Início FILMES Crítica CRÍTICA – Carcereiros: O Filme (2019, José Eduardo Belmonte)

CRÍTICA – Carcereiros: O Filme (2019, José Eduardo Belmonte)

57
0
Carcereiros - O Filme (2019, José Eduardo Belmonte)

Carcereiros é uma adaptação da obra de Dráuzio Varella que a Globo fez para a televisão. O sucesso da primeira temporada rendeu um longa e uma provável segunda temporada. Sobre o filme, temos diversos pontos positivos e negativos que fazem da experiência satisfatória, uma vez que ele consegue nos divertir com muitos “momentos farofa” e também nos faz refletir sobre o extremamente precário e corrupto sistema carcerário do Brasil, que tinha como objetivo reabilitar os criminosos para que voltem a convier em sociedade, mas faz completamente o oposto, tornando-os ainda mais perigosos dentro dos presídios.

A história acompanha a vida de Adriano (Rodrigo Lombardi), um ex-professor de história que decide virar um carcereiro para sustentar sua filha. O protagonista não tem uma rotina fácil, tendo que lidar com duas facções rivais no presídio no qual trabalha lideradas de um lado Juarez (Rômulo Braga) e do outro pelo Príncipe (Rainer Cadete), dois homens fortes em suas convicções e extremamente perigosos. Para dificultar ainda mais a sua missão, ele fica encarregado de receber por uma noite o terrorista Abdel Mussa (Kaysar Dadour), um estrangeiro que explodiu uma escola em seu país de origem no Oriente Médio e que possui sua cabeça à prêmio por parte dos demais presos.

Sobre as qualidades da obra: houve um bom investimento por parte dos efeitos visuais, uma vez que filmes nacionais não contam com orçamentos absurdos, Carcereiros entrega bons momentos visuais, com explosões, tiroteios e uma ação frenética digna de filmes hollywoodianos. Em alguns momentos ele não deve nada para longas de custo médio dos EUA. A atuação de Dan Stulbach (Dr. Sérgio) também é digna de elogios! O ator comprova a sua qualidade em poucos minutos de tela. Por fim, algumas abordagens filosóficas sobre os problemas mais graves do Brasil e a forma como alguns personagens agem de acordo com seus valores é bem interessante.



Nem tudo são flores em Carcereiros! Infelizmente o tom e o ritmo da trama são extremamente descompassados. Em muitas cenas temos uma urgência gigantesca e desnecessária, assim como o filme para em outros que deveriam ser cruciais. As atitudes de certos personagens da trama são idiotas, testando a paciência do espectador. Quem for um pouquinho mais exigente com certeza ficará bem incomodado em alguns momentos. A técnica utilizada de filmagem também é ruim, com muitos closes e frenética demais, deixando uma confusão mental e visual em quem está assistindo, além das atuações muito ruins de boa parte do elenco.

Para um filme nacional, com um bom investimento e uma história bem inventiva, Carcereiros é uma boa diversão, com alguns momentos de reflexão. Se você gosta de bangue-bangues sem muita profundidade no roteiro, o filme é uma excelente pedida.

Assista ao trailer:

Nossa nota

Carcereiros: O Filme chega nesta quinta-feira (28) aos cinemas. Lembre-se de voltar aqui para deixar sua avaliação e comentários!

Nota do publico
Obrigado pelo seu voto

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Comentários