Início FILMES Brightburn: Cena pós-créditos faz referência a Mulher-Maravilha e Aquaman (do mal)

Brightburn: Cena pós-créditos faz referência a Mulher-Maravilha e Aquaman (do mal)

1116
0
Brightburn: Cena pós-créditos faz referência a Mulher-Maravilha e Aquaman (do mal)

O filme de terror de super-herói produzido por James Gunn, Brightburn: Filho das Trevas estreou nos cinemas nesta última quinta-feira oferecendo ao público um conto aterrorizante que atraiu comparações com a história de origem do Superman da DC Comics, porém, com uma tendência maligna.

É claro que, Brightburn não é uma história do Homem de Aço, mas parece que o alien humano do filme não está sozinho em seu universo de superpoderes sinistros – incluindo uma versão maligna de Mulher-Maravilha e Aquaman na cena dos créditos finais.

Se você ainda não assistiu ao filme, leia nossa crítica SEM SPOILERS:

CRÍTICA – Brightburn: Filho das Trevas (2019, David Yarovesky)

ALERTA DE SPOILERS!

Brightburn: Filho das Trevas conta a história de um jovem que chega à Terra quando bebê e é descoberto e recebido por um casal. O casal cria o menino como seu, mas à medida que envelhece, descobre que tem poderes e é diferente de qualquer outra pessoa na Terra. Quando seus poderes começam a aparecer, outros lutam para entender quem ele é. Ao contrário de uma história de super-heróis mais familiar, o garoto não se apóia na ideia de usar seus poderes para o bem. Em vez disso, o menino experimenta algumas grandes mudanças e assume uma personalidade aterrorizante, que acaba sendo uma força devastadora e terrível que não pode ser contida.

Depois de Brandon Breyer (Jackson A. Dunn) causar estragos na pequena cidade no Kansas – incluindo assassinato de seus pais adotivos e conseguindo interpretar-se como um inocente sobrevivente, agora órfão, a cena pós-créditos do filme revela Brandon como o mascarado Brightburn, continuando sua violência e terror contra a população humana. Enquanto as coisas continuam, um apresentador de talk-show no chamado The Big T (Michael Rooker) tenta alertar os ouvintes sobre Brightburn e vai um pouco além da ameaça no Kansas. Ele faz referência a um “meio-homem, metade criatura marinha” no oceano e uma mulher que estrangula suas vítimas com uma corda – descrições que aludem a tipos malvados semelhantes a Aquaman e Mulher-Maravilha no “Brightburnverse“.

Isso está começando a soar como a mais assustadora Liga da Justiça de todos os tempos, mas, embora os personagens tenham algumas semelhanças com os personagens populares da DC Comics, é importante notar que eles não são representações dos personagens. É um detalhe importante e, de acordo com James Gunn, ele realmente não encontrou qualquer problema em relação às semelhanças de personagens, em grande parte porque os conceitos são bem gerais. Em entrevista ao CinePop, Gunn comentou:

“Bem, não, porque há muitas histórias semelhantes que foram contadas em histórias em quadrinhos ao longo dos anos, de todos os tipos diferentes de editoras de quadrinhos. E eu tenho um ótimo relacionamento com o DC [risos].”