Início GERAL Stephen Hawking: “A Morte do Superman”, da vida real

Stephen Hawking: “A Morte do Superman”, da vida real

368
0

Nesta quarta-feira (14), faleceu em sua casa, o físico e pesquisador britânico Stephen William Hawking, aos 76 anos. A morte foi comunicada por seus filhos Lucy, Robert e Tim à imprensa inglesa.

“Estamos profundamente tristes pela morte do nosso pai. Era um grande cientista e um homem extraordinário, cujo trabalho e legado viverão por muitos anos.”

7Um gênio entre gênios

Hawking nasceu em 8 de janeiro de 1942, exatamente 300 anos após a morte de Galileu, e morreu no mesmo dia do nascimento de Albert Einstein (14 de março de 1879).

6Um entusiasta da vida

Stephen estudou física em Oxford e depois foi para Cambridge, onde fez pós em Cosmologia e virou professor. Aos 22 anos, ele foi diagnosticado com Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), uma rara doença motora degenerativa. O diagnóstico veio antes do casamento com a primeira mulher, Jane Wilde, e os médicos disseram que ele não teria uma vida longa. Teve 3 filhos e após 26 anos de casados, separou-se e casou novamente com sua enfermeira Elaine Mason, com quem foi casado por mais 11 anos antes de se divorciarem. 

Hawking surpreendeu os médicos e o mundo com sua vontade de viver.

5A forma simples de entender o Universo

A medida que a doença evoluiu, Stephen Hawking passou a usar uma cadeira de rodas e a se comunicar por meio de um sintetizador de voz. Em 1988, foi alçado à fama ao lançar o livro Uma Breve História do Tempo, que vendeu 10 milhões de cópias e explica como é possível aplicar a lógica dos buracos negros a todo o Universo. No Brasil o livro é publicado pela editora Intrínseca. Assim como os livros O Universo Numa Casca de NozBuracos Negros.

4Extraterrestre

Em 2007, Stephen tornou-se o primeiro tetraplégico a experimentar gravidade zero durante um voo sobre o Oceano Atlântico. E o autor da teoria da singularidade do espaço-tempo, disse:

“Eu acho que a humanidade não tem futuro se não entrar no espaço.”

3Figura ilustre

Ao longo da carreira, Hawking ganhou muitos prêmios. Em 2009, foi condecorado com a Medalha Presidencial da Liberdade entregue pelo então presidente dos EUA, Barack Obama. O físico também se encontrou com a rainha da Inglaterra, Elizabeth II. Os dois participaram de um evento de caridade em 2014, no Palácio St James, em Londres. E em 2016, encontrou-se com o Papa Francisco, no Vaticano, durante uma  uma conferência sobre ciência e sustentabilidade.

2Participação em diversas mídias

Em 2014, a vida de Stephen Hawking virou filme. No longa A Teoria de Tudo, do diretor James Marsh, que foi indicado ao Oscar na categoria de Melhor Longa em 2015, o físico é interpretado pelo ator Eddie Redmayne, que ganhou o prêmio de Melhor Ator.

Em Os Simpsons, o físico teve quatro participações, sendo a primeira delas em Eles salvaram a inteligência de Lisa, 22º episódio da 10ª  temporada.

E como algo mais que perfeito, Hawking marcou presença na série The Big Bang Theory confirmando ser um ícone da cultura pop. O físico teórico e cosmólogo, considerado um dos maiores cientistas da atualidade, sempre foi o famoso mais cobiçado pela produção do programa, ainda mais por sempre citado e imitado pelos personagens da série. Depois de negar alguns convites por conta de sua saúde frágil, Stephen Hawking finalmente participou da série no 21º episódio da 5ª temporada, em 2012.

1Para sempre

Em 2017, Stephen falou para uma plateia em Hong Kong por holograma. A palestra foi transmitida ao vivo do escritório dele em Cambridge, no Reino Unido. Depois da morte do físico, os filhos dele disseram que o legado do cientista vai durar ‘por muitos anos’.

Não é difícil dizer que não será a última vez que veremos Stephen Hawking.

No dia de hoje, o gênio também foi homenageado pela página oficial da série The Big Bang Theory, no Instagram:

“Em memória amorosa de Stephen Hawking. Foi uma honra tê-lo em The Big Bang Theory. Obrigado por nos inspirar e ao mundo.”

Descanse em paz professor.
:'(

“Não importa o quão ruim a vida possa ser, há sempre alguma coisa que você pode fazer e ter sucesso. Enquanto há vida, há esperança.”

Stephen Hawking (1942 – 2018)

Comentários