Início GAMES Artigo 13 jogos de terror para apavorar seu Halloween

13 jogos de terror para apavorar seu Halloween

Quem é o maior fã de produções de terror? Não sei, mas eu não sou. Preciso confessar: eu sou muito cagão assustado. Mas ainda assim, tem alguns jogos que eu acho que valem muito a pena. E já que estamos em véspera de Halloween, vou fazer um esforço, superar meus medos e trazer uma lista com treze (o número tinha que ser temático também, né?) dos jogos que eu considero os melhores do gênero.

Espia a lista que foi feita com muito carinho e entra no clima da All Hallow’s Eve (sabia que antes de ser dia das bruxas, Halloween era um festival em homenagem ao início do inverno? Te conto mais outra hora se quiser).

Carrion

Poucos jogos já lançados são como Carrion. Ao contrário do usual, aqui o caminho do terror é inverso: você assume o controle “da coisa”. Chamo de coisa porque o personagem é uma criatura sem forma específica, com tentáculos e que, claro, se alimenta de humanos. Um jogo de plataforma que lembra muito o gênero metroidvania com uma física interessante e muito, mas muito sangue.

Disponível via Steam, Microsoft StoreSwitch.

Dead Space

Não falo aqui só de um jogo, mas da franquia Dead Space (1, 2 e 3). Uma série de jogos com temática espacial e um survival horror de tirar o fôlego. A história é muito bem construída (talvez a do terceiro não entregue o melhor possível) mas a atmosfera e a imersão que o jogo permite roubam a cena e são interessantíssimas para a proposta.

Disponível via SteamMicrosoft Store.

Alien Isolation

Seguindo a temática espacial, Amanda Ripley vem aqui te conduzir por este jogo de extrema angústia. Os gráficos do jogo são excelentes, a qualidade do áudio é impecável e a necessidade da furtividade somada aos aleatórios e inevitáveis encontros com o bichão vão te fazer prender a respiração.

Disponível via Steam, Microsoft Store, PSN e Switch.

SOMA

Não curtiu a pegada espacial? Então deixa eu te convidar pra ir pra uma instalação subaquática onde você caiu de paraquedas (não é força de expressão) recheada de criaturas (máquinas? humanos? não sei).

SOMA tem gráficos muito bons e uma imersão incrível, mas o ápice realmente é a história. Um excelente survival horror. Talvez um dos melhores e mais subvalorizados.

Disponível via Steam, PSN e Microsoft Store.

Until Dawn

Seja parte de um terror adolescente com uma ótima trama, conhecendo e guiando cada personagem durante esta noite e torça para que o amanhecer chegue antes que o que está lá fora te encontre.

Disponível via PSN.

Don’t Starve Together

O que pode ser mais aterrorizante do que precisar sobreviver em um mundo desconhecido? Poderia ser o mote de Don’t Starve não fossem seus traços cartunescos e o humor ácido presente no jogo.

Don’t Starve Together é uma ótima opção de entretenimento, um pouco de terror e muita diversão com seus amigos.

Disponível via Steam, Microsoft Store, PSN e Switch.

Phasmophobia

Na pegada cooperativa, com mais 3 players, explore uma casa abandonada e conheça o fantasminha (não tão camarada) que a assombra. Parece simples? Mas não é.

As mecânicas são relativamente complexas, e digamos que o pavor de ter alguma criatura estranha te perseguindo não ajuda muito a manter a calma. Desafio bacana, com alguns sustos e boas risadas com a galera.

Disponível via Steam.

Pacify

Com uma proposta semelhante à Phasmophobia, Pacify te desafia a desvendar o mistério por trás de uma funerária que oferece “uma última chance de conversar com os mortos”.

Bonecas, risadas, sombras, pessoas desaparecidas. Todos estes são os elementos que você e seu grupo encontrarão neste jogo apavorante (mesmo que sem gráficos muito trabalhados) e bastante divertido (pra quem gosta).

Disponível via Steam.

Outlast

Só o fato de ser um jogo de terror onde não temos como combater os inimigos, já é sufocante o suficiente. Corra, se esconda e tente sobreviver.

Um repórter, uma câmera, um manicômio e uma edição de áudio de sujar as calças; o que pode dar errado?

Disponível via Steam, PSN, Microsoft Store e Switch.

Amnesia

Esses jogos em que não temos como atacar são, na minha opinião, os piores e deveriam vir com um pacote de fraldas. Gente do céu. Não bastasse o desespero de não poder reagir ao que nos ataca, Amnesia (os três da série) trabalha muito sobre a saúde mental do personagem (e do jogador também).

Além disso tudo, tem alguns puzzles pra resolver (só pra ajudar).

Disponível via Steam, PSN, Microsoft Store e Switch.

The Forest

Único sobrevivente de um acidente aéreo, você está em uma floresta desconhecida e agora, tem que se esforçar para sobreviver ao que nela se esconde. Animais silvestres são perigosos, mas não tanto quanto os mutantes e outras criaturas bizarras que pode aparecer.

Um clássico survival com elementos de construção satisfatoriamente complexos, uma atmosfera muito bem construída e excelente modo história.

Disponível via Steam e PSN.

Hollow Knight

De todos da lista, o mais light (em tema de sustos). Este jogo indie é um metroidvania com dificuldade e alguns elementos bem ao estilo soulslike.

A história e o enredo são pontos altos do jogo, o que ajuda a dar o clima mais sombrio. Um excelente desafio para o fim de semana.

Disponível via Steam, PSN, Microsoft Store e Switch.

Five Nights at Freddy’s

Você aceitou um emprego para trabalhar cinco noites como vigia noturno na pizzaria Freddy Fazbear’s Pizza. Não é das melhores tarefas, mas calma. Tudo sempre pode piorar.

A pizzaria é famosa tanto por seus bonecos animados quanto por suspeitas de desaparecimentos e homicídios. Vai lá! Vigia a pizzaria aí, por gentileza, minha alma abençoada.

Disponível via Steam, Microsoft Store, PSN e Switch.



Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.