Ana de Armas: Conheça a atriz e seus 10 melhores trabalhos

    Com um patrimônio líquido acumulado de US$ 4 milhões ao longo dos anos, Ana de Armas é um nome em ascensão em Hollywood e a atriz pode ter uma carreira potencialmente brilhante pela frente. Um de seus filmes de maior bilheteria, Entre Facas e Segredos (2019), arrecadou mais de US$ 305 milhões em bilheteria mundial.

    História

    Ana Celia de Armas Caso nasceu em 30 de abril de 1988, em Havana, Cuba. Seu pai, Ramón de Armas trabalhou em vários empregos, incluindo gerente de banco, diretor de escola, professor e vice-prefeito de uma cidade. Sua mãe, Ana, trabalhava na seção de recursos humanos do Ministério da Educação. Além da nacionalidade cubana de sua terra natal, ela detém nacionalidade espanhola, a qual adquiriu através de seus avós maternos.

    Quando adolescente, ela decidiu que queria ser atriz e, aos 14 anos, começou a estudar na Escola Nacional de Teatro de Cuba. Aos 18 anos, Ana de Armas mudou-se para Madrid, Espanha, para seguir a carreira de atriz.

    Início de carreira

    Ana fez sua estreia como atriz em um filme espanhol de 2006, um drama criminal intitulado Una Rosa de Francia, onde interpretou o papel de Marie. Depois de se mudar para a Espanha aos 18 anos na esperança de obter mais oportunidades, a atriz estreou na televisão espanhola em 2007 em um drama chamado El Edén Perdido. No mesmo ano, ela apareceu no papel principal de Carolina Leal Solís no thriller de drama El Internado, do qual fez parte do elenco por 6 temporadas.

    Ela então fez vários trabalhos em espanhol, incluindo o filme Mentiras y Gordas (2009), Faraday (2013), o drama Por Un Puñado de Besos (2014), a série de TV La Leyenda (entre 2010 e 2012) e muitos mais. Em 2014, com muito incentivo de sua família e amigos, ela decidiu contratar um agente de Hollywood e depois se mudou para Los Angeles para tentar a sorte na indústria cinematográfica americana.

    Com seu talento e determinação para chegar à indústria de Hollywood, ela teve a sorte do seu lado ao conseguir um papel ao lado de Keanu Reeves em seu primeiro filme hollywoodiano, Knock Knock – Perigosas Tentações (2016).

    Premiações

    Apesar de Blade Runner 2049 (2017) ter sido indicado em 5 categorias do Oscar e vencido em duas, Ana de Armas foi indicada por seu papel apenas no Saturn Awards, mas não venceu. Mas Entre Facas e Segredos (2019) recebeu várias indicações em diversos festivais de cinema e a atriz venceu em deles por sua atuação.

    Os 10 melhores trabalhos de Ana de Armas

    Knock Knock – Perigosas Tentações (2016)

    Evan Webber (Keanu Reeves), um pai e marido dedicado, abre sua casa para Genesis (Lorenza Izzo) e Bel (Ana de Armas), duas mulheres que afirmam estarem perdidas durante uma tempestade. As coisas pioram quando elas começam a seduzi-lo.

    Knock Knock – Perigosas Tentações é um remake do filme Death Game (1977), dirigido por Peter S. Traynor e estrelado por Sondra Locke e Colleen Camp. Todos os três indivíduos participaram da produção do remake, enquanto Camp também teve uma participação especial no filme mais recente. 

    Filha de Deus (2016)

    Isabel de la Cruz (Ana de Armas), uma jovem latina e profundamente religiosa que vive em uma área perigosa da cidade, começa a ser assombrada por visões estranhas que ela não consegue compreender, e que deram início uma noite em uma estação solitária de metrô. Na mesma noite, o detetive Galban (Keanu Reeves) encontra o seu parceiro e amigo, o detetive Cullen (Danny Hoch), morto na mesma estação de metrô.

    Cães de Guerra (2016)

    David Packouz (Miles Teller) leva uma vida tranquila em Miami, é casado e vai ter um bebê. Efraim (Jonah Hill) tem um negócio lucrativo e, vendo que David vem passando por dificuldades financeiras, resolve chamar o amigo de infância para trabalhar com ele. Os dois, que na adolescência já foram presos fumando maconha, entram numa nova jornada juntos, descobrindo um enorme mercado de venda de armas.

    Blade Runner 2049 (2017)

    Após os problemas enfrentados com os Nexus 8, uma nova espécie de replicantes é desenvolvida, de forma que seja mais obediente aos humanos. Um deles é K (Ryan Gosling), um blade runner que caça replicantes foragidos para a polícia de Los Angeles. Após encontrar Sapper Morton (Dave Bautista), K descobre um fascinante segredo: a replicante Rachel (Sean Young) teve um filho, mantido em sigilo até então. A possibilidade de que replicantes se reproduzam pode desencadear uma guerra deles com os humanos, o que faz com que a tenente Joshi (Robin Wright), chefe de K, o envie para encontrar e eliminar a criança.

    LEIA TAMBÉM:

    TBT #3 | Blade Runner – O Caçador de Androides (1982, Ridley Scott)

    Entre Facas e Segredos (2019)

    Após comemorar 85 anos de idade, o famoso escritor de histórias policiais Harlan Thrombey (Christopher Plummer) é encontrado morto dentro de sua propriedade. Logo, o detetive Benoit Blanc (Daniel Craig) é contratado para investigar o caso e descobre que, entre os funcionários misteriosos e a família conflituosa de Harlan, todos podem ser considerados suspeitos do crime. 

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | CRÍTICA – Entre Facas e Segredos (2019, Rian Johnson)

    O Informante (2019)

    Pete Koslow (Joel Kinnaman) é um agente que recebe a missão do FBI para entrar como prisioneiro em uma das mais notórias prisões da Suécia, a fim de se infiltrar na máfia polonesa. Mas depois de alguns imprevistos e a morte de um policial, ele é abandonado na missão, podendo ser exposto pelo detetive do caso.

    Wasp Network: Rede de Espiões (2019)

    Baseado em uma incrível história real. Na década de 1990, espiões cubanos se infiltram em grupos anticastristas de Miami para tentar acabar com o terrorismo contra Cuba. Roteiro e direção de Olivier Assayas. Inspirado no livro Os Últimos Soldados da Guerra Fria, de Fernando Morais.

    O Recepcionista (2020)

    Bart Bromley (Tye Sheridan) é um jovem com síndrome de asperger que trabalha como recepcionista em um hotel. Quando uma mulher é assassinada durante seu turno, Bart se torna o principal suspeito. Após a tragédia, ele é transferido para outro hotel da mesma rede, onde conhece a hóspede Andrea (Ana de Armas), por quem se apaixona imediatamente. Enquanto a investigação policial se aproxima, ele precisa provar sua inocência, proteger Andrea e parar o verdadeiro assassino antes que ele faça mais vítimas. 

    Sérgio (2020)

    Baseado no livro O Homem Que Queria Salvar o Mundo, de Samantha Power, e produzido pela Netflix, Sergio relata a biografia de Sergio Vieira de Mello (Wagner Moura), diplomata brasileiro das Nações Unidas que morreu em Bagdá, em 2003, durante um bombardeio à sede da ONU local. 

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | CRÍTICA – Sergio (2020, Greg Barker)

    Sem Tempo Para Morrer (2021)

    James Bond (Daniel Craig) deixa o MI6 e se muda para a Jamaica, mas um antigo amigo aparece e pede sua ajuda para encontrar um cientista desaparecido. Bond mergulha no caso e percebe que a busca é, na verdade, uma corrida para salvar o mundo.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | CRÍTICA – 007: Sem Tempo Para Morrer (2021, Cary Joji Fukunaga)


    Ana de Armas já tem vários projetos para 2022 incluindo Loira, Águas Profundas e O Homem Cinzento. E você, é fã da atriz? Deixe seus comentários abaixo!

    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    TBT #285 | ‘Vizinhos’ é comédia em que absurdos não param de escalar

    Os anos 2010 renderam incríveis comédias. O filme Vizinhos é a prova disso. O longa é estrelado por Seth Rogen, Rose Byrne e Zac Efron.

    TBT #284 | “Festival Sangrento” tenta emplacar horror, mas falha

    Festival Sangrento é uma curiosa crítica que acaba por abraçar o que ela parece criticar com tanto afinco. O filme falha como um horror, mas pode divertir.

    O que é o Festival de Cannes? Saiba mais sobre o evento anual de cinema e confira 4 recomendações de filmes

    Criado em 1946, o Festival de Cannes é um dos eventos de cinema mais prestigiados do mundo e acontece na cidade de Cannes, na França.

    TBT #283 | ‘Par Perfeito’ surpreende por diversão e espionagem

    Par Perfeito é uma ótima comédia. Lançado em 2010, somos lançados na história do casal Jen e Spencer, cujas vidas mudam em 24 horas.