Início TECNOLOGIA Notícia Navegação no modo privado: Mitos e verdades

Navegação no modo privado: Mitos e verdades

75
0
Navegação no modo privado: mitos e verdades

Presente na maioria dos principais browsers, o modo de navegação privada é uma funcionalidade que permite ao usuário alternar entre a tradicional navegação na internet e um modelo tido como “anônimo”, que promete certa privacidade na rede, uma vez que não grava o histórico de atividade usuário, não permite a instalação de cookies e apaga o cache automaticamente, após o término da sessão.

Muitas pessoas utilizam o recurso para acessar sites de conteúdo adulto, como também para evitar anúncios e pop-ups indesejáveis e, principalmente, para fazer busca por produtos e serviços sem que as empresas tenham prévio conhecimento de gostos e preferências e se aproveitem disso para manipular ofertas e valores. Plugins e extensões ficam automaticamente desabilitado no modo anônimo.

No intuito de esclarecer o que é realmente verdade e mito sobre a navegação privada e até que ponto você realmente está anônimo, seguro e suas atividades não estão sendo monitoradas ou registradas, é que decidimos elaborar esse artigo.

1) Utilizar o modo de navegação privada garante o anonimato na rede – MITO

Você definitivamente não vai navegar anonimamente ao utilizar o modo de navegação privada.

O browser irá excluir o histórico de sites visitados e os cookies instalados assim que a aba de navegação privada for fechada. Entretanto, durante sua navegação seu endereço IP fica visível, indicando sua localização e seu provedor de internet. Além disso, os sites que você visita conseguem facilmente identificar o seu acesso. Por fim, o administrador da rede que você está utilizando também mantém um registro da atividade online, seja ele seu empregador ou seu provedor de internet.

2) Navegar através do modo privado é mais seguro – MITO

Muita gente acredita que utilizar o modo de navegação privada é um recurso extra de segurança ao acessar o Internet Banking, o que não é verdade, pois como já dito anteriormente, a funcionalidade não esconde o seu endereço IP, não evitando o acesso de hackers ao seu dispositivo. Para garantir a privacidade ao acessar serviços bancários, principalmente em redes públicas, o ideal é fazer uso de um bom serviço de VPN (Virtual Private Network, ou Rede Privada Virtual).

3) Conseguir melhores ofertas em produtos e serviços – VERDADE

Algo que se tornou extremamente funcional e popular foi a compra de passagens aéreas baratas através do modo de navegação privada.

Viajar é o sonho de consumo da maioria dos brasileiros, segundo pesquisas. E, não é à toa que as empresas que disponibilizam passagens online têm sempre uma promoção imperdível, uma oferta de última hora, pois captam e armazenam seus registros de pesquisa e disponibilizam a você o que é interessante para elas – não necessariamente o preço mais barato -, em razão da instalação prévia de cookies em seu computador. O mesmo ocorre com os sites de reserva de acomodação e as grandes redes de comércio eletrônico.

Utilizando o modo de navegação privada, você elimina o histórico de buscas nos sites de passagens e evita que as empresas “customizem” resultados direcionados ao seu perfil, por vezes, inflacionando os preços.

Afinal, o que são os cookies?

De maneira resumida, os cookies são pequenos arquivos enviados a você, uma vez que visita determinado site. Eles não são vírus, não danificam seu computador. Eles servem para identificar o usuário e fornecer a melhor experiência de navegação possível, personalizando a página conforme seus interesses, bem como gravando um histórico de atividade online, para que você não precise repetir ações anteriormente executadas.

4) Desbloqueio de conteúdo restrito a assinantes de sites de notícias – VERDADE

“Você já leu todo o conteúdo gratuito deste mês”

Quem nunca se deparou com a mensagem acima, ao tentar acessar uma matéria importante num site de notícias conceituado?

Isso acontece porque eles estão tentando vender uma assinatura digital em troca da informação. E, através dos cookies que foram instalados em seu dispositivo na primeira vez que você visitou aquele site , conseguem mapear cada tentativa de acesso a quaisquer conteúdos, provenientes de sua página.

Ao utilizar o modo de navegação privada, não há registro prévio de navegação, nem tampouco cookies armazenados. Dessa forma, sempre que você quiser acessar um site passível de subscrição, basta abrir uma nova aba no modo anônimo e o site de notícias vai entender que você está consumindo a matéria pela primeira vez.