Início GAMES Artigo Os melhores jogos da Nintendo que você precisa jogar

Os melhores jogos da Nintendo que você precisa jogar

Do Nintendo 64 ao Nintendo Switch, conheça os melhores jogos da Nintendo na opinião do público e da crítica especializada

Que a Big N se destaca por diversas franquias incríveis ninguém pode dizer o contrário. Acontece que nem só de Mario e Zelda vive a gigante dos consoles. Neste artigo, separamos os melhores jogos da Nintendo que você precisa jogar.

O critério que utilizamos para montar a lista é simples: selecionamos todos os jogos de consoles da Nintendo que estão com nota igual ou superior a 95 no Metacritic – tanto na avaliação dos críticos da plataforma, como na opinião do público geral.

Apesar disso, deixo claro que excluí o jogo The Legend of Zelda Collector’s Edition (GameCube), avaliado com nota 95, por se tratar de um compilado de outros games da franquia.

Veja a seguir uma grande variedade, que contempla desde jogos para Nintendo 64 (1996) até Nintendo Switch (2017).

Tony Hawk’s Pro Skater 2 (Game Boy Advance, 2001)

Nota dos críticos: 95

Tony Hawk's Pro Skater 2 para Game Boy Advance é considerado pela crítica como um dos melhores jogos da Nintendo de todos os tempos

Tony Hawk’s Pro Skater 2 é sensacional e o melhor da franquia do skatista! Embora a melhor versão do jogo seja para Playstation, na opinião desse que vos escreve, é provável que THPS 2 para o Game Boy Advance (GBA) tenha chegado no Top 100 do Metacritic por ser uma inovação nos consoles portáteis.

Afinal, esse foi o primeiro jogo de skate em 3D para um console de mão. THPS 2 leva, inclusive, o selo Must-Play do Metacritic.

The Legend of Zelda: Twilight Princess (Wii e GameCube, 2006)

Nota dos críticos: 95 (Wii) e 96 (GameCube)

Aqui começa a aparecer em peso a franquia Zelda, pois sem dúvida são boa parte dos melhores jogos da Nintendo desde o primeiro game, em 1986.

Além de se tratar de uma propriedade intelectual icônica da Big N, The Legend of Zelda: Twilight Princess se destaca na lista dos críticos por conta da jogabilidade. Tanto o controle Nunchuk como o Wii Remote permitem que os jogadores façam diversas atividades, como pescar e usar ataques especiais com a espada.

A inovação aliada ao estilo de controles do Wii certamente é um ponto positivo e que faz o game merecer a alta avaliação da crítica. Além da versão para o Wii, o jogo para GameCube também tem a mesma avaliação.

The Legend of Zelda: Majora’s Mask (Nintendo 64, 2000)

Nota dos críticos: 95

The Legend of Zelda, do Nintendo 64, é considerado um dos melhores jogos da história da Nintendo

O famoso jogo em que Link tem 72 horas para impedir que a assustadora lua colida com a Terra. The Legend of Zelda: Majora’s Mask é um clássico do Nintendo 64 cheio de bizarrices, na opinião popular. Nada que o impeça de ser um dos melhores jogos da Nintendo.

O jogo se diferencia dos demais lançados até então por não se passar em Hyrule e não ser focado na Triforce e na Princesa Zelda.

A história se desenrola em Termina, onde Link deve tentar impedir que a lua provoque o apocalipse após ser tirada da sua órbita pelo mascarado Skull Kid.

The Legend of Zelda: A Link to the Past (GBA, 2002)

Nota dos críticos: 95

O jogo original foi lançado para Super Nintendo (SNES) em 1991, mas o sucesso foi tanto que é possível jogar The Legend of Zelda: A Link to the Past em diversos consoles da Nintendo.

A versão para o GBA foi lançada em 2002 e contou com o lançamento do modo multiplayer, algo que no original não existiu.

Veja a seguir um vídeo comparando o gráfico entre SNES e GBA.

The Legend of Zelda: The Wind Waker (GameCube, 2003)

Nota dos críticos: 96

Lembro até hoje de ver a propaganda desse game na TV e pensar: caramba, eu preciso muito de um GameCube. Junto com Super Mario Sunshine, The Legend of Zelda: The Wind Waker foram os dois jogos que me fizeram idolatrar esse console da Nintendo lançado em 2001.

No caso de The Wind Waker, o motivo dessa idolatria é que os gráficos eram totalmente inovadores. A estreia de Link e cia. no GameCube foi com traços cartunescos que encantaram os gamers da época.

Uma franquia amada e com toques artísticos diferenciados fazem de The Wind Waker um dos melhores jogos da Nintendo de todos os tempos.

Resident Evil 4 (GameCube, 2005)

Nota dos críticos: 96

Resident Evil 4 é tão marcante que conquistou notas acima de 90 no Metacritic, um consenso difícil de se ver entre críticos e usuários da plataforma. O jogo é um horror survival de tiro em terceira pessoa.

PUBLICAÇÃO RELACIONADA | Resident Evil: Confira os 5 melhores jogos da franquia

O desenvolvimento de Resident Evil 4 foi complicado. O game chegou a ter quatro versões descartadas. Até que ficou definido que seria exclusivo para GameCube, mas futuramente foi lançado para diversas plataformas – e se tornou um hit em todas.

GoldenEye 007 (Nintendo 64, 1997)

Nota dos críticos: 96

Inovador. Groundbreaking. Espetacular. Chame GoldenEye 007 com o adjetivo mais marcante que você quiser.

Esse é um dos jogos que fez parte da minha infância, e que muito me diverti com armas icônicas, como a Golden Gun, que matava com apenas um tiro.

GoldenEye 007 inovou no estilo FPS e é considerado um dos melhores jogos de Nintendo 64

Os gráficos estavam longe de ser um primor, mas a jogabilidade era incrível. Tanto é que esse foi um divisor de águas na percepção das pessoas quanto a jogar games de tiro em primeira pessoa (FPS) em consoles. Até então, o “ideal” era jogar em computadores.

Um dos pontos mais fortes da Nintendo é o modo multiplayer. E aqui, nesse clássico do Nintendo 64, isso não é diferente.

The Legend of Zelda: Breath of the Wild (Wii U e Nintendo Switch, 2017)

Nota dos críticos: 96 (Wii U) e 97 (Nintendo Switch)

Um jogo que prometeu ser inovador e cumpriu. The Legend of Zelda: Breath of the Wild consegue ser inesquecível tanto para Wii U como para Nintendo Switch.

Seu atrativo principal está no Switch, em que o pessoal do Metacritic considera um Must-Play, por ser o console mais atual da Big N.

Viaje pelos vastos campos, florestas e montanhas enquanto descobre o que aconteceu com o reino de Hyrule nesta deslumbrante aventura a céu aberto.

Ghost Trick: Phantom Detective (Nintendo DS, 2011)

Nota dos usuários: 97 (avaliado por 1.259 jogadores)

Ghost Trick: Phantom Detective é o primeiro jogo desta lista que se destaca pela avaliação dos usuários do Metacritic, e não pelos críticos especializados, que o avaliaram com nota 83.

O jogo é uma história de mistério e intriga que combina divertidos quebra-cabeças lógicos com o mundo do sobrenatural, criando uma experiência totalmente nova e única no espaço de jogos portáteis.

Ghost Trick: Phantom Detective mistura aventura e quebra-cabeça, de modo que a jogabilidade desafia o cérebro de quem o joga, enquanto a arte e o design de personagens distintos proporcionam a diversão.

Superliminal (Nintendo Switch, 2020)

Nota dos usuários: 97 (avaliado por 941 jogadores)

Superliminal é outro jogo que se qualifica na nossa lista por causa da nota dada pelo público. O jogo 3D de aventura em primeira pessoa convida você a fugir de um sonho alucinante onde tudo é exatamente o que parece.

Ao adormecer com a TV ligada às 3h da manhã, você se lembra de ter visto o comercial do programa de terapia dos sonhos Somnasculpt do Dr. Pierce. No momento em que você abre os olhos, você já está sonhando – começando os primeiros estágios deste programa experimental.

Superliminal é um jogo de quebra-cabeça em primeira pessoa baseado em perspectiva forçada e ilusões de ótica. Os quebra-cabeças neste jogo dão a você uma sensação do inesperado. Os jogadores precisam mudar sua perspectiva e pensar fora da caixa para acordar do sonho.

Super Mario Odyssey (Nintendo Switch, 2017)

Nota dos críticos: 97

O jogo que de cara foi visto como o encontro entre Mario e Grand Theft Auto (GTA). Super Mario Odyssey foi um dos grandes lançamentos no início da existência do Nintendo Switch no mercado, e segue altamente relevante.

Nesse jogo Must-Play, Mario embarca em uma nova jornada por mundos desconhecidos, correndo e pulando por enormes mundos 3D no primeiro jogo Mario em estilo sandbox desde Super Mario Sunshine.

Metroid Prime (GameCube, 2002)

Nota dos críticos: 97

O melhor Metroid de todos os tempos? Bem, pelo Metacritic, com certeza! E pela comunidade gamer parece que essa é a avaliação predominante.

Metroid Prime traz Samus em uma nova missão para desvendar o mistério por trás das paredes em ruínas espalhadas por Tallon IV. Você é uma caçadora de recompensas e verá o mundo através de seu visor, que exibe informações que vão desde os níveis de energia atuais até munições.

Neste game com selo Must-Play do Metacritic, depende de você explorar o mundo e recuperar mais power-ups e armas, que gradualmente abrem mais áreas de jogo.

Perfect Dark (Nintendo 64, 2000)

Nota dos críticos: 97

Dediquei diversos adjetivos para GoldenEye 007. A verdade é que Perfect Dark merece o dobro dos elogios.

Se as armas do primeiro jogo da franquia 007 foram um diferencial, em Perfect Dark o armamento é levado a um novo nível. O estilo Sci-Fi do jogo liderado por Joanna Dark oferece armas incríveis como a memorável Laptop Gun.

Joanna deve descobrir a verdade por trás dos avanços tecnológicos da dataDyne Corporation, avanços que podem ter consequências graves para a humanidade. O jogo tem um modo solo ótimo e multiplayer memorável. Must-Play nele!

Perfect Dark também foi remasterizado para Xbox 360.

Super Mario Galaxy 2 (Wii, 2010)

Nota dos críticos: 97

Super Mario Galaxy 2 é a sequência do jogo original de saltos pela galáxia. Nesse game também está incluída a exploração baseada na física que desafia a gravidade do primeiro jogo, mas agora com galáxias totalmente novas e recursos para desafiar os jogadores.

Em alguns estágios, Mario pode se juntar a seu amigo dinossauro Yoshi e usar sua língua para agarrar itens e cuspi-los de volta nos inimigos. Os jogadores também podem se divertir com novos itens, como uma broca que permite que nosso herói faça um túnel através de rocha sólida.

Super Mario Galaxy (Wii, 2007)

Nota dos críticos: 97

Além da nota altíssima, Super Mario Galaxy foi eleito como o Jogo do Ano 2007 pelo Metacritic. Mais uma vez a Nintendo inovou a ponto de superar tudo o que estava instituído na franquia Mario Bros. até o momento.

Super Mario Galaxy se destaca por desafiar a gravidade em aventuras por diversos planetas da galáxia. Sua jogabilidade inovadora é reconhecida até hoje, o que justifica o consenso entre críticos e usuários do Metacritic, que o avaliaram com 91, mantendo ambas as notas acima de 90.

O melhor jogo da Nintendo de acordo com o público

Surpreende ver que o nome no topo da lista dos melhores jogos da Nintendo não é Mario, Zelda, Pokémon ou Sonic.

Ainda mais se considerarmos que a seguir você descobrirá o melhor jogo da Nintendo na opinião dos críticos, que por sinal também é o mais bem avaliado da história do Metacritic.

Pois bem, vamos ao melhor game da Big N na opinião do público geral da plataforma.

Tengami (Wii U, 2014)

Nota dos usuários: 98 (avaliado por 913 jogadores)

Situado no Japão de antigos contos de fadas sombrios, Tengami é um jogo de aventura exploratório cheio de maravilhas e mistérios.

Os jogadores exploram um mundo pop-up lindamente arquitetado em papel que se dobra e se desdobra na ponta dos dedos para resolver quebra-cabeças e progredir. Tengami tem um estilo de arte minimalista impressionante, inspirado nas artes e ofícios tradicionais japoneses.

O melhor jogo da Nintendo de todos os tempos

Não basta ser o número 1 entre os melhores jogos da Nintendo, este também é o game mais bem avaliado entre todos no Metacritic.

Estamos falando de…

The Legend of Zelda: Ocarina of Time (Nintendo 64, 1998)

Nota dos críticos: 99

The Legend of Zelda: Ocarina of Time, do Nintendo 64, é considerado o melhor jogo de todos os tempos, segundo avaliação dos críticos do Metacritic

Que jogo, senhoras e senhores!

Em The Legend of Zelda: Ocarina of Time, o jovem Link é enganado por Ganondorf, o Rei dos Ladrões de Gerudo. O malvado humano usa Link para ganhar acesso ao Sacred Realm, onde ele coloca suas mãos manchadas na Triforce e transforma a bela paisagem hyruliana em um deserto árido.

Link está determinado a consertar os problemas que ajudou a criar. Então, com a ajuda de Rauru, ele viaja no tempo reunindo os poderes dos Sete Sábios.

Esse clássico do Nintendo 64 também possui o raro consenso universal, sendo avaliado com nota 91 pelo público do Metacritic (com 6.262 avaliações)!

LEIA TAMBÉM | Trilhas sonoras de jogos: 5 artistas que fãs da Nintendo precisam conhecer

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Artigo anteriorControl: Como desbloquear todas as habilidades de Objetos de Poder
Próximo artigoGuardiões do Tempo: Conheça Ast, Vort e Zanth
Jornalista pós-graduado em Jornalismo Digital, fã de Mr. Robot, Pokémon e com uma menção honrosa a 24 Horas, o seriado que me fez entrar no mundo de séries e filmes.