CRÍTICA – Noite Infeliz (2022, Tommy Wirkola)

    Noite Infeliz é um filme natalino de ação que tem David Harbour (Stranger Things) como protagonista. Tommy Wirkola (The Trip) é o diretor.

    SINOPSE DE NOITE INFELIZ

    É véspera de Natal e o Papai Noel (David Harbour) já está de saco cheio de sua função. Para piorar a situação, em uma de suas entregas, um grupo de bandidos sequestra uma família e agora o nosso herói deve salvá-los em uma jornada perigosa.

    ANÁLISE

    A temporada de filmes natalinos sempre traz produtos de uma mesma forma, criando um looping de obras não muito diferentes.

    Não podemos falar isso de Noite Infeliz, uma vez que ele vai completamente contra essa onda, principalmente por conta de sua proposta diferentona. Um Papai Noel ultraviolento poderia funcionar tanto na ação, quanto em um terror slasher e aqui o acerto é na mosca!

    Começando por seu protagonista, visto que David Harbour nasceu para um papel desses. Desbocado, forte, mas com uma certa sensibilidade, o ator entrega uma performance excelente com todos os quesitos citado e com uma fisicalidade absurda. Como o longa é lotado de violência, o estilo brucutu de Harbour é excelente para a pancadaria. Cada pancada que ele leva ou dá em algum inimigo é brutal, podendo elevar o nível das cenas de ação que tem bastante gore. Sem sombra de dúvidas, algumas delas devem chocar pessoas mais sensíveis.

    A direção de Wirkola é inteligente e consegue entregar bons momentos, principalmente quando envolve a sinergia entre o protagonista e a jovem Trudy, que é super fofa e encaixou muito bem no papel. O cineasta usa planos sequências para mostrar o espaço, assim como nas cenas de luta, deixando elas bem fluídas. Ele costuma focar em objetos que vão ser usados, o que já alimenta nossa imaginação de como os vilões vão ser aniquilados.

    Entretanto, se a direção e parte do elenco funcionam em alguns momentos, em outros deixam bastante a desejar. O roteiro quando envereda para o absurdo está ótimo, colocando o Papai Noel em situações cada vez mais difíceis. Contudo, quando precisa contar uma história em momentos de respiro, Noite Infeliz não consegue se sustentar. Além disso, o elenco de apoio tem papéis ruins, principalmente o do principal vilão, vivido por John Leguizamo, um ator competente em um papel completamente estereotipado e que tem um nível de exposição altíssimo para justificar suas ações no longa. Por mais que Leguizamo tente, e até consiga fisicamente ser um adversário do Noelzão da massa, o seu carisma é desperdiçado em um vilão cheio de jargões.

    VEREDITO

    Noite Infeliz é um filme de ação competente e divertido que acaba se perdendo em momentos de respiro por causa de um roteiro bastante raso.

    Como entretenimento, a obra nonsense funciona demais, mesmo que seja piegas em algum momento. Para quem busca um longa natalino diferentão, Noite Infeliz sem dúvidas é para você!

    Nossa nota

    3,5/5,0

    Confira o trailer de Noite Infeliz:

    LEIA TAMBÉM:

    Os 12 melhores filmes para assistir no Natal, segundo a equipe Feededigno

    Acompanhe as lives do Feededigno na Twitch

    Estamos na Twitch transmitindo gameplays semanais de jogos para os principais consoles e PC. Por lá, você confere conteúdos sobre lançamentos, jogos populares e games clássicos todas as semanas.

    Curte os conteúdos e lives do Feededigno? Então considere ser um sub na nossa Twitch sem pagar nada por isso. Clique aqui e saiba como.

    Artigos relacionados

    Superman: Possíveis vilões do novo filme do Homem de Aço

    Superman ganhará um novo filme. Apesar de quase todo o elenco do filme ter sido anunciado, os vilões ainda são mantidos em segredo.

    TBT #272 | ‘O Exterminador do Futuro’ é terror desesperador e ação absoluta

    'O Exterminador do Futuro' foi criado como um temor em relação ao futuro. E se as máquinas dizimassem a humanidade e colocasse nossa única...

    TBT #271 | ‘Dupla Explosiva’ já é clássico de ação com explosões e comédia exagerada

    Dupla Explosiva é clássico de ação repleto de absurdo e estrelas do cinema. Nele, acompanhamos Michael Bryce e Darius Kincaid.

    Duna: Parte Dois consegue a maior estreia desde Barbie, e já se consagra como um dos grandes sucessos de 2024

    Apesar de estarmos no terceiro mês do ano, Duna: Parte Dois conseguiu, em quatro dias desde a sua estreia, tornar-se a maior bilheteria de 2024.