Início GAMES PlayStation 5: Trilhas sonoras dinâmicas podem ser compostas para os games por...

PlayStation 5: Trilhas sonoras dinâmicas podem ser compostas para os games por meio de I.A.

46
0
PlayStation

As mentes por trás do PlayStation 5 estão pensando em novas formas de melhorar a experiência dos jogadores, e uma nova patente pode ter revelado uma função que permitirá que o console gere trilhas sonoras baseadas na forma como o jogador se sai, ou até mesmo por base na emoção, usando Inteligência Artificial.

Detalhes acerca da próxima geração de console da Sony podem estar sendo revelados aos poucos, com rumores que indicam o lançamento do console em Novembro de 2020.

A nova informação foi revelada com o vídeo “Road to PS5” uma live do arquiteto chefe Mark Cerny em Março, que detalhou o promissor HD SSD, que permitirá que os jogadores joguem games de antigos sistemas PlayStation, como o atual PS4. Então veio a revelação do DualSense, que deixou os fãs loucos durante o mês de Abril.

No mesmo mês de revelação do DualSense, um controle surgiu na internet em Abril e levou os fãs a loucura, mas infelizmente não passava de um vídeo conceito, confira aqui:

POST RELACIONADO | PlayStation 5: Fã cria um design para o DualSense com touchscreen

Enquanto o console não foi revelado, o foco agora estará no software do sistema, que segundo rumores apontam, deve ser revelado em breve, e indica que um novo programa pode permitir uma experiência muito mais pessoal para os gamers, por meio da música ouvida durante as jogatinas.

A Sony registrou uma nova patente chamada de “Dynamic Music Creation on Gaming“, traduzindo livremente seria algo como “Criação de Música dinâmica”.

Essa tecnologia consiste em um sistema I.A. que monitora os personagens enquanto jogamos, emoções que são transmitidas em uma certa cena, e ou até mesmo a localização in-game, estilo de jogar, e performance a fim de gerar as ditas trilhas sonoras na hora.

De acordo com a própria patente, isso é feito mapeando uma ou mais trilhas sonoras e um vetor de programação que estão ligadas a uma certa emoção.

Quando o game detecta a emoção que o game está tentando passar, o tipo e tom de música definido para que uma trilha seja gerada. Não está claro se essa função estará presente no PlayStation 5 já no lançamento, ou mais tarde, ou se está destinada a uma peça de hardware ainda mais avançada; o que é possível.

Até agora, a Sony tem prometido inúmeras novas funções e tecnologias para o PS5, com a incrível demonstração do console, que nos impressiona por sua incrível capacidade gráfica, até mesmo durante a exibição da demo da Unreal Engine 5 da Epic Games.

Depois, o desenvolvedor de John Wick Hex, Mike Bithell falou sobre a anteriormente mencionada tecnologia de retorno háptico do DualSense em um recente podcast, dizendo que é possível simular sensações como a de gotas de chuva caindo do céu.

Ainda assim, alguns ex-funcionários da Sony indicam que o PlayStation 5 conta com muitos segredos que ainda serão revelados.

Esses segredos incluem a nova “Criação Dinâmica de Músicas”, que se encaixa na antiga promessa da Sony de melhorar todas as experiências de jogabilidade no PS5.

Imagine os jogadores com dificuldade em um nível, e a trilha sonora aumenta, e se faz cada vez mais tensa e desesperadora enquanto a vida diminui e os inimigos continuam a derrotá-lo. Então, os jogadores começam a virar o jogo, a música se torna mais esperançosa e triunfante, refletindo as emoções que os jogadores sentirão enquanto tentam alcançar a vitória.

Tal cenário cinematográfico pode muito bem ser possível no PlayStation 5, que deve chegar para mudar completamente a nova geração de consoles, e está previsto para ser lançado em Novembro de 2020.


Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Comentários