Início QUADRINHOS Crítica CRÍTICA – Sabrina (2020, Veneta)

CRÍTICA – Sabrina (2020, Veneta)

60
0
Sabrina

Sabrina é uma HQ disponibilizada pela editora Veneta e aborda temas contemporâneos como as fake news e as consequências do linchamento virtual.

Em maio de 2014 o Brasil ficou chocado com linchamento de Fabiane Maria de Jesus que foi confundida com uma suposta sequestradora de crianças que realizava rituais de feitiçaria, cujo o seu suposto retrato falado foi divulgado nas redes sociais, o que essas pessoas que realizaram justiça com as próprias mãos não esperavam era que essa cidadã foi vítima de fake news, e que teve consequências trágicas, pois Fabiane veio a morte.

Perante esse caso bárbaro, como ficou o estado psicológico emocional da família de Fabiane, uma vez que a garota foi punida injustamente? Infelizmente esse não foi o último caso dentre tantos de fake news que o país sofre frequentemente. Diante disso, lhes trago a graphic novel Sabrina que vai expor as consequências que a pós-verdade podem causar a estrutura familiar.

Escrita e desenhada por Nick Drnaso, Sabrina foi publicada originalmente pela editora Drawn and Quarterly em Maio 2018 e foi amplamente aclamada pela crítica, sendo a primeira graphic novel a ser indicada para Man Booker Prize daquele ano.



SABRINA – SINOPSE

Aqui acompanhamos o misterioso desaparecimento da jovem Sabrina e os reflexos desse evento na vida das pessoas ao seu redor: a angústia de Teddy, o namorado, que passa os dias na cama imaginando o paradeiro da garota desaparecida, a tensão de seu amigo Calvin, um oficial da Força Aérea que se vê subitamente envolvido na trama e o desespero da irmã Sandra, em busca de notícias, recusando-se a aceitar o pior.

Em meio ao sofrimento da família, os fóruns alimentam a internet com teorias conspiratórias sobre o caso e disseminam fake news que ganham repercussão cada vez maior, borrando os limites entre realidade e ficção.



ANALISE

Sabrina é uma HQ extremamente angustiante, principalmente por sua arte minimalista com tonalidades monótonas e frias que tem bastante semelhança a arte de Chris Ware, ligado ao seu roteiro que é digno de um filme thriller. Além da trama central, Drnaso aborda tragédias que chocaram os EUA (11 de Setembro) que geram fake news e teorias da conspiração.

Nick Drnaso realiza uma excelente crítica ao sistema de disseminação de fake news e suas consequências negativas dentro da sociedade, além de manter um tema que vem sendo tão recorrente no mundo nos últimos anos.

VEREDITO

Posso dizer que Sabrina é uma excelente graphic novel e com certeza vai estar na lista de melhores do ano de muitos leitores. Contudo o material pode não agradar aos leitores de super-heróis que esperam ação ou aventura, pois apresenta um tema maduro e que certamente vai ser material de estudo sobre a disseminação de fake news.

Nossa nota

Editora: Veneta

Autor: Nick Drnaso

Páginas: 208

E você, já leu a HQ? Deixe sua opinião nos comentários e sua nota!

Nota do publico
Obrigado pelo seu voto



Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Comentários