Início QUADRINHOS Crítica CRÍTICA | The Boys: Bom Para Alma – Vol. 03 (2013, Devir)

CRÍTICA | The Boys: Bom Para Alma – Vol. 03 (2013, Devir)

The Boys: Bom Para Alma é o terceiro volume da HQ criada por Garth Ennis e Darick Robertson. No Brasil, a distribuição é realizada pela editora Devir.

SINOPSE

The Boys

Annie January é uma jovem cristã que luta por justiça com a alcunha de Estelar. Entretanto, depois de chegar aos Sete, sua vida muda e agora ela tem traumas e problemas em sua ficha. Enquanto isso, Hughie Campbell vira uma âncora para a heroína, pois eles estão construindo um relacionamento sólido e ele é o seu novo porto seguro.

ANÁLISE

The Boys: Bom Para Alma é uma edição que enfoca muito em relações uma vez que Os Sete e Os Rapazes estão cada vez mais próximos por meio de experiências únicas. O aumento da tensão entre Bruto e Patriota está cada vez maior, assim como Hughie e Annie são uma espécie de Romeu e Julieta do novo século. 

O texto tem um grau de tensão forte, pois os diálogos são provocativos, mostrando até onde cada membro dos dois grupos podem ir. Já conseguimos notar a psicopatia de Patriota que está chegando ao limite da cortesia e Billy sabe disso. 

A história de Annie é menos controversa que a da série, visto que aqui ela tem um senso de moralidade mais próximo do imaculado, uma vez que a cada momento sentimos sua tristeza e frustração com o maior grupo de heróis do Conglomerado, ponto para a HQ que nos deixa mais próximos de Estelar.

O quadrinho acerta bastante também ao nos apresentar o que aconteceu no 11 de setembro de Patriota e companhia. O despreparo d’Os Sete nos mostra como seria de fato o que pessoas superpoderosas fariam sem nenhum treinamento e o egocentrismo exacerbado.

VEREDITO

The Boys

O terceiro volume de The Boys foca no quão bélico é o momento das duas facções. Ao mostrar que os limites estão próximos de serem ultrapassados e que alguns laços improváveis estão surgindo, por exemplo, The Boys: Bom Para Alma é necessária para os fãs.

Nossa nota

4,0 / 5,0

Editora: Devir

Autores: Darick Robertson e Garth Ennis.

Páginas: 192

E você, gosta de The Boys? Deixe sua opinião!

CRÍTICA – The Boys: Vol. 1, Vol. 2, Vol. 4, Vol. 5 e Vol. 6.

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.