Início FILMES Coringa: O que pensam os votantes do Oscar

Coringa: O que pensam os votantes do Oscar

86
0
Coringa: o que pensam os votantes do Oscar

Será que Coringa terá boas chances no Oscar 2020? Após abocanhar o prêmio máximo no Festival de Veneza desse ano e bater inúmeros recordes de bilheteria, os fãs já começam a sonhar com uma estatueta para a produção.

Porém, de acordo com o The Hollywood Reporter, os votantes do Oscar não são unânimes à indicação do Coringa de Todd Phillips para a premiação.

Vários votantes já defenderam publicamente o filme nas mídias sociais – por exemplo, Chris Rock elogiou o longa no Twitter, se referindo a produção como “incrível” e uma “obra-prima”, enquanto Michael Moore postou em seu Facebook que o considera como “uma obra-prima cinematográfica”.

Entretanto, muitos estão mantendo suas opiniões para si, especialmente aqueles que tem ressalvas sobre o filme. Confira algumas opiniões levantadas pelo THR.

Membro masculino do segmento de membros em geral:

“Eu vi no sábado na exibição oficial da Academia (havia cerca de 500 participantes). E enquanto um filme sombrio e perturbador não vai receber o tipo de recepção arrebatadora de um filme mais otimista, foi muito bem recebido. Eu acho que é brilhante. Phoenix nunca foi melhor. A maneira como ele e os cineastas lidam com a transformação de Arthur em Coringa é magistral. Adorei a maneira como lidavam com o narrador não confiável, conforme aprendemos, pouco a pouco, o que realmente aconteceu contra a ‘realidade’ de Arthur. Eu pensei que o PD, o designer de produção e outros criaram a aparência do período muito bem, e o fato de ele ter temas muito contemporâneos de desigualdades econômicas / de classe parecia certo. No geral, um grande acerto.”

Membro masculino do segmento de executivos:

“Meu filho, que tem 21 anos, gostou do filme, e tenho certeza de que a idade dele pode fazer algum sentido. Já no início do filme, o Coringa roubará a cena. Então ele é espancado e você sente pena dele. É então que você descobre que ele tem problemas mentais e ai sente pena dele novamente. Ele recebe uma arma e a usa, e ai você tem esse cara louco que vai em uma onda de crimes. Você deveria gostar dele, mesmo que ele esfaqueie e atire nas pessoas? E a maneira como ele age com crianças deixa muito a desejar. Para mim, esse tipo de violência gratuita envia uma mensagem muito estranha. Vai ganhar muito dinheiro, então, se você está dirigindo um estúdio, deveria fazer esse filme, mas é responsável? Certa vez, fui confrontado com a mesma pergunta e decidi não fazer o filme – e o filme foi feito e ganhou muito dinheiro de qualquer maneira.”

Membro feminino do segmento geral de filmes:

“Eu vi o filme ontem à noite no Landmark com outro membro da Academia, e meu estômago ainda estava agitado esta manhã. Me deixou desconfortável desde a primeira cena até o última, mas achei o filme extraordinário. Eu não li nada sobre de antemão, então pensei que ia ver, tipo, o Batman. É a performance mais marcante que já vi em muitos anos – a maneira como Phoenix se transformou. Quero dizer, ele é realmente um ator irretocável, e não há uma cena em que ele não esteja em foco. O que eu não entendo é sobre o que todo mundo está chateado? Basta pegar o jornal da manhã e ver o idiota que está governando nosso país, se você quer se preocupar com a violência. Ainda é cedo, mas certamente consigo me ver indicando para melhor filme. E ele precisa ser indicado, ou o ramo de atores não sabe o que está fazendo.”

Membro masculino do ramo de produtores:

“Eu vi o filme na Academia. Provavelmente não o teria visto em um teatro público. Mas uau, que filme, hein? É difícil saber por onde começar. Joaquin merece uma indicação ao Oscar e a fotografia é fantástica. Mesmo assim, com certeza não quero vê-lo novamente. Não sou especialista em saúde mental, mas tenho certeza de que existem muitas pessoas que verão o louco dançando após o assassinato como algo sexy, e a adoração a ele no final também pode parecer bem legal para uma pessoa louca. Como alguém que já foi parado à mão armada, eu não consigo tirar algumas imagens de violência da minha cabeça. Estou muito emocionado com este filme, mas estou feliz por ter visto.”

Membro feminino do ramo de escritores:

“Fui acompanhada pelos meus dois sobrinhos, homens jovens inteligentes na casa dos 20 anos. Eles admiraram o filme, mas ambos disseram que gostaram muito mais do Cavaleiro das Trevas [de 2008]. Certamente não sou de defender censura criativa, mas o filme pode influenciar a sociedade e a cultura de maneiras sutis e não tão sutis. O foco na mídia como filme que instiga comportamentos violentos é, com essa ênfase, realmente encorajador – ou ousado. Quanto à qualidade do filme em si? Não foi particularmente singular a narrativa de um solitário que se envolve em psicopatia, mesmo com Joaquin Phoenix sendo um dos nossos melhores atores em todos os papéis que ele interpreta.”

E você? Acredita que Coringa tem alguma chance no Oscar 2020? Leia nossa crítica sem spoilers sobre o filme.

Comentários