Início GAMES Artigo Pokémon GO: Confira a programação da Hora do Holofote em setembro

Pokémon GO: Confira a programação da Hora do Holofote em setembro

Pokémon GO Hora do Holofote

A Temporada de Travessura terá início em setembro no Pokémon GO! Com ela chegam também outros eventos relacionados à temática da temporada, inclusive a Hora do Holofote (Spotlight Hour).

A Hora do Holofote (Spotlight Hour) é um evento semanal no Pokémon GO. Todas as terças-feiras, entre 18h e 19h no horário local, um Pokémon é destacado e é dado um bônus especial.

Durante o evento, o Pokémon destacado aparece em grande quantidade na natureza.

Precisando de doces para determinados Pokémon? Ou está em busca de alguns para montar equipes para a Liga de Batalha GO?

Então a Hora do Holofote pode ser uma ótima oportunidade para você! Os bônus também podem ajudar muito para conquistar esses objetivos, ou então para subir de nível rapidamente.

Veja a seguir a programação da Hora do Holofote em setembro:

07/09: Spoink (psíquico) com poeira estelar em dobro ao capturar qualquer Pokémon.

Spoink é o Pokémon em destaque na Spotlight Hour do dia 7 de setembro de 2021

14/09: Baltoy (terrestre / psíquico) com o dobro de Pontos de Experiência (XP) ao capturar qualquer Pokémon.

Baltoy é o Pokémon em destaque na Spotlight Hour do dia 14 de setembro de 2021

21/09: Skitty (normal) com o dobro de doces ao capturar qualquer Pokémon.

Skitty é o Pokémon em destaque na Hora do Holofote do dia 21 de setembro de 2021

28/09: Meowth de Alola (sombrio) com o dobro de doces ao transferir qualquer Pokémon.

Meowth (Forma de Alola) é o Pokémon em destaque na Hora do Holofote do dia 28 de setembro de 2021

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Artigo anteriorCRÍTICA – Mortal Kombat Legends: A Batalha dos Reinos (2021, Ethan Spaulding)
Próximo artigoCRÍTICA – Cinderela (2021, Kay Cannon)
Jornalista pós-graduado em Jornalismo Digital, fã de Mr. Robot, Pokémon e com uma menção honrosa a 24 Horas, o seriado que me fez entrar no mundo de séries e filmes.