CRÍTICA – Mario + Rabbids Sparks of Hope (2022, Ubisoft)

    Um dos crossovers mais improváveis e bem sucedidos da história recente chegou ao seu segundo jogo. Fruto de uma parceria entre Nintendo e Ubisoft, Mario + Rabbids Sparks of Hope foi lançado para Nintendo Switch em 20 de outubro de 2022.

    O novo jogo da dobradinha de franquias inova em relação ao primeiro jogo, Mario + Rabbids Kingdom Battle, lançado em 2017 também com exclusividade para o console híbrido da Big N.

    Mario + Rabbids Sparks of Hope está disponível nas versões tradicional e Gold Edition. Essa última oferece o Season Pass (também vendido separadamente), que garante acesso a todos os DLCs que serão lançados futuramente e acrescentarão histórias adicionais com novos personagens, missões e batalhas ao jogo base. Também está incluso o Pacote Prestígio Galáctico, que oferece itens cosméticos.

    Confira nosso review de Mario + Rabbids Sparks of Hope sem spoilers.

    SINOPSE

    Junte-se a Mario, Luigi, Princess Peach, Rabbid Peach, Rabbid Luigi e amigos numa aventura galáctica para derrotar uma entidade malvada e salvar seus companheiros Sparks. Explore os planetas da galáxia enquanto descobre segredos misteriosos e missões imperdíveis!

    • Monte a equipe dos seus sonhos com três heróis de um elenco eclético de nove.
    • Derrote os novos chefes, junto com alguns inimigos conhecidos por toda a galáxia.
    • Resgate pela galáxia os adoráveis Sparks que concedem vários poderes para ajudar você em sua luta.
    • Libere as habilidades de seus heróis, mas planeje bem para saber como derrotar inimigos, formar alianças e aproveitar as coberturas.

    ANÁLISE DE MARIO + RABBIDS SPARKS OF HOPE

    Mario + Rabbids Sparks of Hope é mais do que Mario + Rabbids Kingdom Battle. O jogo que deu origem a essa maravilhosa dobradinha de franquias é muito bom e construiu uma experiência cativante ao fazer uma mistura improvável com maestria.

    Mesmo com as boas credenciais do antecessor, Mario + Rabbids Sparks of Hope ousa e consegue ser mais e melhor.

    Mais livre. Mais estratégico. Mais refinado. Mais bonito visualmente (e olha que esse atributo já era espetacular no Kingdom Battle).

    A ampliação de mecânicas e a liberdade dos combates em um cenário visualmente não baseado em quadrados é o primeiro grande acerto do novo jogo. É claro que o código do jogo se baseia em grids quadrados que delimitam onde e quanto cada personagem irá se movimentar por turno. No entanto, escolher deixar isso apenas no background do jogo, sem apresentar na tela a cada turno faz toda a diferença.

    A exploração foi potencializada em Mario + Rabbids Sparks of Hope. Entretanto, ouso dizer que se os quadrados continuassem pautando os combates, o novo título seguiria majoritariamente como um jogo de estratégia.

    Acontece que Mario + Rabbids Sparks of Hope é a mistura perfeita entre estratégia e sandbox. Tudo flui tão bem que você até esquece que está jogando um game tático baseado em turnos.

    Mario + Rabbids Sparks of Hope é um jogo de estratégia e exploração lançado por Ubisoft e Nintendo em 20 de outubro de 2022. Leia o review
    Créditos: Divulgação / Ubisoft

    Essa mescla é exitosa também porque os ataques básicos e especiais de cada personagem, além das habilidades fornecidas pelos Sparks que recuperamos ao longo da aventura, impedem que a progressão seja rígida. Isso sem falar da flexibilidade para melhorar as habilidades dos próprios heróis.

    A bem da verdade, não existe um time ideal nem um jeito certo ou errado de vencer as batalhas em Mario + Rabbids Sparks of Hope. E isso é ótimo!

    Para zerar o jogo, obviamente é preciso se dedicar aos combates estratégicos por turno. Mas quando a exploração nos planetas antes de entrar nas batalhas consegue ser fluida, com puzzles interessantes e encontros que tornam o progresso das habilidades mais agradável… Bem, aí você tem uma experiência realmente equilibrada que fica difícil dizer o que é melhor: Se jogar os combates ou andar por aí em cada planeta.

    Aliás, essa exploração toda realmente faz sentido. Há batalhas que não chegam a ser side quests, mas proporcionam um pouco mais de experiência, facilitando nos combates a seguir. E existem sim as missões paralelas. Tudo isso recheado de detalhes que contribuem para a história bem humorada que é a essência dos Rabbids.

    Considerando o excelente trabalho gráfico da Ubisoft e o cuidado para misturar as histórias da sua franquia e de Mario e sua turma com coerência e bom humor, uma comparação interessante de se fazer é: O novo título é um encontro entre Mario + Rabbids Kingdom Battle e Super Mario Odyssey (2017).

    Embora seja vendido como um jogo de estratégia, há o forte apelo de sandbox e o convite à exploração que mencionei. E também arrisco dizer que Mario + Rabbids Sparks of Hope é, à sua maneira, um cozy game. Um jogo para relaxar. Se você não jogar na maior dificuldade, certamente irá encontrar uma experiência que te faz pensar e repensar, mas ao mesmo tempo permite relaxar.

    Outro aspecto importante de destacar é que todos os personagens aumentam de nível juntos. Mesmo que você não utilize parte do seu plantel, toda progressão acontece em conjunto.

    Até um certo ponto do jogo pensei que isso seria um problema, pois faltava um atrativo para fazer outras combinações na equipe. No entanto, há fases que exigem que você use personagens específicos, além de novos heróis que são agregados com o avançar da história.

    Ou seja, o jogo é repleto de recursos que o mantém sempre interessante.

    Não posso encerrar o review sem mencionar: Sim, Mario + Rabbids Sparks of Hope está localizado em português do Brasil. O termo localizado é bastante usado pela Nintendo, e nessa parceria com a Ubisoft fica mais evidente ainda que não se trata apenas de tradução. O bom humor dos Rabbids e de outros personagens, como o vendedor Merca-Bô Tudo 1,99, está muito bem traduzido para o contexto e para as gírias do povo brasileiro.

    A localização do conteúdo de Mario + Rabbids Sparks of Hope aproxima o bom humor e a irreverência dos personagens à cultura brasileira
    Captura de tela nossa in-game no modo TV

    É o cenário ideal que todo nintendista espera? Não, não é. Nem todos personagens possuem locução, e quando falam a dublagem é em inglês. Então você lê em português o que eles dizem, mas continua com o contraste de ouvir em inglês.

    Para mim isso não é um problema, especialmente porque as legendas estão com um ótimo apelo visual que usa ícones e cores diferentes, além da localização muito bem feita, mas entendo que a discrepância entre ler e ouvir ainda não é o cenário que vá agradar a comunidade brasileira por completo.

    Para não dizer que o jogo é à prova de problemas, há um único aspecto que estranhei na gameplay. Mais especificamente no planeta Picos Imaculados, uma região de neve. Há combates em que você precisa destruir uma montanha de rochas que assopra. Quando você se movimenta enquanto o vento é soprado, é possível perceber a queda de quadros por segundo (FPS).

    Essa queda de FPS é perceptível também em alguns pontos da exploração no mesmo planeta, mas em menor intensidade. Nenhum dos casos é suficiente para estragar a ótima experiência que o jogo proporciona.

    VEREDITO

    Mario + Rabbids Sparks of Hope potencializa a ousadia e as misturas que já foram bem feitas em seu antecessor. O novo jogo da parceria entre Ubisoft e Nintendo aumenta a liberdade ao explorar os planetas e ao entrar em batalhas de uma forma única, tornando o título uma maravilhosa mescla entre estratégia, exploração e sandbox.

    É sem dúvidas mais um game que se torna essencial para quem tem Nintendo Switch e se credencia como um dos melhores jogos de 2022.

    Nossa nota

    5,0 / 5,0

    Assista ao trailer de Mario + Rabbids Sparks of Hope:

    Acompanhe as lives do Feededigno na Twitch

    Estamos na Twitch transmitindo gameplays semanais de jogos para os principais consoles e PC. Por lá, você confere conteúdos sobre lançamentos, jogos populares e games clássicos todas as semanas.

    Curte os conteúdos e lives do Feededigno? Então considere ser um sub na nossa Twitch sem pagar nada por isso. Clique aqui e saiba como.

    Artigos relacionados

    EU CURTO JOGO VÉIO #15 | ‘PaRappa The Rapper’ é aconchegante de um jeito muito especial 

    Ao longo dessa jornada chamada existência tive o prazer de ter contato com games desde um bom tempo na infância, indo desde o Atari,...

    Summer Game Fest 2024: Confira todos os anúncios e trailers do evento

    Summer Game Fest 2024 contou com grandes anúncios. Durante o evento foram mostrados games que serão lançados nos próximos meses.

    CRÍTICA: ‘Sand Land’ é diversão envelopada em história consciente

    Sand Land é uma das obras menos conhecidas de Akira Toriyama. A história gira em torno de Belzebub e sua improvável equipe. Confira!

    EU CURTO JOGO VÉIO #14 | ‘Mad Max’ voou baixo e se mostrou mais do que o esperado em 2015

    Mad Max foi lançado em 2015 para os consoles da época. Em uma jornada curiosamente divertida, o game cativou fãs por todo o mundo.