Noites Sombrias #91 | 30 anos de Spawn

    Chegamos ao mês de novembro, um mês de grande importância para a cultura negra no geral e para celebrar este tão precioso momento, trazemos um personagem de quadrinhos que não é do eixo comum Marvel e DC mas sua existência é um marco no universo da nona arte: Spawn.

    Neste ano o anti-herói criado por Todd McFarlane chega ao seu 30º aniversário, um marco importante para um personagem que não é do eixo mais conhecido do grande publico, porém tem uma base tanto editorial quanto de fãs bem fiel.

    Spawn o melhor personagem negro dos quadrinhos sim ou claro?

    Spawn: O Soldado do Inferno é uma HQ lançada no formato mensal publicada pela editora Image Comics e criado pelo roteirista Todd McFarlane no ano de 1992 e, desde então, vem sendo publicado sem nenhum hiato desde a sua criação, sendo um dos poucos personagens negros, se não o único, a não ter a sua revista pausada ou interrompida.

    No início de seu lançamento Todd era o único responsável por toda a parte criativa relacionada ao personagem, mas posteriormente outros artistas passaram a contribuir no processo tendo a participação de artistas notáveis como Greg Capullo, Angel Medina, Frank Miller, Alan Moore e Neil Gaiman.

    ORIGEM

    Noites Sombrias #91 | 30 anos de Spawn

    A história é sobre Al Simons, um soldado que cumpriu serviço militar para o governo norte-americano realizando todo o tipo de tarefa incluindo muitos assassinados.

    Simons se torna um problema para os seus superiores, principalmente Jason Wynn, ao questionar a natureza de suas missões que então é assassinado por um mercenário chamado Capela.

    A alma do soldado é condenada ao Inferno por seus pecados, especificamente ao oitavo circulo, dominado por Malebolgia, que oferece um acordo para o ex-soldado liderar seus exércitos como uma Cria do Inferno em troca de seu retorno ao mundo dos vivos e para a sua esposa Wanda.

    Al aceita, porém retorna em um cenário completamente diferente com sua esposa, até então viúva, casada com seu melhor amigo Terry Fitzgerald e com uma filha chamada Cyan e, além de tantas decepções, tem no seu encalço a Cria do Inferno Violador para garantir que ele cumpra a sua parte do acordo.

    Assim a criatura do Inferno vive em uma parte da cidade de Nova York chamada de Beco dos Ratos e se tornando amigos dos mendigos, entre eles Botas, que posteriormente seria revelado ser um anjo.

    Apesar de todo o sofrimento ao seu retorno ao mundo dos vivos, Al Simons tem um vinculo com Cyan que o chama de “o homem triste” e carregou consigo por muito tempo um cadarço de tênis contendo a energia demoníaca de Spawn.

    PODERES

    Noites Sombrias #91 | 30 anos de Spawn

    Os poderes de Spawn são quase ilimitados como Cria do Inferno, porém enquanto ainda estava sobre o domínio de Malebolgia a cada luta havia um gasto de energia simbolizado em um cronômetro demoníaco em contagem regressiva que inicia-se em 9:9:9:9 que se encerrou no arco “Armageddon” na luta contra os doze apóstolos.

    Dentre as inúmeras habilidades que o Soldado do Inferno possui, podendo englobar tanto rajadas de energia quanto as habilidade paramilitares de Simons, a capa do seu uniforme sempre foi um destaque: tanto pelo seu tamanho quanto pela capacidade que seu usuário tem de transforma-la no que desejar.

    O uniforme utilizado por Spawn ao se tornar um Hellspawn é um simbionte (curiosamente Todd foi criador de um simbionte bem conhecido: Venom) que se aloja ao soldado como um parasita/arma sendo denominada como K7-Leetha. Este fato sobre o personagem foi descoberto na minissérie “Feudo de Sangue”, porém o conceito foi criado pelo escritor Alan Moore.

    EQUIPES E AFILIAÇÕES

    Noites Sombrias #91 | 30 anos de Spawn

    Apesar de viver constantemente em ameaça e olhando por cima de seu ombro, Spawn tem alguns poucos aliados como Cyan e Botas citados anteriormente; a dupla de policiais Sam e Twitch e a Vovó Blake responsável por diálogos excelentes com Simons em suas participações.

    Durantes os seus arcos o Soldado do Inferno passou por diversas atribulações: desde ameaças mortais como a máfia que desenvolve o ciborgue Overkill, caçadores angelicais como o Redentor e Angela e até mesmo o próprio apocalipse.

    CURIOSIDADES

    Noites Sombrias #91 | 30 anos de Spawn

    Spawn é um personagem que carrega diversos simbolismos pela sua construção narrativa como um homem gerado através de violência e, por entender desta forma o mundo, se torna um reprodutor de violência. Desta forma posteriormente aceita que o seu destino como Cria do Inferno não é apenas o desejo de retornar para sua esposa, mas uma punição pelos seus erros e falhas.

    Outro detalhe que torna o personagem tão simbólico está relacionado a ser um homem negro que luta pela sua existência contra um sistema, no seu caso é o universo que sempre está contra ele e, refletindo sobre a realidade, podemos pensar na luta das pautas raciais contra o racismo estrutural.

    A edição comemorativa de 30 anos da HQ teve uma capa em branco, com apenas o título e o símbolo da editora para que cada fã desenhasse sua própria capa #1.

    SPAWN UNIVERSE

    Noites Sombrias #91 | 30 anos de Spawn

    Na atual fase do anti-herói, Spawn conseguiu selar as portas do Céu e do Inferno, assim impossibilitando a entrada de novos seres espirituais, assim como aqueles que habitavam o mundo humano não poderiam retornar e este evento resultou na história de expansão da linha editorial denominado “Spawn Universe”.

    A linha editorial do Universo Spawn atualmente conta, além da mensal título do personagem, com três histórias: 

    • King Spawn;
    • Gunslinger Spawn e
    • The Scorched.

    Sendo esta última a primeira história de equipe unindo o Soldado do Inferno a outros personagens icônicos deste universo como Redentor e Jessica Priest velha conhecida de Simons, que agora tornou-se a She-Spawn.

    Este marco é muito importante tanto para a existência do personagem quanto para o seu criador que abre mão do total controle criativo do personagem após 30 anos sendo o único responsável pelos rumos da mensal.

    OUTRAS MÍDIAS

    Spawn é um personagem que foi adaptado em diversas mídias, sendo bem difundido na cultura pop ao longo dos seus 30 anos de existência na forma de jogos de videogame, animações e até ganhando uma adaptação para o cinema em live action.

    GAME

    Noites Sombrias #91 | 30 anos de Spawn

    No universo de games, Spawn surge pela primeira vez no jogo side scrolling beat’ em up Todd McFarlane’s Spawn: The Video Game lançado em 1995 para o Super Nintendo, que foi produzido pela Ukiyotei e distribuído pela Acclaim Entertainment; e contava com a presença de duas versões do Spawn: Al Simons e Jim Downing.

    Em 1997 chega Spawn: Eternal para o PlayStation que recebeu muitas críticas negativas por não buscar seguir o próprio caminho, repetindo fórmulas de jogos como Tomb Raider. O jogo tinha um detalhe especial que, ao ser tocado em um CD Player, era reproduzia uma entrevista com Todd McFarlane.

    Ainda na década de noventa foram lançados mais dois títulos do personagem Spawn: Ultimate, ainda em 1997, também para o PlayStation e Spawn para Gameboy Color em 1999.

    Na passagem de década foi lançado o jogo Spawn: In the Demons Hand desenvolvido pela Capcom para o Dreamcast e foi considerado o melhor jogo do personagem; tendo três modos de jogo e 37 personagens além de ter uma cutscene de abertura empolgante com a banda Crankshaft  tocando a sua música “Rip It up!“.

    O ultimo titulo do personagem até o momento foi Spawn: Armageddon lançado em 2003 para PlayStation 2, Xbox e Game Cube; que contando com a participação de Marilyn Manson na abertura do jogo com a sua música “Use Your Fist and Not Your Mouth” do álbum The Golden Age of Grotesque. Um destaque para este jogo é que sua narrativa adapta as edições #1 até #99 dos quadrinhos.

    Além de jogos próprios, o personagem Spawn de Al Simons também aparece em outras franquias como Soul Calibur ll de 2003 e como um lutador adicional Mortal Kombat 11.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | CRÍTICA – Mortal Kombat 11 (2019, NetherRealm Studios)

    TV

    Apesar dos altos e baixos nos jogos a presença mais marcante foi no universo de animações com o título Spawn: The Animated Series  lançado entre 1997 e 1999 produzido pela HBO. Ao todo foram três temporadas, contendo seis episódios cada. Além da sua exibição no canal HBO foi reexibido na versão japonesa do canal Cartoon Network e distribuído em um DVD no formato de longa metragem de 180 minutos.

    No elenco de vozes Keith David interpretou Al Simons/Spawn, Richard Dysart como Cogliostro e Dominique Jennings deu voz a eterna amada do Soldado do Inferno, Wanda. A animação foi indicada para Emmy de 1999.

    CINEMA

    Noites Sombrias #91 | 30 anos de Spawn

    A única adaptação em live action para o cinema até o momento foi Spawn, lançado em 1997 e distribuído pela New Line Cinema e a Todd McFarlane Entertainment, com um orçamento de US$ 40 milhões, o longa arrecadou US$ 87 milhões de bilheteria o que para época era considerado um valor aceitável.

    A direção ficou por conta de Mark A.Z. Dippé que também participou ao lado de Alan B. McElrooy, a produção tem a proposta de ser um filme de origem do personagem, apesar de não seguir tão fielmente o material original.

    O elenco conta com nomes como Michael Jai White como Al Simons/Spawn, Martin Sheen como Jason Wynn, Thereza Randle como Wanda Blake, Melinda Clarke como Jessica Priest, John Leguizano como Violador e Nicol Williamson como Cogliostro.

    Apesar do whitewashing em um personagem importante como Terry Fitzgerald cuja a sua versão dos quadrinhos é um homem negro, o filme não se torna tão decepcionante como adaptação se pensar que naquela década o universo de filmes de quadrinhos não tinha o mesmo apelo que possui atualmente e segue alguns padrões muito comuns de uma narrativa de Spawn como a violência e o conflito de Simons.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | Whitewashing: 7 escolhas polêmicas de atores em Hollywood

    O FUTURO

    Para o futuro o criador do personagem, Todd McFarlane, anunciou em 2001 a produção de um novo filme do Soldado do Inferno, porém muito lentamente a produção finalmente está em seu processo iniciai e já conta com a presença Jamie Foxx (Power e Dupla Jornada) como o protagonista e com os roteiristas Scott Silver (Coringa) e Malcolm Spellman (do vindouro Capitão América: Nova Ordem Mundial).

    Com a expansão de universo editorial, um filme novo em produção e um personagem que chega aos seus 30 anos de existência bem estabelecido, Spawn é um personagem negro que merece ser celebrado e que venham muito mais personagens negros e mais versões adaptadas de outros já conhecidos para formar um universo ficcional capaz de representar a nós negros e toda a nossa luta.


    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    Ícones do Big Brother Brasil: Celebrando os vencedores excepcionais

    Enquanto esperamos para saber quem será o novo vencedor do reality show, vamos relembrar os vencedores mais marcantes do Big Brother Brasil!

    Do Magnavox Odyssey ao Xbox Series X: Conheça a história do videogame

    Você é fã de games? Então confira a evolução dos videogames na linha do tempo com os principais consoles já lançados até hoje!

    X-23: 5 HQs essenciais para conhecer a personagem

    No vasto universo dos quadrinhos da Marvel, poucos personagens cativarem os leitores tanto quanto X-23. Veja as melhores HQs da personagem!

    5 vilões que dominaram os quadrinhos nos anos 90

    Cada um desses vilões, com suas histórias específicas nos anos 90, contribuiu para a evolução narrativa dos quadrinhos. Saiba quem são eles!