Início QUADRINHOS Notícia The Walking Dead: Última edição da HQ não responde a grande pergunta

The Walking Dead: Última edição da HQ não responde a grande pergunta

140
0
The Walking Dead: Última edição da HQ deixa uma grande questão sem resposta

O que causou o vírus zumbi que atormentou os sobreviventes de The Walking Dead? O criador Robert Kirkman anunciou essa semana que a edição #193 conclui a saga iniciada nas páginas dos quadrinhos com um longo salto de tempo e revelou também que os vivos recuperaram o mundo dos mortos-vivos, mas as questões por trás da infecção e do surto inicial de zumbis ficará sem resposta.

De acordo com Kirkman, a origem do vírus é “uma coisa louca de ficção científica que tornaria a história muito mais estranha“, além de que o criador nunca pretendeu revelar nas páginas de sua revista em quadrinhos mensal.

Ano passado, durante uma sessão de perguntas e respostas no Tumblr, Robert Kirkman revelou:

“Talvez, depois de tudo acabar, eu apenas mencione isso casualmente em uma entrevista. Isso parece uma coisa muito JK Rowling para fazer. Não poderia ser menos importante para a história e a vida desses personagens. Seria completamente fora de lugar na história. Honestamente, se um cientista de Washington chegar até os personagens e disser o que aconteceu, eles simplesmente dariam de ombros e diriam: ‘Ah, ok.’ isso não mudaria suas vidas… e… eu falei demais.”

Como Robert Kirkman disse durante a na Comic-Con de San Diego em 2017, ao explorar uma cura para a praga apocalíptica, ele lembrou que histórias similares foram “feitas em muitas outras histórias de zumbis” e tais revelações são “uma espécie de proposta de quebra da mitologia“.

“Na medida em que realmente tenta resolver a coisa, eu sempre achei que uma das melhores coisas sobre The Walking Dead é que não é sobre cientistas e não é sobre pessoas que assumiriam isso como uma tarefa. Eu acho que se houvesse um apocalipse zumbi, eu não sei se haveria talvez cinco pessoas nesta sala que teriam esse trabalho. Para sair e tentar resolver isso, então definitivamente não.”

Em abril, apenas alguns meses antes de Kirkman surpreender os fãs com o fim da HQ depois de quase 16 anos, e admitiu que ele estava menos interessado no aspecto zumbi de The Walking Dead:

“O aspecto zumbi não me interessa muito depois de todos esses anos. Ver pessoas apanhadas por zumbis e comidas não é divertido para mim. E narrativamente… para as pessoas terem vivido tanto tempo, elas precisam ser espertas o suficiente para evitar esse tipo de armadilha, então é por isso que isso não acontece com tanta frequência. Para melhor ou pior, esta HQ evoluiu além do comer intestinos. Não estou dizendo que NUNCA vai acontecerá de novo… mas nunca será o foco. Eu disse tudo o que queria dizer sobre evitar e ser comido por zumbis nas primeiras 50 edições ou mais.”

Robert Kirkman revelou também que uma vez mentiu para os executivos da Image Comics para lançar The Walking Dead, alegando que o surto de zumbis foi causado por invasores extraterrestres.

A edição The Walking Dead #193 foi lançada nesta quarta-feira, 3 de julho, e conta com 71 páginas e uma carta de agradecimento aos fãs. O encerramento acontece após pouco tempo depois de uma das mortes mais bombásticas da HQ. Selecione o texto a seguir para ler o spoiler: A MORTE DE RICK GRIMES.

Comentários