Início FILMES Artigo Noites Sombrias #39 | 5 filmes originais da Netflix para assistir

Noites Sombrias #39 | 5 filmes originais da Netflix para assistir

rua do medo - netflix

A Netflix é uma opção de streaming presente em vários lares brasileiros, se tornando um canal bem importante de entretenimento para uma boa parte da população.

Uma das características mais marcantes da vermelhinha é sua quantidade imensa de títulos, uma vez que sua estratégia é ter um catálogo vasto. Por isso, nós do Feededigno vamos selecionar cinco obras originais de terror para você, querido amigo, possa assistir do jeito que quiser, confira:

1922 (2017, Zak Hilditch)

netflix

Abrindo a lista, temos 1922, uma obra adaptada do rei do terror e fantasia, Stephen King.

Na trama, Wilfred James (Thomas Jane) é um fazendeiro casado com uma mulher abastada e os dois passam por uma crise no casamento. Junto com seu filho Henry (Dylan Schmid), os dois cometem um crime grave e agora a culpa os atormenta.

1922 é o tipo de terror psicológico que foca pouco nos sustos, mas que apresenta muitas cenas agoniantes e que vão te fazer ter arrepios. As boas atuações, texto reflexivo e uma direção que sabe o que quer, o longa é poderoso e cheio de momentos de tensão.

VOZES (2020, Angel Gómez Hernandez)

Seguindo a lista de filmes originais da Netflix, temos Vozes, uma obra espanhola que deu muito medo em quem assistiu.

O filme conta a história de Daniel (Rodolfo Sancho) um pai de família dedicado que passa por uma tragédia terrível. Para piorar, agora ele é atormentado por uma força maligna que o faz sofrer ainda mais, destruindo tudo que ele ama.

Vozes é o tipo de obra que trabalha algo que normalmente é um ponto negativo no gênero de terror que é o recurso dos jump scares. A direção sabe o que faz e constrói bem suas cenas e conta com um ótimo elenco que segura muito bem as pontas aqui. Vale muito a pena!

O QUE FICOU PARA TRÁS (2020, Remi Weekes)

CRÍTICA - O Que Ficou Para Trás (2020, Remi Weekes)

Trazendo mais um filme que o terror é especificamente psicológico, mas com toques muito importantes sobre racismo e xenofobia, temos aqui O Que Ficou Para Trás.

Um casal do Sudão foge da guerra que assola seu país e agora tenta uma nova vida na Inglaterra. Entretanto, o lugar no qual agora eles moram não é o que parece, trazendo horrores tão terríveis quanto o do lugar do qual fugiram.

O Que Ficou Para Trás é denso, pois tem em seu roteiro um argumento bastante convincente de como é incômodo não pertencer a um lugar. Com personagens bastante realistas, o longa é um tapa na nossa cara, todavia, ainda consegue assustar, além de fazer a gente refletir muito sobre uma situação bastante banal.

TEM ALGUÉM NA SUA CASA (2021, Patrick Brice)

netflix

Agora um terrorzinho slasher bobo, pois ninguém é de ferro.

Em Tem Alguém na Sua Casa, um assassino cruel começa a caçar pessoas com segredos obscuros, matando todos aqueles que não mostram sua verdadeira face.

O novo longa da Netflix é um bom entretenimento, apesar de suas diversas falhas e problemas de direção. Por mais que o filme tenha seus defeitos, há aqui uma violência gráfica bastante visceral e que não deve nada para filmes de terror de grandes orçamentos. Quem busca muita sanguinolência, gore e inventividade nas mortes, veio ao lugar certo assistindo Tem Alguém na Sua Casa!

TRILOGIA RUA DO MEDO (2021, Leigh Janiak)

Rua do Medo - 1978 Parte 2 - netflix

Por fim, mas não menos importante, uma dica três em um, já que Rua do Medo é um projeto que deve ser assistido de forma completa!

A história começa quando um assassino começa a matar vários jovens, todavia, esses evento não é único na cidade de Shadyside que é assolada por massacres que ocorreram em diversos anos na linha do tempo daquele lugar.

Com uma apresentação inovadora e usando como base diversos longas famosos do gênero como Pânico, A Bruxa e Sexta-Feira 13, Rua do Medo é um dos títulos mais legais e inventivos da Netflix. Com personagens legais, uma atmosfera sombria e descolada e boas sacadas da diretora Leigh Janiak, a trilogia fecha com chave de sangue a nossa lista.

Inscreva-se no YouTube do Feededigno

Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

Artigo anteriorCRÍTICA – Os Muitos Santos de Newark: Uma História Soprano (2021, Alan Taylor)
Próximo artigoCall of Duty: Vanguard – Melhores Loadouts para o modo multiplayer
Relações-públicas, gremista, nerd, escorpiano e palestrinha. Parece futebolista, pois só vive descendo a lenha. DC é melhor que Marvel, todavia, amamos as duas.