Início SÉRIE Artigo Brooklyn Nine-Nine: Relembre os vencedores dos Roubos de Halloween

Brooklyn Nine-Nine: Relembre os vencedores dos Roubos de Halloween

Brooklyn Nine-Nine: 8ª temporada abordará a brutalidade policial

A 7ª temporada de Brooklyn Nine-Nine chegará ao catálogo da Netflix amanhã (13) e algo que esperamos muito ver é o já tradicional Roubo de Halloween.

Na primeira temporada tivemos os Jogos Jimmy Jabs, mas não vingou nas temporadas subsequentes, diferente do Roubo de Halloween, que se tornou um evento marcante para a delegacia

Em todas as temporadas tem um episódio especial e dedicado, para marcar a competitividade deles; e está lista irá relembrar todos os momentos do Roubo de Halloween!

A 8ª – e última – temporada estreou no dia 12 de agosto, nos EUA; e dia 9 deste mês, aqui no Brasil, na Warner Channel.

S1E6 – Halloween

Aqui é onde vemos pela primeira vez os detetives fantasiados e quando o roubo é iniciado. Após uma aposta entre Capitão Raymond Holt (Andre Braugher) e o Detetive Jake Peralta (Andy Samberg), onde o detetive teria até 00:00h para roubar um item do capitão e estar com o objeto ao fim do prazo definido.

O roubo: A medalha por bravura do capitão.

A aposta: Se Jake vencer, Holt deverá preencher toda a papelada de Jake dos casos bizarros ocorridos durante o Halloween e, claro, declarar publicamente aos colegas de delegacia que Jake é um “detetive incrível/gênio” pelo sucesso do roubo em questão.

Se Jake não conseguir concluir o roubo, deverá trabalhar 5 finais de semana sem horas extras.

E assim se iniciou uma grande tradição da série.

O vencedor: Jake.

PUBLICAÇÃO RELACIONADA | Brooklyn Nine-Nine: As 5 melhores cenas pré-abertua da 1ª temporada

S2E4 – Halloween 2

No segundo ano de Brooklyn Nine-Nine, a aposta da vez é o roubo do relógio que está no pulso do capitão Holt.

É claro que, depois de ganhar no primeiro ano, o Jake já estava um pouco convencido de que seria o grande vencedor, mas não é bem assim que o episódio termina. Até por que toda equipe está engajada (a fazê-lo perder)!

O roubo: Relógio de pulso de Holt.

A aposta: Se Holt vencer, Jake trabalhará 5 semanas sem horas extras; no caso de Jake vencer, Holt deverá preencher toda a papelada de Jake por 1 semana. E claro, o anúncio do perdedor intitulando o vencedor como um “detetive incrível/gênio”.

O vencedor: Holt.

O título: Com a vitória de Holt o título passa a ser “capitão incrível/gênio”, ajustando-se a sua patente.

S3E5 – Halloween Parte 3

No terceiro ano da competição, as coisas ficaram mais sérias. E o desempate é uma necessidade para Holt e Paralta, onde ambos teriam que roubar o mesmo objeto e apenas um se tornaria o melhor detetive incrível/gênio.

O roubo: Uma coroa.

A aposta: Holt e Peralta combinam de montar duas equipes e cedem suas horas extras para seus companheiros de roubo e quem vencer teria um dia de folga, além de ser o “detetive incrível/gênio” do ano.

As equipes: Holt escolhe Terry (Terry Crews), Gina (Chelsea Peretti) e Jake escolhe Charles (Joe Lo Truglio), Rosa (Stephanie Beatriz); e Amy (Melissa Fumero) foi deixada de lado, nenhum deles confiava nela para essa missão.

Os atrapalhados Scully (Joel McKinnon Miller) e Hitchcock (Dirk Blocker) ficam de fora por motivos óbvios.

A vencedora: Amy.

S4E5 – Halloween IV

Quando chegamos na quarta temporada, já temos três vencedores e esse será o ano onde cada um deles irá montar um time para competir. Querendo encontrar assim (de novo) o verdadeiro vencedor.

O roubo: Uma placa de “detetive incrível/gênio”.

A aposta: Qualquer ideia de ter uma vantagem “foi para as cucuias”; este ano ser o vencedor é o que importa.

As equipes: Após a escolha de Terry por não participar da competição, a atual campeã Amy inicia a rodada de escolhas e forma dupla com Rosa; Holt escolhe Charles e Peralta forma dupla com Gina.

Scully e Hitchcock ficam responsáveis por ficarem de olho em Terry.

A vencedora: Gina.

A atualização: Por ser uma civil, como vencedora do Roubo de Halloween, Gina institui que o título agora deve se chamar um “humano incrível/gênio”, substituindo a patente antes utilizada pelo vencedor.

S5E4 – Roubo no Halloween

No quinto ano a O Roubo de Halloween chegou em um nível superior, a competitividade afeta a todos. Até aos “perdedores”.

Mas, o ápice do episódio é quando Jake pede a Santiago em casamento. Todo o “roubo” tinha essa finalidade. Peralta havia armado tudo para pedir sua amada em casamento e emocionar a todos.

O roubo: Um cinturão (ou como Holt diz: uma faixa de campeonato) com os dizeres “humano incrível/gênio”.

A aposta: Sim, já era aposta. O importante é vencer.

As equipes: Este ano é cada um por si, com exceção de Charles, Rosa e Terry que se unem contra os vencedores dos anos anteriores e formam Os Manés.

Os vencedores: Como todos estavam com o espírito competitivo à flor da pele, Jake surpreende a todos ao se aproveitar do Roubo de Halloween para fazer seu pedido de casamento para Amy. Não tivemos um vencedor, mas os ânimos foram aplacados graças a força do amor.

S6E16 – Cinco de Maio

Aqui, o Halloween foi comemorado em um outra data. Com alguns “acontecimentos trágicos” na data original, o roubo vai acontecer no dia 5 de Maio, com intuito de distrair o Sargento Terry Jeffords que iria prestar uma prova importante, na qual poderia torná-lo Tenente.

A cada ano que passa, a competição fica mais louca e mais concorrida. Cada vez mais, os limites são ultrapassados!

O roubo: A pulseira de identificação de Scully.

As equipes: Jake escolhe Terry, Holt escolhe Amy; Rosa não quer participar e Charles se junta a amiga, ou não. Já que Rosa é uma infiltrada de Holt.

O vencedor: Terry, que agiu sozinho enganando a todos.

A 8ª – e última – temporada de Brooklyn Nine-Nine estreou no dia 12 de agosto, nos EUA; e dia 9 deste mês, aqui no Brasil, na Warner Channel.

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Artigo anteriorPlayStation Showcase: 3 jogos para você ficar de olho
Próximo artigoCRÍTICA – Maligno (2021, James Wan)
Um carioca apaixonado por livros, cinema, games e que ama falar de nerdice.