Início SÉRIE Crítica CRÍTICA | We Are Who We Are: Episódio 4 – Right Here,...

CRÍTICA | We Are Who We Are: Episódio 4 – Right Here, Right Now IV

74
0
CRÍTICA - We Are Who We Are: Episodio 1 - Right Here, Right Now

O quarto episódio de We Are Who We Are se chama como já esperado, Right Here, Right Now IV e foi ao ar na última segunda-feira (05/10), na HBO. Neste episódio o grupo de amigos faz uma despedida para Craig (Corey Knight) que está indo para o Afeganistão.

SINOPSE

Após uma partida de paintball, Craig pede Valentina (Beatrice Barichella) em casamento já que ele irá para o Afeganistão. Com uma rápida cerimônia, o grupo invade uma casa para a festa de celebração e despedida. Logo, a dinâmica dos amigos é explorada, enquanto Caitlin (Jordan Kristine Seamón) se sente cada vez mais distante.

ANÁLISE

CRÍTICA | We Are Who We Are: Episódio 4 - Right Here, Right Now IVAos poucos a sequência dos títulos de We Are Who We Are começa a fazer sentido, Luca Guadagnino quer que o espectador preste atenção no aqui e agora. Logo, o quarto episódio usou mais uma vez o pulo temporal já que não foi mostrado as consequências do que aconteceu no festival. É como se Guadagnino falasse “o que está acontecendo neste momento é o mais importante”.

Sendo assim, Right Here, Right Now IV é praticamente um suspiro de alívio na trama, daqueles que antecede um enorme problema. Após, o grupo jogar uma partida de paintball emulando totalmente o sentimento de guerra e rigidez da base militar, temos uma das cenas mais bonitas do episódio.

Utilizando da câmera lenta, Guadagnino mostra o grupo atirando água e tinta uns nos outros. A sensação de irresponsabilidade e infantilidade domina a cena enquanto vemos jovens que se desprendem da constante sensação de vigilância e severidade da base. Logo, esta brincadeira se torna mais divertida que o próprio paintball.

Contudo, Caitlin não participa. Ao longo do episódio, ela se mostra cada vez mais distante do grupo o que é claramente uma consequência por estar mais próxima de Fraser (Jack Dylan Grazer). Ainda assim, ambos não se sentem excluídos ou pressionados pelo grupo, Fraser em especial se sente livre de uma forma individualista.

Sendo assim, o episódio segue com Craig e Valentina se casando já que o rapaz irá para uma missão no Afeganistão. Logo, o grupo invade uma casa de veraneio, onde os donos parecem estarem longe. Na festa, as cenas são totalmente de descontração e curtição com aquele sentimento de despedida.

Luca Guadagnino opta pela espontaneidade e improviso do grupo rendendo cenas contagiantes como o momento da dança desengonçada dos personagens. Algumas relações são mais uma vez exploradas, Danny (Spence Moore II) e Craig são muito próximos o que leva a momentos de tensão sexual entre os jovens.

No entanto, em We Are Who We Are algumas coisas nem sempre são o que parecem. Portanto, Danny também tem em Craig um afeto paterno já que o soldado é um exemplo ao jovem. Nesse sentido, fica incerta a relação entre ambos.

Já no lado de Caitlin e Fraser, os rumores que os dois são um casal crescem cada vez mais. Britney (Francesca Scorsese) interroga Caitlin sobre ela ter mudado depois que passou a sair com Fraser e a resposta é que realmente algo mudou. A mudança está em Caitlin assumir seu verdadeiro eu com Fraser.

Logo, também há uma cena bastante significativa quando Fraser ajuda Sam (Ben Taylor) que está mal. Sam sente que foi trocado por Fraser e sabendo que ele entende de poesia diz também saber. Então, Sam faz uma rima e diz que Fraser não sabe o que é o amor. É um momento emblemático que mostra o quanto Sam gostava (ou ainda gosta) de Caitlin.

Outro ponto interessante é que durante a festa uma menina beija Fraser e ele retribui de uma forma desajeitada. Logo, ele conta para Caitlin que diz para ele nunca mais fazer isso, em uma espécie de ciúmes e aviso de que o amigo não precisa fingir interesse em meninas.

Caitlin tem um momento conflitante com Craig, ela o confronta por ele não ter atirado nela quando teve a chance durante o paintball. Ele desvia do assunto e ela responde que foi por ela ser uma garota. Aos poucos Caitlin percebe algumas imposições ao seu gênero que antes (talvez antes de sua menstruação) eram invisíveis para ela.

O essencial do quarto episódio está na liberdade efêmera que os jovens sentem quando são eles mesmos. Já que tudo irá passar tão rápido e a responsabilidade a cada dia é maior, eles precisam de um momento para serem únicos.

Ao final, Craig vai embora enquanto todos estão dormindo de ressaca. Ao que tudo indica, o jovem soldado provavelmente morrerá em missão e sendo a pessoa mais madura que unia o grupo, as relações ficarão mais estremecidas. O episódio termina com Sarah (Chloë Sevigny) dizendo aos soldados para deixarem a América orgulhosa.

É uma cena irônica, visto que os Estados Unidos não se importa com esses jovens que dão a vida a nação. Isso é muito bem presentado no episódio anterior quando Danny pergunta a Craig se ele sabe o lugar dele no mundo e o rapaz responde que é um soldado. Ao mesmo tempo que esses jovens lutam pela sua nação, eles não sabem mais onde é seu lugar no mundo.

VEREDITO

Right Here, Right Now IV é um episódio de transição, sem grandes acontecimentos para a trama entre Caitlin e Fraser; Como se a série ainda não soubesse abordar as questões de gênero e sexualidade que permeiam os jovens.

Se demorar muito a construir essa abordagem, talvez possa vir a ser superficial demais. Contudo, é um momento de descontração para esse grupo com lindas cenas.

Nossa nota

3,0 / 5,0

Evocê, está assistindo We Are Who We Are, da HBO? O que achou do episódio? Deixe seus comentários e sua avaliação.

Nota do público
Obrigado pelo seu voto

PUBLICAÇÕES RELACIONADAS:

CRÍTICAS – We Are Who We Are

Episódio 3 – Right Here, Right Now III

Episódio 2 – Right Here, Right Now II

Episódio 1 – Right Here, Right Now



Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.