Início FILMES Crítica CRÍTICA – Viveiro (2020, Lorcan Finnegan)

CRÍTICA – Viveiro (2020, Lorcan Finnegan)

40
0
Viveiro

Viveiro é um filme dirigido por Lorcan Finnegan (Sem Nome) e estrelado por Jesse Eisenberg (Batman vs Superman: A Origem da Justiça) e Imogen Poots (Green Room) e está disponível no Telecine Play.

ENREDO 

Gemma (Imogen Poots) e Tom (Jesse Eisenberg) são um casal que quer dar um passo à frente no relacionamento, visto que pretendem morar juntos. 

Contudo, ao chegarem ao lar dos sonhos, acabam presos num lugar que é impossível de escapar.

ANÁLISE

Viveiro

Viveiro é um filme com uma premissa aparentemente simples, mas que nos deixa com uma pulga atrás da orelha quando somos apresentados à problemática real.

A obra possui o intuito de incomodar, apresentando personagens estranhos e que nos fazem ter asco, principalmente por conta dos seus protagonistas que nos representam em tela.

O trabalho de Jesse Eisenberg e Imogen Poots é magistral, pois conseguem passar muita verdade em suas reações e suas atuações são dignas de prêmio, principalmente a segunda.

O roteiro é sagaz, pois consegue fazer uma analogia ao casamento. Entretanto, não de uma forma positiva, mas sim, como uma prisão invisível.

Ao mostrar que não há saída do lugar, que a comida não tem mais sabor, que a rotina desgasta o casal e que membros indesejados tornam os protagonistas violentos faz uma forte alusão aos relacionamentos que caem no desgaste do dia a dia.

Não apenas isso, como também a questão do sonho americano de vida no subúrbio com filhos que mostra um pai ausente que se mata de trabalhar e deixa a família de lado e uma mãe que tem apenas como tarefa cuidar de seus filhos até o fim de seus dias, algo que é mostrado de forma singular por Viveiro.

O longa acerta demais em pontos como maternidade, abandono paterno e outros pontos relevantíssimos em sua alegoria.

VEREDITO

Viveiro

Viveiro tem um roteiro incomodativo e que prende a atenção na base da agonia. Com atuações fortes e boas provocações, o filme tem um forte apelo emocional e incomoda por nos mostrar uma realidade dura do nosso cotidiano de forma fantástica, mas verossímil dentro de sua premissa.

Nossa nota

Confira o trailer de Viveiro:

E você, gostou de Viveiro? Comente e deixe sua nota!

Nota do público
Obrigado pelo seu voto

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.