CRÍTICA | Pacificador – S1E5 Suave Na Nave (2022, HBO Max)

    Pacificador está chegando perto de sua reta final e Suave Na Nave foi o quinto episódio do seriado da HBO Max em parceria com a DC Comics.

    ANÁLISE DE SUAVE NA NAVE

    vigilante

    Suave Na Nave talvez tenha sido o episódio mais frenético e cheio de ação de Pacificador, pois não faltou tiro, porrada e bomba, literalmente, nesse capítulo.

    A velocidade do texto e dinamismo do texto deu uma urgência maior aos fatos, ainda mais que houve um desenvolvimento bastante interessante do grupo de personagens num todo. De fato, se nos primeiros episódios havia uma desconexão por ser um punhado de pessoas que não se gostam trabalhando juntas, agora Pacificador apresnta uma gangue de loucos que entica uns com os outros por meio de apelidos babacas e um humor na medida certa.

    Mesmo que ainda a galhofice seja o centro, as formas como o roteiro aborda os traumas e traços de Chris (John Cena) são muito boas e sempre temos pílulas das personalidades dos demais anti-heróis. O Vigilante, por exemplo, se mostra cada vez mais psicótico, mesmo que o rosto ingênuo de Freddy Stroma nos traga um ar de bom mocismo. A ambiguidade de sentimentos é o maior trunfo de Pacificador e Suave Na Nave abordou isso de forma exemplar.

    Por fim, mais uma vez tivemos uma trilha sonora impecável que nos deixa mega empolgados a cada momento, visto que a montagem é perfeita e as conexões se dão de várias formas na série.

    VEREDITO

    pacificador

    Com um roteiro divertido, mas cheio de conteúdo e boas cenas de ação, Pacificador mostra que é uma das séries mais legais dos últimos anos. Com uma produção de cinema e personagens espetaculares, ficamos ansiosos para o que vem pela frente. Estou torcendo muito para que tenhamos mais produções como essa na DC Comics!

    Nossa nota

    4,3/5,0

    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    CRÍTICA – Love, Death and Robots (3ª temporada, 2022, Netflix)

    Criaturas aterrorizantes, surpresas bizarras e humor ácido. Finalmente a terceira temporada de Love, Death and Robots está entre nós!

    CRÍTICA – Night Sky (1ª temporada, 2022, Prime Video)

    Night Sky é a nova série do Prime Video que traz em seu elenco principal os atores J.K. Simmons e Sissy Spacek. Confira nosso review!

    CRÍTICA – Vampiro no Jardim (1ª temporada, 2022, Netflix)

    A 1ª temporada de Vampiro no Jardim chegou ao catálogo da Neflix no dia 16 de maio. Veja o que achamos do anime!

    CRÍTICA – O Poder e a Lei (1ª temporada, 2022, Netflix)

    O Poder e a Lei é uma série baseada na saga literária de Michael Connelly sobre Michael "Mickey" Haller, um advogado de defesa. Uma...