Início GAMES The Last of Us Part II: Jogador cego compartilha relato sobre acessibilidade

The Last of Us Part II: Jogador cego compartilha relato sobre acessibilidade

161
0
The Last of Us 2: Matar inimigos provavelmente fará você se sentir mal

Um jogador cego compartilhou sua resposta após ver as opções de acessibilidade de The Last of Us Part II pela primeira vez, observando que é isso que ele e a comunidade de acessibilidade em geral têm defendido.

Steve Taylor é um consultor sobre acessibilidade nos games que serve como um editor da Can I Play That. Após receber The Last of Us Part II cedo, Saylor ficou extremamente emocionado pelas vastas opções de acessibilidade.

Saylor gravou sua reação e postou no Twitter, você pode conferir o vídeo abaixo.

“Eu estava relutante em postar isso.

Eu gravei minha reação quando eu vi as opções de acessibilidade em The Last of Us Part II pela primeira vez, pensando que seria um vídeo divertido para a posteridade. Eu… não esperava por isso.

Essa é a razão de fazermos o que fazemos.

Obrigado, Naughty Dog.”

No vídeo, o próprio Steve Saylor fala sobre o quão significante isso é para a indústria como um todo.

“Vocês nem sabem, vocês nem sabem o quanto eu quero dizer. Isso é tão incrível. Isso é o que eu e as pessoas da comunidade de acessibilidade vêm advogando há tanto tempo.”

Você pode conferir o que Saylor falou sobre as opções de acessibilidade no game em um vídeo que ele fez com Courtney Craven, que está abaixo:

The Last of Us Part II será lançado no dia 19 de Junho de 2020. O game 

The Last of Us conta a história de um mundo pós-apocalíptico destruído pelo vírus Cordyceps. Um vírus existente no mundo real, mas que no mundo dos games evoluiu ao ponto de infectar pessoas, transformando-as em “zumbis”, controlados por um fungo, que os transforma em monstros cegos, se guiando apenas pela audição, eles são capazes de complicar bastante a vida dos nossos personagens, Joel e Ellie.



Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.