Noites Sombrias #122 | A evolução de Jason Voorhees: Da máscara ao horror

    Jason Voorhees é um nome que ecoa pelo mundo do cinema de terror. O assassino implacável, conhecido por sua máscara de hóquei e sede de sangue, é o protagonista (ou antagonista) de uma das franquias de filmes mais duradouras e icônicas – Sexta-feira 13. O personagem e sua saga sangrenta têm um lugar especial no coração dos fãs de terror. Neste artigo, mergulharemos na história e na evolução de Jason, desde suas origens até suas aparições mais recentes nas telas.

    Origens sangrentas

    Jason

    A história de Jason Voorhees começa em 1980, com o lançamento do primeiro filme da série, dirigido por Sean S. Cunningham. No entanto, Jason não é o assassino principal neste filme. Sua mãe, Pamela Voorhees, é a vilã que busca vingança pela morte de seu filho em um acidente no acampamento Crystal Lake. Foi somente no segundo filme que Jason emergiu como o assassino mascarado, tomando o lugar de sua mãe e lançando uma franquia que se tornaria lendária.

    A máscara de hóquei e a lenda urbana

    Jason

    Uma das características mais reconhecíveis de Jason é sua máscara de hóquei. Ela fez sua estreia em Sexta-feira 13 – Parte 3 e desde então se tornou um ícone do cinema de terror. A máscara ajudou a esconder seu rosto deformado e adicionou uma aura de mistério ao personagem. Com o tempo, a máscara se tornou um símbolo do horror e da cultura pop.

    A saga continua

    A franquia Sexta-feira 13 cresceu ao longo das décadas, gerando um total de 12 filmes, incluindo um crossover com outro ícone do terror, Freddy Krueger, em Freddy vs. Jason. A história do personagem também foi contada em quadrinhos, videogames e até em um remake de 2009. Cada filme adicionou camadas à história de Jason, explorando sua infância problemática, suas motivações assassinas e sua capacidade de ressurgir após cada suposta morte.

    Jason no século XXI

    Jason

    Após um período de inatividade, a franquia Sexta-feira 13 foi reiniciada em 2009. O novo filme trouxe Jason de volta às telas, mantendo a essência do personagem enquanto atualizava sua história para uma nova geração de fãs de terror. No entanto, questões legais temporariamente pararam a produção de novos filmes, deixando os fãs com saudades do assassino mascarado.

    A história e a evolução de Jason Voorhees são um testemunho do poder duradouro do cinema de terror. Ao longo dos anos, Jason passou de um vilão de segunda linha a uma lenda do horror, inspirando inúmeras imitações e homenagens. Não importa o que o futuro reserve para Jason, ele permanecerá como um dos mais icônicos assassinos do cinema e uma figura central na mitologia do terror.

    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    TBT #284 | “Festival Sangrento” tenta emplacar horror, mas falha

    Festival Sangrento é uma curiosa crítica que acaba por abraçar o que ela parece criticar com tanto afinco. O filme falha como um horror, mas pode divertir.

    O que é o Festival de Cannes? Saiba mais sobre o evento anual de cinema e confira 4 recomendações de filmes

    Criado em 1946, o Festival de Cannes é um dos eventos de cinema mais prestigiados do mundo e acontece na cidade de Cannes, na França.

    TBT #283 | ‘Par Perfeito’ surpreende por diversão e espionagem

    Par Perfeito é uma ótima comédia. Lançado em 2010, somos lançados na história do casal Jen e Spencer, cujas vidas mudam em 24 horas.

    CRÍTICA: ‘Furiosa – Uma Saga Mad Max’ é lindo e cromado como todos os filmes da franquia

    Furiosa é o mais novo capítulo da saga Mad Max. Agora, mergulhamos no passado da icônica personagem de Estrada da Fúria.