Início FILMES Crítica CRÍTICA – Fora de Série (2019, Olivia Wilde)

CRÍTICA – Fora de Série (2019, Olivia Wilde)

385
0
CRÍTICA - Fora de Série (2019, Olivia Wilde)

Booksmart ou Fora de Série, no Brasil, marca a estreia de Olivia Wilde como diretora de cinema – e esperamos que ela continue com isso -. Até então, Wilde focava sua carreira como atriz, tendo participado de produções como Tron: O Legado e Dr. House e atualmente em O Caso Richard Jewell.

Por ter sido lançado no primeiro semestre desse ano, o filme acabou sendo esquecido nas premiações, que geralmente ocorrem entre Outubro e Fevereiro, mas ainda assim considerado até então um dos melhores filmes de 2019. O longa estreou em festivais e logo pegou o amor dos críticos, tendo uma média de 84 pontos no Metacritic e 97% de aprovação no Rotten Tomatoes.

Fora de Série segue a história de duas garotas, Amy (Kaitlyn Dever) e Molly (Beanie Feldstein), que prestes a se formarem no Ensino Médio, percebem que não aproveitaram a adolescência como deveria ao focarem – até demais – nos estudos. Agora, tentam compensar esses quatro anos “perdidos” em uma noite.

Além da excelente direção de Wilde, o elenco, principalmente as protagonistas, carregam a história com muito sentimento, carisma e química entre si. Dever e Feldstein não têm um currículo muito grande para se levar como base, mas entregam atuações promissoras e que esperamos vê-las mais vezes na tela grande. Alias, Beanie Feldstein será uma das protagonistas da terceira temporada de American Crime Story que tem previsão de estreia em 2020.



Um filme tão bem feito, envolvente, emocionante e divertido, que ao ver quão novata são as pessoas em suas respectivas áreas, deixa-o maior ainda. Um coming-of-age que, apesar das personalidades diferentes, se completam em uma grande amizade entre duas adolescentes comuns. E que, ao contrário do usual de comédias adolescentes, elas não buscam um par romântico ou disputam entre si para um, na verdade, estão sempre se apoiando e mostrando como uma amizade deve ser; uma amizade a se inspirar.

Temas que todo adolescente enfrenta ou provavelmente irá enfrentar também é devidamente abordado no filme e com naturalidade singular, falando sobre sexo, sexualidade e sobretudo, amizade. Um filme sobre adolescentes feito por adultos que realmente entende o que é ser adolescente. Subestimado, mas que merece todo amor.

Além da direção, o roteiro também é assinado exclusivamente por mulheres, sendo comandado por Emily Halpern, Sarah Haskins, Susanna Fogel e Katie Silberman.

Fora alguns prêmios de crítica, Fora de Série também está disputando o Globo de Ouro nas categorias de Melhor Performance de Atriz em Filme de Comédia ou Musical com Beanie Feldstein – mas, sinceramente, merecia estar concorrendo em mais categorias -.

Nossa nota

Assista ao trailer legendado:

E você, assistiu ao filme? Deixe sua avaliação e seus comentários!

Nota do publico
Obrigado pelo seu voto

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Comentários