CRÍTICA – The Texas Chainsaw Massacre (2023, Gun Interactive)

    Um jogo multiplayer é sempre interessante, mas quando se acrescenta o elemento do terror pode tornar tudo muito mais interessante e quando o jogo é uma adaptação de uma das franquias de terror mais conhecidas do gênero as expectativas tornam-se infinitamente maiores.

    O título é desenvolvido pela Sumo Digital conhecida por jogos como Little Big Plant 3, Sackboy: A Big Adventure além da co-produção em outros como Hogwarts Legacy e o vindouro Suicide Squad: Kill The Justice League. Além da conhecida desenvolvedora, o game é publicado pela Gun Interactive; já familiarizada com o universo de terror ao lançar jogos como Layers of Fear 2, Friday 13th The Game.

    O lançamento ocorreu no dia 18 de agosto e foi lançado tanto para a antiga geração: PlayStation 4 e Xbox One, quanto para a geração atual: PlayStation 5, Xbox Series X | S; além de PC via Steam.

    O jogo é uma adaptação da franquia do gênero slasher dirigida por Tobe Hopper e teve o seu primeiro filme lançado em agosto de 1974, nos cinemas o título teve diversas sequências ao longo das décadas sendo o seu último lançamento em fevereiro de 2022 diretamente para o serviço de streaming Netflix.

    PUBLICAÇÕES RELACIONADAS:

    TBT #163 | O Massacre da Serra Elétrica (1974, Tobe Hooper)

    CRÍTICA – O Massacre da Serra Elétrica: O Retorno de Leatherface (2022, David Blue Garcia)

    SINOPSE

    Assuma o papel de uma das famílias de assassinos mais conhecidas ou de suas vítimas em The Texas Chainsaw Massacre, uma experiência de terror assimétrica em terceira pessoa baseada no chocante e icônico filme lançado em 1974.

    Como uma vítima, use sua inteligência e discrição para ficar longe da família enquanto procura as ferramentas que irão ser a chave para a sua liberdade. Enquanto no papel da família de assassinos você tem que rastrear, perseguir e eliminar os visitantes não permitindo-os que escapem.

    Jogadores de The Texas Chainsaw Massacre irão finalmente saber se serão capazes de fazer o que é necessário para sobreviver, tendo a macabra e louca experiência por si mesmo no jogo.

    ANÁLISE

    The Texas Chainsaw Massacre é um jogo que não diverge de outras experiências semelhantes como Dead By Daylight ou o próprio Friday 13th The Game, mas consegue garantir umas boas horas de diversão em grupo para os jogadores.

    O jogo não tem uma experiência em modo história sendo voltado diretamente para a ação multiplayer que pode ser jogado online ou em uma organização de uma partida local com amigos seja da mesma plataforma ou de outras.

    Apesar de ser bastante divertido existem alguns problemas que acabam sendo um obstáculo significativo durante a experiência de jogo como a demora na realização de match making que em alguns momentos algo que surpreende para um jogo que aborda plataformas de antiga e nova geração não conseguir reunir uma quantidade de jogadores necessária para uma partida.

    Quanto a gameplay ele consegue ser altamente divertido quando se joga com a família de Leatherface ou como o grupo de amigos que busca a irmã perdida de um deles. Sendo ao todo disponibilizado dez personagens com a possibilidade de customização, diferentes pontos fortes e fraquezas, um loadout como perks e ajuste proficiência além de melhorias através de uma arvore de habilidades que permite melhorar os atributos do seu personagem favorito.

    Algo interessante a ressaltar a respeito da customização fica por conta dos critérios de desbloqueio de novas roupas tendo alguns itens cosméticos interessantes destacando os visuais do personagem icônico da franquia: o serial killer Leatherface.

    Nas partidas realizadas com 7 jogadores (4 vítimas e 3 assassinos) existe um equilíbrio interessante pois assim como não é fácil escapar da fazenda, encontrar o outro time também exige um bom trabalho de grupo além do auxilio do vovô que a família de assassinos alimenta com sangue, assim permitindo saber o posicionamento dos visitantes; além de elaborar estratégias como bloquear rotas de fuga de uma postura mais ofensiva do grupo.

    Como uma das vítimas, os recursos disponíveis são variados: para abrir portas, plantar armadilhas, atrasar os perseguidores e até escapar por pequenos espaços sem fazer barulhos que identifiquem a sua posição. Importante sempre ficar atento com o sensor de proximidade que pisca a tela quando um adversário está próximo e utilizar de forma inteligente a barra de fôlego para escapar durante perseguição.

    VEREDITO

    The Texas Chainsaw Massacre garante uns bons momentos em uma gameplay intuitiva; mesmo não sendo desafiador é um jogo que vale a pena por seus aspectos estratégicos que são necessários para cada partida, além da diversão garantida com amigos ou com jogadores que encontrar online.

    Nossa nota

    3,5 / 5,0

    Assista ao trailer:

    The Texas Chainsaw Massacre está disponível para PlayStation 4, Xbox One, PlayStation 5, Xbox Series S | X e PC.

    Acompanhe as lives do Feededigno na Twitch

    Estamos na Twitch transmitindo gameplays semanais de jogos para os principais consoles e PC. Por lá, você confere conteúdos sobre lançamentos, jogos populares e games clássicos todas as semanas.

    Curte os conteúdos e lives do Feededigno? Então considere ser um sub na nossa Twitch sem pagar nada por isso. Clique aqui e saiba como.

    Artigos relacionados

    EU CURTO JOGO VÉIO #20 | ‘Grand Theft Auto: San Andreas’ foi um marco para a franquia

    GTA: San Andreas nos leva por caminhos inesperadamente divertidos e recompensadores. O game brilha em tudo que se propõe.

    PRIMEIRAS IMPRESSÕES – Beta Test de Valorant para os consoles

    Valorant ganhou um beta. O game para PC chegará em breve para PlayStation 5 e Xbox Series X/S. Confira o que achamos!

    Os jogos de roleta ao vivo mais populares em junho de 2024

    Jogos de roleta ao vivo em português se destacam no estudo mensal da KTO como os títulos mais populares da categoria.

    EU CURTO JOGO VÉIO #19 | Samurai Warriors 2: Empires utiliza a história para proporcionar batalhas incríveis

    Samurai Warriors 2: Empires é o segundo título do spin-off de sucesso. Lançado em 2007, confira nossa análise do game.