas foram muitas vezes usadas pelo pistoleiro Jonah Hex como ponto de encontro até o lugar ser reivindicado de volta e a construção finalmente concluída por Alan Wayne.

A Mansão Wayne permaneceu como propriedade da família por gerações até que foi transferida para Bruce, o último herdeiro vivo do Império Wayne. Devido às suas atividades como Batman, Bruce foi forçado a encontrar uma área diferente que lhe proporcionasse segredo e espaço para os muitos equipamentos que ele começou a reunir. 

Depois de encontrar um sistema de cavernas conectando-se à Mansão Wayne, Bruce construiu uma entrada secreta atrás do relógio do avô e mudou todo seu equipamento para a Batcaverna. Bruce morou na Mansão Wayne ao lado do mordomo da família, Alfred Pennyworth e alguns anos depois de Bruce ter começado suas atividades como Batman, eles foram acompanhados por Dick Grayson, como Robin.

Trilogia Cavaleiro das Trevas (2005-2012)

Em Batman Begins (2005), Mentmore Towers foi usada como locação da Mansão Wayne. Durante os eventos do filme, uma parte da propriedade é destruída por Ra’s al Ghul (Ken Watanabe) durante um incêndio, contudo suas fundações resistem permitindo que Bruce Wayne (Christian Bale) possa reconstruí-la futuramente. 

Já reconstruída, a Mansão Wayne volta a figurar em Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012), o último título da trilogia, cujos eventos se passam oito anos após o primeiro filme. Desta vez, Wollaton Hall serve de locação para a mansão. A cena do escritório de Selina Kyle (Anne Hathaway) foi filmada em Osterley Park, em Londres. Nos eventos finais do filme, Bruce Wayne transforma a propriedade em um orfanato.

MANSÃO DO FILME PARASITA

Parasita (2019) cativou fãs e críticos em todo o mundo. Na edição do Oscar em 2020, o filme ganhou quatro prêmios incluindo a categoria de Melhor Filme. Infelizmente o longa não ganhou a categoria de Melhor Design de Produção, que na minha opinião os caras mereciam muito!

O filme é sobre divisão de classes e o seu design de produção joga também com este tema. O diretor do filme, Bong Joon Ho, e o designer de produção, Lee Ha Jun, foram os responsáveis pela construção da mansão que está no centro da história, existindo apenas um arquiteto fictício na trama.

A casa foi meticulosamente projetada para criar composições atraentes e que favorecessem bons ângulos de filmagem. 

A mansão e seus terrenos foram construídos propositadamente para o filme e consistiam em quatro cenários diferentes. Os principais eventos que ocorrem passam principalmente na mansão, um local estonteante, limpo, claro, com grandes janelas e uma vista para um belo jardim; o oposto da casa subterrânea onde vivem os protagonistas, que é escura e suja – cenário também criado por Lee Ha Juo e sua equipe.

Uma das diferenças mais evidentes entre as duas casas além do luxo é a iluminação e a disposição do espaço. Enquanto os Kim vivem numa espécie de caverna localizada numa zona sem privilégios, onde recebem pouca luz e partilham espaços pequenos, os Park desfrutam de uma casa banhada pela luz do sol com muitas janelas e espaços de lazer – e que se apresenta como uma verdadeira peça de design.

Por mais que a mansão não fosse uma edificação real, o mobiliário e elementos que compunham os ambientes eram de acordo com a realidade temática da família Park. A mesa de jantar está avaliada em US$ 22.300 e havia obras de arte que custaram quase US$ 200.000 no total. 

O diretor, no release enviado à imprensa, fez o melhor resumo do que ele representa:

Uma comédia sem palhaços, uma tragédia sem vilão. Apenas a comicidade e o drama do nosso cotidiano, tão cheio de contraste. O núcleo do viver, a casa ou a ausência dela, assim como a sua personificação são pontos fundamentais para que consigamos ampliar nossa empatia. E compreender os laços que conectam as nossas casas ao que somos… ou ao que queremos ser, na busca de um espaço ao Sol.”

E você, tem algum imóvel incrível do cinema para incluir na lista? Deixe nos comentários! E se você curte casa, leia também:

CRÍTICA – As Casas Mais Extraordinárias do Mundo (1ª e 2ª temporada, 2017-18, BBC)

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.