Início QUADRINHOS Notícia Batgirl: Revelado novo traje da heroína nos quadrinhos

Batgirl: Revelado novo traje da heroína nos quadrinhos

245
0

Bem, não é um traje inteiramente novo, como você pode ver na capa de Batgirl #26. Sean Gordon Murphy ficou incumbido de redesenhar o traje, que parece ter se inspirado em seu traje de Ano Um, o esquema de cores cinza, amarelo, e azul estão de volta, mas com algumas mudanças modernas, como seu tradicional símbolo peitoral agindo como a alça para uma pequena bolsa em suas costas, uma capa mais curta, luvas mais detalhadas, botas e um cinto de utilidade. Ela também não usa um capuz completo, tendo apenas a ponta de suas orelhas de morcego aparecendo entre seus cabelos.

A série dá boas-vindas à roteirista Mairghread Scott e aos artistas Paul Pelletier e Elena Casagrande, e o novo traje meio que casa com o retorno de Barbara à Gotham City.

Confira a capa abaixo:

De acordo com a roteirista:

“Essa era pra ser a versão do traje que ela estava trabalhando enquanto ainda vivia com seu pai. Essa é a razão desse traje parecer tanto com seu original de Batgirl. O traje Ano Um, é de quando ela ainda morava com seu pai. Ela não pode voltar de Burnside, e isso parece uma emergência. Então a versão em que ela estava trabalhando [antigamente], ela havia guardado caso precisasse. Isso também nos ajuda um pouco com a história, pois ele é um pouco menos chamativo. Queríamos que ela fosse mais furtiva, e queríamos que ela fosse capaz de integrar mais tecnologia em seu cinto.”

A Batgirl enfrentará um vilão chamado Grotesque, que foi “originalmente, um tipo de viciado em adrenalina que gostava de roubar as melhores coisas da vida, mas ele foi enviado para Blackgate. Agora, ele está de volta e descobrimos que o tempo que passou na prisão realmente o mudou,” disse Scott.

Não o mudou de uma forma inocente, mas a respeito de tática, assim como um novo hobby do vilão, que é criar arte usando partes humanas. “Coisas como Perseu com a cabeça de Medusa, mas talvez com uma cabeça humana no lugar. Ou então natureza-morta, feita com mãos humanas. Ele ainda rouba coisas, é claro, mas é diferente – ele está mudando, escalando. E a Batgirl precisa pará-lo.”

Enquanto Grotesque apresentará um desafio, Barbara enfrentará uma luta interna em seu novo arco.

“O implante que a permite andar está em curto, mas quando isso acontecer [Barbara] estará bem, tipo ‘Oh, ok, minhas pernas não estão funcionando, eu posso lidar com isso. Está tudo bem.’ Pois ela foi o Oráculo por muito tempo, entende? Ela sabe como operar sem o chip.”

Mas ficar sem o movimento de suas pernas, não é a única coisa em risco.

“Decidimos que o implante em sua coluna, precisa estar ligado ao seu cérebro de alguma forma. Então, esse é o risco – ela é uma garota que pode sobreviver a quase tudo, enquanto ela tiver seu cérebro, mas o que acontece se seu cérebro de repente se tornar algo não confiável? Minha mãe teve um tumor cerebral, então eu tirei muito do que Barbara enfrentará do que eu vivi com ela – tivemos muitas conversas estranha como ‘Ei, você se lembra como se sentiu quando tinha dano cerebral?”

“Pois isso é assustador, entende? Minha mãe foi professora por anos e de repente foi uma luta. Ela precisava pensar em coisas como ‘e se a parte responsável pela fala no meu cérebro não funcionar? Como eu me alimentarei, como alimentarei minha família?’ Então é isso que a Batgirl enfrentará, ela está preocupada de que sua memória eidética possa não ser perfeita e suas habilidades investigativas possam estar falhando.”

Enquanto essas serão as questões que a personagem enfrentará, não espere que ela permaneça como a Oráculo, ou perca o que aprendeu em Burnside.