Início FILMES Crítica TBT #86 | Karatê Kid – A Hora da Verdade (1984, John...

TBT #86 | Karatê Kid – A Hora da Verdade (1984, John G. Avildsen)

166
0
TBT #86 | Karatê Kid - A Hora da Verdade (1984, John G. Avildsen)

Sem dúvida nos anos 80 tivemos inúmeros filmes inesquecíveis e para quem ainda era muito jovem na época, o programa Sessão da Tarde foi fundamental para moldar o cinéfilo que muitos se toraram, além de transformar esses filmes em memórias especiais; e obviamente Karatê Kid A Hora da Verdade está na lista.

SINOPSE

Daniel (Ralph Macchio) e sua mãe Lucille LaRusso (Randee Heller) recentemente se mudaram de Nova Jersey para o sul da Califórnia. Porém, Daniel não consegue se ambientar em sua nova morada, até que conhece Ali Mills (Elisabeth Shue), uma garota atraente que gosta dele. Porém, a situação de Daniel se complica quando o ex-namorado de Ali, Johnny Lawrence (William Zabka), e sua gangue começam a atormentá-lo. Um dia, quando é cercado pela gangue de Johnny, ele é salvo por um veterano japonês (Noriyuki “Pat” Morita) e descobre que este senhor é um mestre na arte do caratê. Disposto a ajudar Daniel, Miyagi resolve ensinar os ensinamentos do caratê, para que ele possa se defender.

ANÁLISE

No auge da cultura pop dos anos 1980, surge Karatê Kid A Hora da Verdade, um filme que, apesar de marcado por sua década de origem, ainda funciona em um nível dramático básico. Sem falar das três sequências e do remake que se seguiram, a simplicidade do filme de John Avildsen (Rocky: Um Lutador) vem de fórmulas já estabelecidas: o conto da maioridade, o adolescente que supera a adversidade, o garoto pobre e seu romance com a garota rica e, claro, o fraco vencendo o bad boy contra todas as probabilidades.

Mesmo recheado de clichês, o longa segue ainda sendo o melhor da franquia, apresentando relações admiráveis ​​e verossímil entre os personagens.

Aqui o caratê é o personagem principal, porém a amizade de Daniel LaRusso com o velho e humilde veterano de Okinawa, Sr. Miyagi, é parte intrínseca do longa.

E ao contrário de uma montagem de treinamento rápida ou focando nas cenas de lutas coreografadas, o filme se aprofunda nas cenas de treinamento, construindo a amizade entre aluno e professor.

Ao longo do treinamento, Daniel questiona suas aulas por que Miyagi o colocou para fazer trabalhos manuais – encerar carros, pintar cercas, lixar pisos de madeira – em vez de ensinar socos e chutes eficazes contra os alunos do dojo Cobra Kai, liderados por Jhonny. E obviamente a revelação da técnica do Mestre Miyagi continua fascinante como sempre (quem nunca imitou a técnica da garça, sem dúvidas não teve infância).

Nos anos 80, basicamente todo filme tinha um forte laço com sua trilha sonora marcante, seja Top Gun – Ases Indomáveis com “Danger Zone” (Kenny Loggins) e “Take My Breath Away” (Berlin), ou o próprio Rocky: Um Lutador, também de John G. Avildsen, com “Eye of the Tiger” (Survivor); porém se os clichês de Hollywood funcionam em Karatê Kid A Hora da Verdade, infelizmente não podemos dizer o mesmo de “You’re The Best Around” (Joe Esposito).

PUBLICAÇÕES RELACIONADAS:

TBT #15 | Rocky: Um Lutador (1976, John G. Avildsen)

TBT #82 | Top Gun – Ases Indomáveis (1986, Tony Scott)

VEREDITO

Karatê Kid A Hora da Verdade se destaca como um drama comovente sobre os relacionamentos. Ralph Macchio e o saudoso Pat Morita oferecem performances incríveis em um filme que começou uma franquia cada vez pior à medida que as sequências subsequentes tentaram e não conseguiram alcançar o mesmo senso de clareza emocional deste primeiro filme que segue inesquecível (se você ainda é jovem, pense que é igual à Transformers).

Nossa nota

Assista ao trailer legendado:

CONTINUAÇÃO

Vale lembrar que 34 anos depois do lançamento de Karatê Kid temos a série original do YouTube Red que é um spin-off do longa original.

Cobra Kai é a continuação da história de rivalidade de DanielJhonny e suas duas temporadas chegam na próxima sexta-feira (28) à Netflix. Que já renovou para uma 3ª temporada.

E você, já assistiu Karatê Kid A Hora da Verdade? Deixe sua avaliação e seus comentários. E lembre-se de ver as indicações anteriores do TBT do Feededigno.

Nota do público
Obrigado pelo seu voto


Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.