Início QUADRINHOS Crítica CRÍTICA – Skyward – Volume 1 (2019, Devir)

CRÍTICA – Skyward – Volume 1 (2019, Devir)

98
0
Skyward

Imagine um mundo em que nada mais é como costumava ser. Em que apenas uma pequena porção de gravidade impera sobre tudo e todos que habitam a Terra, e os que vivem presos ao chão são apenas os membros mais ricos da sociedade, que não querem aceitar que o mundo não mais é como fora certa vez. Esse é o panorama que nos é apresentado em Skyward.

Lançada originalmente nos Estados Unidos em 2018, a HQ foi indicada ao prêmio Eisner em 2019. O quadrinho que chegou ao Brasil pelas nas mãos da editora Devir, conta com roteiro de Joe Henderson – o showrunner da série Lucifer -, e é ilustrado por Lee Garbett (responsável por Loki: Agente de Asgard) e Antonio Fabela (responsável por Thanos e A Vingança do Motoqueiro Fantasma Cósmico). Skyward nos faz sentir como um explorador no mundo repleto de mudanças, em que apenas a nossa imaginação fora capaz de teorizar/imaginar.

Skyward

Tendo como ponto de vista a vida da jovem Willa Fowler, somos apresentados brevemente ao evento que causou o cataclismo que fez a humanidade beirar sua extinção. Chamado de Dia G – o dia em que a gravidade praticamente deixou de existir -, o evento foi o responsável por mudar completamente a vida da protagonista, assim como de todos os habitantes do planeta Terra.

As discussões acerca dos que adoram física e ciência em geral, surge a medida em que a leitura se inicia. Como os humanos acostumados à antiga gravidade foram capazes de se adaptar ao novo mundo? A fisiologia daqueles que aqui habitam, assim como toda a sustentabilidade da vida seja ela humana ou animal, na Terra, é baseada na gravidade.

Sem revelar muito em seu primeiro volume, Skyward é responsável por nos incitar a querer saber mais daquele mundo e das tecnologias utilizadas a fim de garantir a sobrevivência daqueles que aqui permaneceram.

Skyward

O roteiro primoroso de Henderson, assim como as ilustrações de Garbett nos fazem sentir imersos naquele mundo, assim como nos fazem rapidamente prender o ar em algum momento de maior tensão.

Willa Fowler é uma das personagens mais imponentes e fortes do mundo dos quadrinhos atualmente. Com apenas um volume lançado no Brasil, a personagem surge com um imenso potencial, e é a mais promissora no que tange um possível maior desenvolvimento de seu passado, e as escolhas futuras de restauração do que o mundo certa vez fora.

Skyward foi lançado pela editora Devir no Brasil em Outubro de 2019, e é um dos quadrinhos que merecem ser acompanhados por sua história envolvente, que aborda questionamentos como a vida, medos mais profundos, culpa e até mesmo a liberdade como um dos maiores sentimentos que alguém pode vir a sentir.

Nossa nota

Você já deu uma chance para Skyward? O quadrinho vale muito a pena ser lido. Se você já leu o quadrinho, conta pra gente nos comentários o que achou e dê sua nota para ele!

Nota do público
Obrigado pelo seu voto



Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.