Início GAMES Novo estudo conclui que jogos violentos podem tornar jovens mais agressivos

Novo estudo conclui que jogos violentos podem tornar jovens mais agressivos

estudo sobre games violentos

Uma nova análise afirma que os videogames violentos têm um nexo causal direto com a agressão física. O estudo que foi publicado no Proceedings of National Academy of Sciences, estudou mais de 17.000 adolescentes dos nove aos 19 anos, entre os anos de 2010 e 2017. E concluiu que jogar jogos violentos leva ao aumento da agressividade ao longo do tempo.

O USA Today relata que a metanálise revisou 24 estudos de vários países, incluindo EUA, Canadá, Alemanha e Japão. Sugerindo que os jovens que jogavam jogos violentos tinham um risco de aumento de comportamento violento. Jay Hull, o principal autor do estudo, disse que o impacto foi “relativamente pequeno, mas estatisticamente confiável”. Seu próprio estudo anterior descobriu que jogar jogos violentos praticamente dobra o risco de ser enviado para o escritório do diretor, e foi incluído na metanálise.

Hull comentou:

“Muitas pessoas perguntam: esses jogos realmente fazem essas crianças se comportarem de forma agressiva? Eu diria que é uma possibilidade. A outra possibilidade é que é um sinal muito ruim. Se seus filhos estão jogando esses jogos, esses jogos estão tendo um efeito de distorção no certo e errado ou eles já possuem um senso distorcido de certo ou errado e é por isso que eles são atraídos por esses jogos. De qualquer forma, você deve se preocupar com isso.”

Em um comunicado, a Entertainment Software Association – o grupo de lobby da indústria que organiza a E3 – rejeitou os resultados, veja:

“A Suprema Corte dos EUA, liderando profissionais e médicos que trabalharam em estudos após estudos já concluíram definitivamente que não há vínculo entre videogames e violência. A verdade é que os crimes violentos diminuíram drasticamente desde o início dos anos 90, enquanto os videogames aumentaram constantemente em popularidade e uso. Também é altamente questionável a interposição de características étnicas nesta pesquisa. Os mesmos jogos de videogame nos EUA são apreciados por jogadores em todo o mundo e não há nenhuma tendência internacional semelhante de crimes violentos como os autores afirmam.”

Os critérios utilizados podem explicar algumas das disputas entre o estudo e a ESA. Uma força-tarefa da Associação Americana de Psicologia (American Psychological Association) descobriu em 2015 que videogames violentos aumentavam a agressão, mas não tinham evidências suficientes para concluir que isso causa um aumento na violência criminal. O estudo sugere que o aumento do comportamento violento pode ser relegado a brigas no pátio da escola, sem necessariamente causar um aumento nos comportamentos criminosos.

Qual sua opinião a respeito de crianças e adolescentes jogarem jogos violentos? Concordam com o estudo ou não? Deixe seu comentário e lembre-se de compartilhar essa notícia com seus amigos nas principais redes sociais!

Artigo anteriorPlayStation 5: Sony está oficialmente trabalhando em novo console
Próximo artigoFlash: Ano Um | DC Comics anuncia nova HQ
Um carioca apaixonado por livros, cinema, games e que ama falar de nerdice.