Início FILMES Crítica TBT #70 | Jogos Vorazes (2012, Gary Ross)

TBT #70 | Jogos Vorazes (2012, Gary Ross)

159
0
TBT #70 | Jogos Vorazes (2012, Gary Ross)

Eu praticamente maratono a trilogia de quatro filmes de Jogos Vorazes todo ano, mas fazia um tempo que já não fazia isso. Ano passado, a autora Suzanne Collins anunciou que teríamos um novo livro para a saga, um prequel, e que seria lançado este ano. Com o lançamento cada vez mais perto e trancado dentro de casa, resolvi finalmente rever a saga.

O desenvolvimento do longa foi iniciado em 2009 e sem muitas esperanças, querendo apenas entrar na onda das adaptações adolescentes, todavia, o resultado acabou sendo melhor do que o esperado. Jogos Vorazes é o primeiro de quatro filmes e foi lançado em Março de 2012.

A HISTÓRIA

Jogos Vorazes eleva o pão e circo a um outro nível. Em um futuro distópico, a história roda através de Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence) moradora do Distrito 12 em Panem, um país que fora dividido em 12 “partes”, cada um com sua especialidade e grau hierárquico na sociedade.

Todo ano acontece uma nova edição dos Jogos Vorazes, uma atividade obrigatória em que são sorteados dois representantes de cada distrito e levados a uma arena para lutarem até a morte, sobrevivendo, no fim, apenas um participante. Nesse filme, vemos acontecer a 74ª edição dos Jogos Vorazes, na qual, a irmã de Katniss é sorteada e a própria acaba se oferecendo pra ir no lugar dela.



DESENVOLVIMENTO

Da esquerda para direita: Suzanne Collins e Jennifer Lawrence.
Da esquerda para direita: Suzanne Collins e Jennifer Lawrence.

A própria Suzanne Collins se encarregou de adaptar o livro ao roteiro do filme com a ajuda do roteirista Billy Ray e do diretor Gary Ross. Isso acabou favorecendo para que o filme ficasse o mais fiel possível do original, mas com suas devidas alterações, tais como o personagem Seneca Crane (Wes Bentley) que teve sua participação aumentada durante o filme. Assim como cortes da Capital, para tentar passar para a tela coisas que são apenas capazes de existir dentro dos livros, como os monólogos internos de Katniss Everdeen

Diversas grandes atrizes passaram por audições para o papel da protagonista, como, Emma Roberts, Saiorse Ronan, Chloe Grace Moretz, Shailene Woodley e Kaya Scodelario. Por fim, o papel acabou indo para Jennifer Lawrence, pois, segundo Collins, ela passava uma “auto-confiança e sabia exatamente quem era”, além de ter captado a personagem dos livros e ter todas as características essenciais pra interpretá-la.

Jennifer pintou seu cabelo e obteve aulas de arco e flecha com o medalhista olímpico, Khatuna Lorig, além de aulas de escalada, corrida, luta, yoga e parkour.

Enquanto para o protagonista masculino, Peeta Melark, alguns atores que passaram pelas audições foram: Lucas Til, Evan Peters e Alexander Ludwig – que mais pra frente acabou também entrando para o filme como o personagem Cato, do Distrito 02 -. O papel acabou ficando com Josh Hutcherson.

Todo filme precisa de uma boa trilha sonora e para isso chamaram T-Bone Burnett para a produção do álbum, intitulado de The Hunger Games: Songs from District 12 and Beyond.

Artistas como Tove Lo, Taylor Swift, Arcade Fire e Maroon 5 participam do álbum. Debutou diretamente em #1 nas paradas americanas, conseguindo aclamação da crítica no geral, uma nota 72 no Metacritic e a música Safe & Sound da Taylor Swift com The Civil Wars recebeu o Grammy de Song Writter for Visual Media.



ANÁLISE

TBT #70 | Jogos Vorazes (2012, Gary Ross)É incrível todo o universo criado dentro de Jogos Vorazes, tanto no filme como no livro. Todo o cuidado da produção, da direção e do roteiro são incríveis.

O capricho da produção em moldar toda a identidade de cada distrito através das roupas e da própria ambientação faz você perceber cada peculiaridade de cada lugar, desde as roupas e maquiagens extravagantes da Capital até a pobreza do Distrito 12 através dos seus tons acinzentados.

Gary Ross fez um bom trabalho e a entrada de Francis Lawrence na direção nos filmes seguintes da saga apenas melhorou isso.

A escolha do elenco também é simplesmente perfeita, desde os protagonistas até os personagens mais secundários como Liam Hemsworth como Gale, Elizabeth Banks como Effie, Woody Harrelson como Haymitch e Lenny Kravitz como Cinna. E também não podemos nos esquecer de Amandla Stenberg como Rue que nos deu provavelmente a cena mais triste do filme e que com certeza fez diversos fãs chorarem.

Da esquerda para direita: Liam Hemsworth, Jennifer Lawrence, Josh Hutcherson e Elizabeth Banks em premiação.
Da esquerda para direita: Liam Hemsworth, Jennifer Lawrence, Josh Hutcherson e Elizabeth Banks em premiação.

Jogos Vorazes carrega uma crítica social durante todos seus filmes que consegue ser facilmente adaptável na sociedade em que vivemos, as formas de manipulação do governo, de entretenimento da sociedade, da desigualdade social e é extremamente importante que tais mensagens sejam passadas para o público-alvo do filme, adolescentes que estão adentrando nessa nova vida e podem ter uma nova visão.



VEREDITO

É impressionante todo o impacto que Jogos Vorazes conseguiu depois de toda a febre de Harry Potter, enquanto outras sagas como Divergente e Maze Runner não conseguiram o sucesso esperado.

Por outro lado, é triste o preconceito que a Academia do Oscar tem com essas sagas teens e isso vem desde Harry Potter que conseguia no máximo uma indicação ou outra. E com Jogos Vorazes não foi diferente.

Esse filme, assim como suas sequências, mereciam no mínimo indicações na parte de produção e até nas categorias de trilha sonora. Contudo, a única indicação grande que conseguiram foi Safe & Sound no Globo de Ouro e a vitória no Grammy. E infelizmente isso continuou até o último filme.

PUBLICAÇÃO RELACIONADA | Oscar: Como funciona o Academy Awards

Com um orçamento estimado em 78 milhões de dólares, Jogos Vorazes conseguiu uma bilheteria final de quase 700 milhões, sem contar vendas de produtos oficiais e vendas do álbum do filme.

Devido a este sucesso, a Lionsgate resolveu realocar o lançamento dos próximos filmes para Novembro, sendo considerado pela indústria como um dos meses mais lucrativos para blockbusters como esse e deu certo.

O filme num geral foi bem aclamado pela crítica também, recebendo 84% de aprovação no Rotten Tomatoes e média 68 no Metacritic, sendo a segunda maior avaliação da saga.

Nossa nota

Assista ao trailer legendado:

 



NOVO LIVRO E FILME

Jogos VorazesAproveitando que eu comecei a rever os filmes por causa do novo livro, vou aproveitar pra falar sobre também. 

A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes é o nome do quarto livro da saga Jogos Vorazes e que se tratará de uma prequel.

A história será em torno do Presidente Snow em sua juventude, um garoto pobre da Capital que será mentor de uma garota do Distrito 12 ainda nos primeiros anos dos Jogos. Segundo Suzanne Collins, o livro “explorará o estado de natureza, quem somos e o que percebemos ser necessário para nossa natureza”. 

O livro chegará no Brasil em 19 de Junho, um mês depois do lançamento nos Estados Unidos.

A Lionsgate também confirmou que uma adaptação para os cinemas já está em desenvolvimento com Francis Lawrence na direção e Nina Jacobson na produção; ambos trabalharam juntos durante os três últimos filmes da saga.

A autora ajudará mais uma vez na adaptação do roteiro. Ainda sem data de estreia.

E você, já assistiu ao primeiro longa de Jogos Vorazes? Deixe sua avaliação e seus comentários! Para ver as indicações anteriores do TBT do Feededigno, clique aqui.

Nota do público
Obrigado pelo seu voto



Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.