Início FILMES Crítica TBT #31 | Sucker Punch – Mundo Surreal (2011, Zack Snyder)

TBT #31 | Sucker Punch – Mundo Surreal (2011, Zack Snyder)

64
0
TBT #31 | Sucker Punch - Mundo Surreal (2011, Zack Snyder)

Enredado em uma mentalidade heavy metal, dark, fantástica e povoado por personagens que se assemelham a uma companhia de showgirls, Sucker Punch de Zack Snyder é repleto de CGI e construído para permitir qualquer tipo de aventura que ele possa sonhar.

Para Snyder, Sucker Punch – Mundo Surreal é uma espécie de “Alice no País das Maravilhas com metralhadoras”. Lançado pela Warner Bros. o longa não foi bem recebido pela crítica especializada na época de seu lançamento e não fez sucesso nas bilheterias – arrecadou US $ 89 milhões, conseguindo cobrir basicamente os seus custos de produção – US $ 82 milhões.

Zack Snyder que vinha de sucessos com 300 (2006) e Watchmen (2009) o estúdio decidiu apostar no diretor e seus característicos CGIsSnyder, que escreveu o roteiro com Steve Shibuya, tenta compensar com suas habilidades visuais, a história de como uma garota conhecida apenas como Babydoll (Emily Browning) chegou ao fundo do poço em um asilo de Vermont no início dos anos 1960.

No entanto, o asilo é algo muito pior. O salão social foi transformado em uma boate decadente, onde as meninas recebem instrução de dança de uma “médica” do Leste Europeu (Carla Gugino) e se apresentam para grandes celebridades do proprietário desprezível do estabelecimento, Blue (Oscar Isaac).

A jovem Babydoll logo fica próxima das irmãs Sweet Pea (Abbie Cornish) e Rocket (Jena Malone) e as duronas Blondie (Vanessa Hudgens) e Amber (Jamie Chung) que durante seus devaneios, recebe de um sábio (Scott Glenn) uma uma lista de cinco itens que ela deve recuperar em uma série de aventuras.

Para os fãs do diretor, Sucker Punch – Mundo Surreal com suas batalhas violentas, uma variedade de aeronaves legais e as mais exóticas armas imagináveis e lutas coreografadas de uma maneira épica possível apenas com CGI avançado, irão se sentir deliciados com a qualidade dos efeitos especiais. Ou até mesmo fãs de ação que anseiam por esse tipo de coisa, visto em filmes como Matrix, por exemplo.

Mas o contexto onírico ou imaginário em que essas sequências são apresentadas automaticamente nos tira de qualquer senso de engajamento; assim como você não pode morrer em seus próprios sonhos, também nada de ruim pode realmente acontecer com as cinco garotas nessas aventuras, onde as regras de engajamento são qualquer coisa que Snyder queira que elas sejam.

Nossa nota

Assista ao trailer legendado:

E você, já assistiu Sucker Punch – Mundo Surreal? Deixe seus comentários, sua avaliação e lembre-se de dar uma olhada nas indicações anteriores do TBT do Feededigno. Tem muita coisa boa!

Nota do publico
Obrigado pelo seu voto

Comentários