PRIMEIRAS IMPRESSÕES – Sandman (1ª temporada, 2022, Netflix)

    Uma das séries mais esperadas do ano acaba de ser lançada na plataforma da Netflix. A adaptação de Sandman, o clássico quadrinho de Neil Gaiman, chega ao streaming com a promessa de trazer às telas não apenas os personagens e as histórias que marcaram toda uma geração, mas também toda a carga simbólica existente naquele universo.

    Por isso mesmo, por muito tempo, alguns fãs consideraram a jornada do Mestre dos Sonhos uma obra inadaptável. Seja por causa da sutileza da escrita de Gaiman, que enche de significado cada fala e personagem representado em seus quadros, ou pela própria dificuldade de tirar o projeto do papel, ver Morpheus e todo o seu universo em live action é definitivamente curioso.

    Estrelada por Tom Sturridge, Gwendoline Christie, Jenna Coleman, Kirby Howell-Baptiste, Boyd Holbrook, Donna Preston, entre outros; Sandman chega ao catálogo da gigante do streaming hoje, dia 05.

    SINOPSE

    Existe outro mundo que espera por todos nós quando fechamos os olhos e dormimos – um lugar chamado Sonhar, onde Sandman, o Mestre dos Sonhos (Tom Sturridge), dá forma aos nossos medos e fantasias mais profundos. Mas quando Sonho é capturado de forma inesperada e feito prisioneiro por um século, sua ausência desencadeia uma série de incidentes que mudarão para sempre o Sonhar e o mundo desperto. Para restabelecer a ordem, Sonho precisa encarar uma jornada por diferentes mundos e tempos e reparar os erros que cometeu durante sua vasta existência, revisitando velhos amigos e inimigos; e conhecendo novas entidades cósmicas e humanas.

    ANÁLISE

    Antes de começar a análise, se você caiu de paraquedas em meio ao hype do pessoal, fique tranquilo. Embora seja um quadrinho muito popular e influente, ele também é igualmente antigo e nem todo mundo que vai acompanhar o seriado da Netflix leu a obra original. Se for o seu caso, seja bem-vindo ao mundo do Sonhar.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | Sandman: As melhores HQs para ler antes da série

    Aparentemente, o seu enredo está seguindo de forma bem fiel aos quadrinhos durante os três primeiros episódios que tivemos acesso. A ordem dos acontecimentos, e a maneira como somos apresentados aos demais personagens acontece de forma bem envolvente, onde a cada momento queremos ver mais detalhes sobre cada um daquele universo.

    Até o episódio 3, ainda não podemos conferir todos os detalhes de cada um dos Perpétuos, que são um grupo de criaturas imortais que controlam vários aspectos do universo sobre a humanidade e tem domínio total sobre uma dimensão que representa o conceito que vive através deles. Eles são os sete filhos de entidades ainda mais antigas, conhecidas como Noite e Tempo. Desta forma, Sonho, Morte (Kirby Howell-Baptiste), Destino, Destruição, Desejo, Desespero e Delírio são forças vinculadas a seus deveres, moldando o universo com poderes quase ilimitados.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | Sandman: Quem são os Perpétuos?

    Agora falando especificamente sobre o nosso protagonista, Morpheus, interpretado por Tom Strudge. Acredito que tenha sido uma ótima escolha, em diversos momentos suas expressões, modo de falar, forma de andar lembram de fato o Rei dos Sonhos que conhecemos.

    Em relação ao CGI, pelos três primeiros episódios está bastante apreciativo. É possível perceber que há diversos detalhes inspirados nos quadrinhos bastante perceptíveis, além de easter eggs e referências até mesmo fora do universo de Sandman.

    Já o seu visual, ainda não é possível definir se teremos uma estética autêntica; por enquanto, tudo parece ainda um tanto habitual, nada que podemos definir como novidade no sentido de elementos como a fotografia ou takes da direção.

    Assista ao trailer legendado:

    Sandman chega ao catálogo da Netflix hoje, 05 de agosto.

    LEIA TAMBÉM:

    Neil Gaiman: 10 grandes obras do autor de Sandman

    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    CRÍTICA – Manifest (2ª temporada, 2020, NBC)

    A segunda temporada de Manifest aprofunda ainda mais a história sem resolver arcos do passado. Mas isso é bom, ou ruim?

    Sandman: Quem é quem na série da Netflix?

    Sandman é um dos grandes lançamentos do mês de agosto na Netflix e conta com um bom elenco. Confira agora os principais nomes da série.

    Sem Limites: Quem é o elenco da série do Prime Video?

    A minissérie Sem Limites conta a história de Fernão de Magalhães em sua empreitada de mapear um novo caminho até as Índias. Conheça o elenco!

    CRÍTICA – Sem Limites (Minissérie, 2022, Prime Video)

    Sem Limites é uma minissérie de ficção-histórica estrelada por Rodrigo Santoro e Álvaro Morte que conta a história de Fernão de Magalhães.