Início SÉRIE Crítica CRÍTICA – Outer Banks (2ª temporada, 2021, Netflix)

CRÍTICA – Outer Banks (2ª temporada, 2021, Netflix)

CRÍTICA - Outer Banks (2ª temporada, 2021, Netflix)

A nova temporada de Outer Banks, sucesso da Netflix que estreou no ano passado, chegou hoje (30) ao catálogo da gigante do streaming. No retorno, encontraremos John B (Chase Stokes) e Sarah (Madelyn Cline) como fugitivos nas Bahamas, após escaparem por pouco da morte na temporada anterior. Enquanto isso, Kiara (Madison Bailey), Pope (Jonathan Daviss) e JJ (Rudy Pankow) encaram novos amigos e inimigos em casa.

PUBLICAÇÃO RELACIONADA | Outer Banks: Resumão da 1ª temporada

SINOPSE

Os US$ 400 milhões ainda estão em jogo, mas será que a revelação de um novo segredo vai reunir o grupo para mais uma missão? A aventura de uma vida os aguarda, mas navegar em novas águas leva os nossos Pogues a fazerem tudo o que podem para saírem vivos dessa.

ANÁLISE

Antes da estreia da segunda temporada, o trio Jonas PateJosh Pate e Shannon Burke, criadores da série, prometeram uma temporada que “traz mais um pouco de tudo o que os fãs amaram na primeira – mistério, romance e muitas aventuras arriscadas“.

LEIA TAMBÉM:

CRÍTICA – Outer Banks (1ª temporada, 2020, Netflix)

Pois é, os criadores da série realmente cumprem o prometido e trazem para a segunda temporada mais um pouco de mistérios, romances e aventuras, mas infelizmente isso não é o suficiente para este que vos escreve.

Alguns dos plot twists criados para fazer com que a trama avance são tão clichês que me fizeram revirar os olhos por me faltar paciência. Muitas situações beiram o absurdo e muitas que são tão simplórias que parecem tratar o espectador como bobo.

VEREDITO

Outer Banks acerta com a vibe de amizades adolescentes, mas falta muito para se tornar uma série cativante; vamos torcer para que a terceira temporada, se vier, não seja um martírio ao assisti-la.

Nossa nota

2,0 / 5,0

Assista ao trailer legendado:

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Artigo anteriorSanguinário: Conheça o vilão membro do Esquadrão Suicida
Próximo artigoPokémon Unite: Melhor build para Gardevoir
Um carioca apaixonado por livros, cinema, games e que ama falar de nerdice.