Início SÉRIE Artigo Mr Robot: Resumão da quarta temporada

Mr Robot: Resumão da quarta temporada

1240
0
Mr Robot: Resumão da quarta temporada

Para você não perder nenhum detalhe da melhor série da história da televisão, trouxemos esse artigo com um recap de todos os episódios da quarta temporada de Mr Robot.

Não lembra da terceira temporada? Acesse nosso recap e relembre tudo!

Todos os sites e sistemas escondidos nos episódios são crédito da conta do Reddit ARG Mr Robot! Os recaps foram criados com base nos arquivos da Usa.network.

401 Unauthorized

  • Phillip e Angela

Pai e filha recém-revelados, Phillip Price (Michael Cristofer) e Angela (Portia Doubleday) ainda estão na propriedade em que Price fez sua grande confissão no final da temporada passada. No entanto, não importa o quanto Phillip Price tente convencer Angela de que ela não deve se vingar de Whiterose (BD Wong). Angela recusa, mesmo depois de ver que o Dark Army chegou.

Depois de dizer a Price para ir embora, Angela se senta e aceita seu destino – uma bala na nuca. Phillip Price está chateado – com Angela por não ceder, com Whiterose por ser tão cruel e consigo mesmo por não fazer um trabalho melhor para proteger a sua própria filha.

  • Whiterose 

Whiterose tem uma nova assistente – Wang Shu (Jing Xu) – e ela está em busca de sangue. O sangue de Elliot, para sermos mais exatos. Embora Elliot tenha uma data de validade – ou seja, até o final do ano depois que ele ajudar a enviar o projeto para o Congo -, Wang Shu garante a permissão de Whiterose para lembrar Elliot de quem está no comando.

  • Freddy

O advogado Freddy Lomax (Jake Busey) está se divertindo bastante na festa de fim de ano e, digamos, “mergulhando” em um vídeo-chat com uma garota menor de idade até receber uma entrega especial de Mr. Robot (Christian Slater): instruções para arquivar seu e-mail e entregar em um pendrive para Mr. Robot / Elliot na estação de trem.

Caso Freddy não cumpra com o pedido, Mr. Robot enviará o pequeno vídeo de Freddy para sua família e o FBI. Com as informações que Freddy fornece, Elliot rapidamente discute que Zhi Zhang (também conhecido como Whiterose) não é apenas um cliente, mas também usa Freddy e sua empresa para lavar muito dinheiro.

Assim como Elliot se concentra nas informações que ele precisa de Freddy sobre John Garcin, seu contato no banco estrangeiro, o Dark Army os rastreia. Os dois se separam e correm com o plano de se encontrarem na rua. Uma vez que Freddy percebe que Elliot não pode protegê-lo do Dark Army, o advogado pega a arma e se suicida do lado fora da estação.

  • Mr. Robot, Elliot e Darlene

Apesar do revés do suicídio de Freddy, trabalhando no antigo escritório de Allsafe, Elliot descobre o endereço de John Garcin e quer seguir em frente imediatamente. Mr. Robot, no entanto, pensa que Elliot está sendo muito apressado e perdeu de vista o quadro geral porque está entristecido por causa da morte de Angela. Eles encontraram o “coração” da operação Whiterose – o oleoduto do dinheiro – e Elliot acredita que não têm tempo a perder.

Elliot recebe Darlene em seu apartamento após inúmeras tentativas da irmã. Ela ficou assustada após ter visto Angela vagando pelas ruas em seu roupão de banho. Darlene acredita que ela ainda está viva e é por isso que eles nunca encontraram o corpo dela. Em vez de mostrar a ela a evidência fotográfica que prova o contrário, Elliot aconselha sua irmã a parar de se sentir culpada porque Angela “trouxe” isso para si mesma.

Em resposta, Darlene o acusa de parar de se importar com tudo e com todos. Mais tarde, Darlene faz uma festa no antigo apartamento de Angela e usa todo o tipo de droga possível.

  • Dominique

Dom (Grace Gummer) está escondida na casa de sua mãe Trudie, nos subúrbios do que parece Nova Jersey, evitando o trabalho e vigiando a família.

Trudie convidou sua amiga Janice (Ashlie Atkinson) para jantar. Sentindo que sua mãe está tentando arranjar as duas, Dom suaviza a ideia quando ela e Janice estão do lado de fora. Então Janice diz algo que impede Dom:

“É melhor você descansar, porque você tem uma entrevista sobre o caso de Santiago (Omar Metwally) pela manhã. Você adiou por semanas. Está começando a parecer suspeito”.

Então, vem a ameaça: a menos que Dom vá trabalhar amanhã e limpe a bagunça de Santiago, Janice será forçada a fazer algo realmente ruim à mãe de Dom. Digamos que envolveria as habilidades de Janice como taxidermista. Quando Janice se afasta, Dom percebe duas vans brancas estacionadas em ambos os lados da rua.

  • Honeyspot

Com Mr. Robot, relutantemente, Elliot vai até o apartamento de John Garcin. Uma porta aberta, poeira espessa por toda parte e uma cópia de No Exit de Sartre (na qual um dos personagens principais se chama Joseph Garcin) apontam para uma conclusão: eles estão de pé em um honeypot.

Dois homens de preto aparecem no apartamento e arrastam Elliot. Eles o levam de volta ao seu apartamento, onde um terceiro homem de capa preta (Sam Esmail) injeta heroína nele.

Os homens deixam Elliot se contorcendo no chão, lutando para alcançar o telefone, com lágrimas rolando pelo rosto enquanto cenas de dias mais felizes passam diante de seus olhos. Quando seus olhos se fecham, acreditamos ser o fim. Em uma reviravolta, Price aparece no apartamento, revivendo Elliot de sua overdose.

Easter eggs:

  • Em uma das cenas que Freddy acessa seus e-mails é possível ver esse endereço: [email protected] Encaminhando um e-mail para o endereço, ele é retornado por um bot que, na assinatura, disponibiliza o seguinte número de telefone: +1 424 369 0359 x 76253. Ao entrar em contato, a ligação entrega a seguinte gravação:

“Ei, chefe, eu verifiquei que estamos realmente recebendo algum tipo de interferência de áudio todas as noites. Mesclei todos os sons da nossa rede global e os executei através de um dso no canal 12 a 0,05 volts e estamos obtendo algo. Informe-me. como você deseja prosseguir.”

  • O banco estrangeiro onde Whiterose lava seu dinheiro se chama Cyrus National Bank. Você pode acessar o site do banco através do link acima. Ao longo dos episódios, a credencial para logar no sistema será revelada;
  • No chat, você pode utilizar um dos códigos que aparecem no computador de Elliot na cena do trem. O código é: 094865248;
  • Lomax Looney Law é o nome da empresa em que Freddy trabalha. Você pode acessar o site da empresa neste link.



402 Payment Required

Mr. Robot | Resumão da quarta temporada

  • Grupo Deus

Depois de ser atingido pelo que ameaçava ser uma dose fatal de heroína, Elliot foi salvo das garras da morte pelo próprio Sr. Evil Corp, Phillip Price.

Price faz uma visita a Elliot na Allsafe e agora vê seu planejamento em uma grande parede de vidro coberta de Post-its. Price preenche as lacunas que faltam no grande mapa de Elliot e apresenta a ele o grande esquema de Whiterose.

Zhi Zhang é a mente que controla as pessoas mais poderosas e ricas do mundo, sendo o cabeça do Grupo Deus. O grupo foi originalmente lançado como um grupo de investimentos para alavancar a crescente dependência mundial de conectividade. No momento em que os membros descobriram que estavam trabalhando para Zhang, não com ele, era muito tarde para eles libertarem.

Com os ganhos de Zhang, ele construiu clandestinamente sua máquina misteriosa de um bilhão de dólares sob a usina nuclear de Washington Township – projeto esse que ainda não sabemos sobre o que se trata

Confira o vídeo de apresentação da vida política de Zhi Zhang (apenas em inglês):

Phillip Price afirma que o Grupo Deus, que financia tanto o Dark Army quanto Whiterose, é impenetrável e que o pequeno “assalto” de Elliot é impossível. Elliot quer invadir o Cyprus National Bank e destruir o grupo de dentro para fora. Entretanto, a ligação da E Corp com o Cyprus National Bank está ausente há vários meses.

Susan Jacobs (Sandrine Holt), consultora geral da E Corp era a ponte com o banco. Porém, Darlene disparou com uma arma de choque contra Susan enquanto Elliot estava na prisão. Portanto, mesmo que ele quisesse, Price não poderia ajudá-lo a ter acesso ao banco, especialmente com sua queda iminente.

Não aceitando o “não” como resposta, Elliot joga sua última carta, dizendo que esta é a única chance de Phillip Price vingar a morte de sua filha. Para isso, Elliot precisa rastrear Susan Jacobs e Price precisa, de alguma forma, reunir todos os membros do Grupo Deus na mesma sala nos próximos oito dias – e é quase Natal.

Quando Price sai, seu compromisso com a causa não é claro, mas, como Elliot aponta para Mr. Robot, Price não teria salvado Elliot se ele não quisesse alguma coisa.

  • A Mãe de Elliot

Darlene liga para Elliot e diz que a mãe deles morreu. Embora Darlene não visite Magda há alguns anos, ela está mais preocupada com isso do que Elliot, que está irritado com a interrupção. Mas Darlene precisa do irmão, então ele – relutantemente – passa o dia lidando com os detalhes pós-morte com ela.

Elliot acaba ficando mais acessível quando se deparam com uma antiga gravação em um toca fitas, onde ele, Darlene e Angela desejam à mãe de Angela um feliz Dia das Mães, embora seja curioso o motivo de Magda ter essa fita.

O Dia de União dos Irmãos Alderson gera um benefício inesperado, mas vital, além de diminuir a tensão. Depois de ver que Elliot está tentando invadir a carteira Ecoin de Susan Jacobs, Darlene deixa transparecer a verdade sobre o que aconteceu.

No começo, Elliot está irado, mas então ele percebe que Darlene tem controle sobre a vida digital de Jacobs, que é o que ele precisa. Apesar dos protestos de Elliot, Darlene o convence a deixá-la ajudá-lo.

Ao sair da casa funerária, Darlene menciona que achava que talvez o projeto secreto tivesse algo a ver com Vera (Elliot Villar). Ela se assustou quando Vera apareceu no prédio de Elliot há alguns meses. Entretanto, quando ela contou a Elliot, aparentemente ele agiu como se não fosse nada.

Elliot e Mr. Robot trocam olhares. Depois que ela sai, Elliot começa a falar com Mr. Robot sobre não contar sobre Vera. Mas o Mr. Robot diz que Darlene nunca disse nada a ele.

Então, se não era Elliot, e não era Mr. Robot, para quem diabos Darlene contou?

  • FBI e Dark Army

No FBI, o agente Horton está entrevistando Dom sobre o desaparecimento de Santiago. Horton pergunta se Santiago fez alguma coisa suspeita antes de seu desaparecimento. À beira das lágrimas, ela confessa que acha que Santiago era um agente duplo trabalhando com algumas pessoas perigosas: O cartel de drogas de Trujillo.

Horton parece comprar a história, ou pelo menos, é o que ela conta a Janice após a entrevista. Mas, você sabe quem não está convencida de que Horton estava 100% convencido? Janice.

Após a ligação, o agente Horton acaba vindo a falecer misteriosamente.

  • Whiterose e E-corp

Price vai ver Zhang e diz que quer renunciar. Zhang diz que isso é inaceitável porque o projeto ainda não foi lançado e, além disso, o Grupo Deus deve concordar pessoalmente com seu sucessor.

Com nada a perder, Price diz aceitar o risco, mesmo que isso irrite Zhang. Depois, Price liga para Elliot para dizer que ele jogou sua carta e agora tudo o que eles podem fazer é esperar.

  • Uma Santíssima Trindade

O episódio termina com um flashback na mesma sala de diretoria da E Corp desde a última cena do primeiro episódio da primeira temporada.

Desta vez, Elliot é um menino, girando em uma cadeira. A mãe dele entra e diz que estava procurando por ele e ele não deveria estar sentado lá, porque não é o seu lugar. Quando ele pergunta o porquê, ela responde enigmaticamente:

“Eles ainda não estão prontos. Precisamos esperar … por ele.”

Quando o jovem Elliot pergunta se é Elliot ou Mr. Robot?, a mãe responde: O outro. Eles saem e a porta se fecha para nós.

Easter Eggs:

  • Na cena que Phillip Price vê a parede de post-its de Elliot, há vários IPs escondidos em cada post-it. O Pessoal do ARG de Mr Robot listou todos os sites escondidos em cada ip. Essas provavelmente são as várias empresas do Ministro Zhang para lavar dinheiro do Grupo Deus.



403 Forbidden

Um episódio inteiro sobre a Whiterose!

  • Há muito tempo atrás

Em um flashback de 1982, um jovem Diretor Zhang faz um grande acordo com a IBM para que eles construam sua primeira instalação na Ásia. Durante a viagem para os EUA, Zhang aproveita momentos românticos ao lado de seu assistente.

Após a reunião, o casal faz uma festa privada em seu quarto de hotel. Seu amante-tradutor pensa que Zhi Zhang é perfeito para assumir o cargo como embaixador nos Estados Unidos, o que significa que eles podem se mudar para algum lugar onde não precisem se esconder.

Enquanto seu amante desce para outra reunião, Zhang fica para trás para preparar relatórios. Quando ele volta, Zhang está usando um dos vestidos de noite de sua mãe, uma peruca e maquiagem, revelando seu eu verdadeiro a seu amante pela primeira vez.

A segunda parte do flashback mostra o tradutor de Zhi Zhang extremamente nervoso antes de seu casamento com uma mulher com quem seu pai o está forçando a se casar. Zhang tenta acalmar seu amante, mas quando diz a ele sobre ter aceitado o cargo de Ministro de Segurança do Estado – o que os manteria em Pequim -, seu companheiro não aguenta. Não há vida que ele queira na China.

Em resposta a Zhang pedindo para ele ser paciente, ele diz:

“Você deveria saber agora. Se alguém está pedindo sua paciência, está pedindo sua rendição.”

Zhang promete encontrar uma maneira de tornar esse mundo melhor para eles. Quando ele sai da sala, seu amante diz que este mundo nunca será bom o suficiente para os dois. Ele pega uma faca e corta sua garganta, derramando sangue por todas as ROSAS BRANCAS que Zhang comprado para ele.

  • Dias atuais 

Nos dias atuais, Zhang diz a Wang Shu que ele estará usando o mesmo vestido do flashback no dia em que seu projeto for lançado. Wang Shu diz para ele segurar seus cavalos na celebração, pois parece que Elliot está tramando algo.

Provavelmente não é coincidência que o momento do suicídio de Lomax tenha coincidido com Price tentando se demitir. A princípio, Zhang diz para recusar o pedido de Price, mas depois de relembrar essa troca com seu antigo amor pela paciência, ele decide não apenas conceder o pedido de Price para reunir os membros do Grupo Deus, mas também para que isso aconteça no dia seguinte, também conhecido como Dia de Natal.

Zhang toma a atitude de substituir Price por Tyrell Wellick (Martin Wallström).

  • Krista

Com um paranóico Mr. Robot olhando por cima do ombro, com medo de um ataque furtivo de Vera, Elliot esbarra em Krista (Gloria Reuben) na rua. Ela deixa claro que não quer mais nenhum contato com ele ou será forçada a tomar uma ação legal. Ele está triste porque só queria agradecer a ela. Mas o que nenhum deles percebe é que alguém está assistindo a interação dos dois.

  • A informante

Na Allsafe, Darlene descobriu o nome do contato de Susan Jacobs no Cyprus National Bank. Olivia Cortez (Dominik Garcia) é a única gerente de contas dos EUA no banco. Por terem hackeado algumas de suas informações pessoais, eles deduzem alguns detalhes importantes sobre a vida de Olivia.

Darlene e Elliot não podem acessar nada relacionado ao CNB sem obter acesso físico ao laptop da moça. Vendo que Olivia tem planos de sair naquela noite em um encontro com o OkCupid e o ex estará com seu filho para passar a noite, Elliot abraça a missão e decide ir até o apartamento de Olivia. Ele se recusa a deixar Darlene lidar com isso ou ir com ele.

  • Ame a pessoa que você está

Após invadir apartamento de Olivia, Elliot e Mr Robot encontram praticamente tudo o que precisam, exceto seu dispositivo de autenticação de dois fatores, para que ele possa acessar sua conta CNB – que ela deve ter levado com ela.

A única opção deles é que Elliot interrompa o encontro e passe e roube o dispositivo. Quando chegam ao bar, os dois percebem que Olivia se levantou. O plano de Elliot é chantageá-la. Mr. Robot, no entanto, acha que um toque mais suave funcionará e convence Olivia a tomar uma bebida com ele.

Elliot espia o chaveiro pendurado na bolsa. O constrangimento entre eles se dissipa enquanto eles compartilham algumas coisas pessoais, então quando o date desaparecido chegou para o encontro, Olivia não queria mais nada com ele.

Quando ela resolve ir embora para fugir do encontro às cegas, Elliot corre para fora e a beija. Eles voltam para o apartamento dela. Depois que ela adormece, Elliot remove o dispositivo, entra no banheiro e envia uma mensagem de texto para Darlene com o código 2FA para que ela possa se conectar.

Olivia se junta a ele no chão do banheiro, onde eles conversam sobre seus pensamentos mais íntimos, descobrindo que têm mais em comum do que Elliot jamais poderia ter previsto.

  • O plano de Vera

Vera está circulando – ou pelo menos mandando seus capangas circularem- em busca de informações sobre Elliot. Enquanto não consegue o que quer, Vera gasta seu tempo fazendo pequenos negócios com drogas (escondidos dentro de galinhas frescas) fora da cozinha do Restaurante Adalina. Sua a maior ambição é ser “Rei de Nova York” e, para isso, ele precisa de um arquiteto brilhante.

Vera quer que Elliot seja um parceiro, não um prisioneiro, mas pra isso precisa conhecer suas fraquezas. Um dos capangas de Vera finalmente produz uma foto de Elliot com Krista na rua, mas não dá contexto a Vera. Irritado que uma criança possa ler mais na foto do que seu colega, Vera atira na cabeça do capanga.

  • Tyrell e a dupla dinâmica

Elliot percebe que uma van branca está seguindo Mr. Robot e ele desde que saíram do metrô. Deve ser o Dark Army. Mr. Robot suspeita imediatamente que Whiterose possa saber que eles tem um plano – que envolve Price e o grupo Deus. Elliot sugere que eles mostrem a ela que não têm um, voltando ao seu apartamento.

Ao chegarem no apartamento, ambos notam que a porta foi claramente aberta. Elliot entra lentamente para encontrar Tyrell que animadamente começa a dizer a Elliot que eles querem que ele seja CEO da Evil Corp. Elliot o cala e escreve: Eles estão ouvindo; em um pedaço de papel.

Easter Eggs:

  • Essa cena mostra diversos sites e cada um possui uma finalidade. O safety Cyprus gera uma nova senha a cada 30 segundos para acessar o account.cyprus. Se você conectar rapidamente a senha exibida no momento no de segurança, ela resultará em um gif de uma frase do Tesla:

“Um homem não pode ser salvo de sua própria loucura ou vício pelos esforços ou protestos de outra pessoa, mas apenas pelo uso de sua própria vontade.”



404 Not Found

Mr. Robot | Resumão da quarta temporada

  • A Van Branca

Seguindo de onde o episódio 3 parou, Tyrell está no apartamento de Elliot, mas agora estamos ouvindo a conversa deles de dentro da van. À medida que o agente do Dark Army escuta os diálogos entre Elliot e Tyrell, a conversa muda e depois fica distorcida pela estática.

Quando o agente abre as portas da van para consertar a antena, Tyrell o nocauteia com um martelo, o matando imediatamente. Tyrell diz a Elliot para limpar os logs e garantir que eles não foram enviados para o Dark Army. Eles então dirigem a van para o norte, para que possam tocar fogo nela e no corpo.

O trio – complementado por Mr Robot – para em um posto de gasolina no meio do nada. Mas quando eles saem depois de pagar gasolina na loja, a van desapareceu.

  • Darlene e o plano Cyprus

Darlene deixa uma mensagem longa para Elliot, informando que ela entrou na conta do CNB de Olivia, mas Olivia não está autorizada a transferir nada. Além disso, toda a autenticação do banco passa por um proxy, o que significa que eles terão que invadir o Virtual Realty e acessar seus servidores.

Como a reunião do Grupo Deus é no dia seguinte, ela está investigando como acessar o local. Enquanto ela fala, ela fica cada vez mais irritada por ele não ter atendido às ligações dela e não a encontrar na Allsafe como planejado.

Ela vai ao apartamento dele e vê a nota que Elliot havia escrito para Tyrell (eles estão ouvindo) e a campainha de alarme interna dispara. Ela imediatamente começa a rastrear sua localização e vê que ele esta ao norte do estado.

  • Dominique e sua liberdade

Dom está sozinha em casa na véspera de Natal, incapaz de dormir. Ela tenta, digamos, consolar-se assistindo ao vídeo do interrogatório de Darlene.

Insatisfeita, ela se vira para uma sala de bate-papo sexual e inicia uma conversa com um ex-parceiro, que sugere que eles se encontrem pessoalmente. Quando Dom recusa, explicando que ela gosta de mulheres, Henry revela que ele é uma mulher.

Dom a convida para o apartamento e as duas se beijam. Dom pede licença para ir ao banheiro, que está cheio de toneladas de velas vermelhas e pétalas de rosas vermelhas flutuando em uma banheira cheia.

Seu encontro aparece na porta com uma máscara do Dark Army e começa a afogar Dom na banheira, pedindo que ela pare de brigar e desista do controle para facilitar as coisas para si mesma. Então, Dom acorda assustada em sua cama. A coisa toda foi apenas um pesadelo. Mais um desde que sua vida se tornou um pesadelo.

  • O passeio na floresta

Como a internet no posto de gasolina está inoperante, seus telefones não têm sinal, Elliot, Mr. Robot e Tyrell seguem o suposto atalho em direção à cidade mais próxima, mas logo se perdem no escuro e na neve.

Tyrell perde a esperança a cada passo, convencido de que eles não vão sair dessa situação com vida. Ele acredita que Elliot nunca se importou verdadeiramente com ele.

Eles finalmente saem para a estrada, mas ainda estão longe da cidade. Tyrell quer parar, mas Elliot explica que, mesmo que eles já estejam mortos, eles precisam continuar para que ele possa tentar avisar sua irmã. É o mínimo que ele pode fazer depois de ser um irmão horrível para ela.

  • Papai Noel

Darlene tenta roubar um carro, mas é pega por seu proprietário, Tobias, que está bêbado e usando uma roupa de Papai Noel. Ela o convence a levá-lo para casa, que é na mesma direção em que ela acredita que Elliot está. Em troca, Darlene pede emprestado seu carro para uma tarefa rápida.

Enquanto eles dirigem, a localização de Elliot não é atualizada ( porque ele não tem sinal na floresta). Quando Darlene e Tobias entram em sua garagem, ele percebe que seu carro está parado ali, o que significa que eles estão realmente em um carro roubado.

Seguindo o conselho do “papai noel” de se preocupar consigo mesma, não apenas com o irmão, ela começa a dirigir de volta à cidade de Nova York, apenas para encostar e bater no volante com frustração, dividida entre salvar Elliot ou ela mesma.

  • A Van perdida

Elliot, Mr. Robot e Tyrell encontram um cervo morto na estrada. Eles dobram a esquina e veem a van branca estacionada à frente. Eles se aproximam lentamente da van de ambos os lados.

O agente do Dark Army – que eles acreditavam estar morto – atira em Elliot, mas ele se abaixa bem a tempo. Depois de disparar mais tiros, o agente dá um tiro em sua própria cabeça.

No tumulto, Tyrell é baleado no abdômen. Mr Robot diz que eles precisam levá-lo a um hospital, mas Tyrell diz que, se fizerem isso, o Dark Army os encontrará. Tyrell diz que não aguenta mais e que Elliot deve queimar a van e todas as evidências.

Antes de ele sair, suas palavras de despedida são:

“Certifique-se de cuidar de Whiterose.”

Enquanto Tyrell volta pela floresta, o som estranho surge novamente. Ele finalmente vê sua fonte, algo que parece emanar uma luz azul, e segue em direção a ela, chegando perto o suficiente para ver o que é (embora a gente não consiga ver) antes que a cena termine.

Easter eggs:

  • Em uma das cenas na Van branca é possível ver um prompt de comando com alguns códigos. Nesses códigos o pessoal do ARG encontrou esse link com os áudios coletados pela van do Dark Army.



405 Method Not Allowed

Esse episódio possui apenas duas falas. O restante da comunicação é toda feita por meio de mensagens de texto, computadores e olhares. É uma obra-prima que merece ser apreciada inúmeras vezes!

Para situar, esse episódio inicia na manhã de Natal. A noite desse mesmo dia, acontecerá a reunião do grupo Deus. Todos os episódios a partir de agora (do 5 até o 9) se passam durante o dia de Natal.

  • Queimando as evidências

Na estrada do lado de fora de Pike’s Hollow, Elliot embala o telefone de Tyrell e a arma do Dark Army, e depois encharca a van e o corpo do agente com gasolina, incendiando tudo.

Quando Darlene puxa o carro roubado para o mesmo posto de gasolina no local que ela teve as coordenadas de Elliot pela última vez, ela vê a fumaça subindo pelas árvores. Ela dirige em direção a ele e para o carro, de boca aberta. Elliot bate casualmente na janela para destrancar a porta. Aqui Darlene profere a primeira de apenas duas instâncias de diálogo em todo o episódio:

“É legal, cara. Não precisamos conversar.”

Ela passa por um semáforo para levá-los de volta à cidade o mais rápido possível. Eles ainda precisam entrar no Virtual Realty para ter acesso ao Cyprus National Bank antes da reunião do Grupo Deus de hoje à noite.

De volta a seu apartamento, Elliot se esforça um pouco para permanecer na tarefa após os eventos da noite anterior. Mas ele lava o sangue das mãos (literal e figurativamente) e prepara o Virtual Realty ID de Dolores Haze, enquanto Darlene se transforma em seu alter ego com uma peruca preta.

  • Dominique e a van branca

Assim que Dom está jogando seus biscoitos de açúcar comprados na loja em um contêiner para fazê-los parecer caseiros para o feriado de sua família, ela recebe uma mensagem de sinal de sua amiga Janice enviando-a para Pike’s Hollow para investigar a van queimada.

Quando Dom chega, é uma cena policial completa. O legista já está fechando o agente do Dark Army em um saco de corpo. Então ela entra no carro e, enquanto dirige, percebe a câmera em cima do semáforo próximo – também conhecido como o mesmo que Darlene apareceu na cena de abertura. Ela propositalmente dirige através da luz vermelha e ela pisca, como se estivesse tirando uma foto do seu carro.

Dom fica na delegacia de polícia local para ver se ela pode estar lá quando passam os relatórios da luz vermelha, mas com o feriado, ninguém parece estar querendo trabalhar. Ela secretamente coloca uma bug em um dos computadores dos policiais para que ela e Janice possam assistir a tela do policial remotamente.

Dom envia a Janice uma mensagem de que, como ela não tinha autorização, ela invadiu a rede do departamento de polícia local. Janice agora deve ter acesso e deve procurar os relatórios da câmera de luz vermelha. Janice responde com um emoji positivo.

Enquanto Dom fica pendurada no carro no estacionamento da estação, ela recebe um e-mail da Agente Amy Hartman dizendo que o “sortudo irlandês bastardo” foi libertado, ou seja, Deegan Maguire, o mafiosa cuja especialidade é desaparecer (que ela entrevistou no episódio 402).

  • A invasão

Às 11h, ‘Dolores’ entra no Virtual Realty e tenta passar seu cartão de identificação pela catraca, enquanto Elliot espera do lado de fora. Com o guarda de segurança principal, Dolph Lawler, distraído por Darlene, Elliot, vestindo luvas médicas pretas, desliza para dentro do local.

A primeira ordem do dia é colocar Dolores Haze no registro de funcionários, para que Dolph a deixe entrar. Em seguida, ele força uma atualização de firmware que remove as telas das câmeras de segurança por 40 minutos, ajustando o temporizador do telefone de acordo com esse tempo.

Durante sua interação com Dolph, Darlene secretamente consegue a impressão digital do segurança no protetor de tela de seu telefone. Ela encontra Elliot no elevador e eles vão para o 7º andar, para a KraftWerks 3-D Printing.

Lá, eles digitalizam a impressão digital de Dolph e fazem um molde 3D. Enquanto isso, Dolph está tentando descobrir por que as câmeras estão inoperantes.

No andar de baixo, ele vê a atualização do firmware acontecendo no monitor. No entanto, ele não pode cancelar o processo. Os irmãos vão para outro andar no Virtual Realty para criar um crachá de ID do Smart Access para a máquina do servidor.

  • O Natal de Phillip

A manhã de Natal de Phillip é passada em um restaurante aguardando detalhes sobre a reunião do Grupo Deus. Elliot envia uma mensagem dizendo que Tyrell não estará na reunião hoje à noite.

O garçom entrega o primeiro conjunto de instruções: ir à E Corp e dar US $ 20 ao músico com um trombone na praça. O músico tira o boné, revelando um ingresso para a lavanderia a seco de Murnau, localizada na 2nd Avenue.

Depois de pegar um terno na lavanderia e levá-lo para casa, Phillip encontra um cartão no bolso do paletó indicando a localização: O Brentano às 21h. Ele envia uma mensagem para Elliot, informando que ele tem a hora e o local da reunião, quer Wellick possa comparecer ou não.

  • Correndo contra o tempo

Na Virtual Realty, Elliot e Darlene chegam à sala dos servidores com apenas seis minutos de sobra graças à impressão digital de Dolph. Elliot exclui o perfil de Dolores do diretório enquanto Darlene entra em um console, procurando o servidor SSL do CNB que executa a autenticação.

Dolph nota o painel de incêndio do elevador aberto e resolve seguir para o andar da sala do servidor: o único andar que exigia acesso com crachás. Ele suspeita que a sala do servidor tenha sido acessada recentemente, portanto verifica um aplicativo em seu telefone e vê que sua impressão digital foi usada para entrada.

Dolph manda uma mensagem para o outro segurança chamar a polícia enquanto entra na sala dos servidores. Darlene finalmente encontrou o servidor CNB correto, mas o tempo acabou e ela não terminou. Apenas um momento depois que as câmeras de segurança voltaram a funcionar, Elliot descobriu como cortar as luzes na sala dos servidores,ganhando um pouco mais de tempo e cobertura.

Darlene obtém acesso ao servidor proxy SSL do banco e se adiciona como uma administradora para manter o acesso remoto. Eles fogem. Com os policiais do lado de fora e Dolph prestes a pegá-los, Elliot passa correndo pelos guardas e os policiais e, então, eles o perseguem.

Darlene improvisa outro disfarce – como um rato de academia que sai do estúdio de fitness dentro do mesmo prédio – e passa direto por eles. Eles mal olham na direção dela. Ela entra no carro roubado e segue Elliot, que está sendo perseguido por todo o Central Park ela polícia.

Recuado em um canto, Elliot pula por cima de uma grade, cai por um aterro muito alto e para ao lado do carro de Darlene. Mancando, ele entra. Ela pisa fundo e Elliot coloca a mão dele sobre a dela.

  • Vigilância

Após a refeição do feriado de DiPierro, Dom leva o cachorro da família para passear e vê uma van branca estacionada do lado de fora. De volta para dentro de casa, ela anota o número da placa e sua localização em um bloco de papel.

Dom não percebe as notícias na TV com uma história sobre algum caos de Natal no Central Park porque seu telefone vibra com uma mensagem. Janice precisa de Dom para rastrear alguns causadores de problemas. Ela inclui uma foto de Elliot e Darlene capturada na câmera de rua.

  • O encontro entre Vera e Krista

Krista está pronta para se encontrar com seu novo namorado, Jason, para que ela possa apresentá-lo à sua família pela primeira vez. Ela muda de ideia e decide se livrar da família e jantar apenas com seu namorado e, para isso, ela vai ao mesmo supermercado em que esbarrou em Elliot no episódio 403 – e não percebe que está sendo seguida por uma mulher em uma jaqueta vermelha.

Quando ela chega à sua porta, ela reconhece a mulher de jaqueta vermelha da loja do outro lado da rua e se atrapalha com as chaves, o que faz com que ela largue suas compras no chão. A mulher de jaqueta vermelha pega seu sorvete caído e Krista se vira para ver Vera, que profere o único outro diálogo no episódio:

“É hora de conversarmos.”

Easter Eggs:

  • Site que Elliot acessa para desligar as câmeras de segurança. Se você clicar no dia 25 e definir todos os valores na segunda coluna como 0,0, isso apagará as luzes dessa seção específica em tempo real.
  • Para verificar se as luzes realmente desligaram é só acessar a imagem das câmeras de segurança. Indo até a câmera “bank 3” você perceberá que uma mensagem surgiu em uma das pilastras (mais uma citação de Tesla).



406 Not Acceptable

Mr. Robot | Resumão da quarta temporada

  • Vera x Krista

Vera está realizando um interrogatório na casa de Krista, enquanto ele e seus companheiros a prendem e amordaçam. Ele conta a ela uma história sobre uma criança que foi incessantemente perseguida por um valentão e como a criança conseguiu mudar essa situação quando recebeu um taco de beisebol de alumínio no Natal.

Ele usa essa anedota como uma maneira muito gráfica de explicar como ele vê o propósito da “senhorita Krista” em sua missão: ele quebrará o Elliot usando ela como bastão.

  • Leon x Elliot

Vestido da cabeça aos pés com suas roupas camufladas, Leon (Joey Bada$$) entra no café onde Elliot o está esperando e cumprimenta calorosamente seu ex-colega de prisão. Elliot pergunta se ele tem e Leon lhe entrega algo debaixo da mesa.

Elliot não pode ficar para colocar o papo em dia, mas Leon permite que ele saiba que é freelancer em tempo integral agora, então ele estará disponível se Elliot precisar dele.

Depois que Leon sai, Mr. Robot pergunta a Elliot se ele tem certeza sobre o que ele está planejando fazer, mas Elliot é definitivo. Ele vai ao balcão e pede dois grandes mochas de hortelã-pimenta.

  • Dominique x Darlene

Darlene encontra Dom parada no apartamento de Angela, com uma arma apontada para ela. Dom exige saber onde Elliot está. Darlene não responde. Abaixando a arma, Dom murmura que eles deveriam continuar dirigindo quando tivessem a chance.

Ela liga para Janice para que ela saiba que ela tem Darlene, mas não Elliot. Janice transmite as “boas e más notícias” dos superiores: eles querem Elliot, não sua irmã. Mesmo que eles precisem apenas do telefone de Darlene para rastrear Elliot e não a própria Darlene, é mais limpo matá-la. Se Dom não estiver à altura da tarefa, este será o último Natal de sua família. Janice estará lá às 15:30 em ponto para pegar o telefone.

  • Whiterose e o tempo

Wang Shu conta como Zhang que eles têm uma foto de Elliot e Darlene a uma milha de distância de onde a van foi queimada e que agora eles capturaram Darlene, mas não Elliot.

Wang Shu acha que Elliot deve ser punido por sua transgressão, mas Zhang discorda. Ele esperou demais pela chance de enviar seu projeto. Em vez disso, Zhang diz a Wang Shu para trazer Alderson para que ele possa finalmente aprender que eles estão do mesmo lado.

  • Elliot x Olivia

Elliot faz uma visita a Olivia, mas seu presente para ela acaba sendo um cavalo de tróia: um mocha de hortelã-pimenta secretamente turbinado com Oxy (droga que Olivia era viciada).

A notícia de que ela está trabalhando para pessoas muito ruins que comandam ações terríveis – incluindo o massacre em que a mãe de Olivia foi assassinada – vem com um ultimato: Se ela não ligar para o chefe em Chipre e fazer com que ele entre no sistema bancário para que ele e Darlene possam obter suas credenciais, ela perderá a custódia do filho por não permanecer ‘limpa’.

Enquanto Mr. Robot tenta trazer Elliot de volta, Olivia entra no banheiro e corta os pulsos. Elliot consegue parar o sangramento e salvá-la. Ela o odeia por arruinar sua vida, mas parecendo acreditar que o que ele disse a ela sobre seus empregadores é verdade, ela faz a ligação.

Ele pede desculpas. Antes de ele sair, ela chama fala que pode trabalhar para monstros, mas que Elliot é um monstro pior ainda.

  • O fim de Darlene?

Com a chegada iminente de Janice, Dom arrasta Darlene para o banheiro e a joga na banheira. Darlene implora a Dom enquanto tenta convencê-la de que eles têm um plano para derrubar o Dark Army e tirar todos eles disso. Dom não está ouvindo e aponta a arma para a cabeça de Darlene, mas não pode puxar o gatilho.

Darlene tenta fazê-la lembrar a conexão que elas tem e lembrar Dom que ela é uma boa pessoa. Com apenas alguns minutos antes de Janice chegar, Dom empurra Darlene para fora do banheiro, enfia a arma na mão de Darlene e aponta o cano para seu próprio intestino. Ela implora que Darlene a mate – ela quer morrer todos os dias nos últimos dois meses -, mas Darlene se recusa.

Nesse momento, Janice, ladeada por dois agentes, entra. Isso não era exatamente o que Janice estava esperando. Como Dom ainda é útil, eles não vão matá-la, mas as consequências ainda serão dolorosas. Janice pega o telefone e coloca a arma na cabeça de Darlene. Darlene deixa escapar que o telefone é inútil porque ela acabou de limpá-lo.

  • Vera e a verdade

Krista tenta satisfazer Vera com alguns detalhes sobre as várias condições de Elliot, mas ele quer o “nome da marca”, não “imitações”. Também não funciona quando ela tenta adotar uma tática terapêutica com base em sua infeliz infância. Isso apenas o irrita ainda mais.

Ele termina a parte mais importante de sua história de Natal e lhe dá uma última chance de dar a ele o que ele precisa para poder quebrar Elliot e reconstruí-lo, como em sua história. Se Krista o fizer, ele a libertará. Ela diz a ele para ir ao arquivo em seu escritório e procurar em uma pasta específica. Ele pergunta o que encontrará lá. Ela diz: Mr. Robot.

  • Resgatando Krista

Quando Elliot e Mr Robot saem do metrô, Elliot recebe um telefonema de Krista dizendo que Vera a sequestrou para que ele pudesse obter informações sobre Elliot. Ela está assustada, então ele concorda em encontrá-la no Washington Square Park, embora o Mr. Robot tenha preocupações sobre tudo isso.

Enquanto Elliot corre para o parque, dois dos caras de Vera saem do nada e enfiam Elliot no porta-malas do carro de Vera e partem.

Easter Eggs:

  • Revelados login e senha do Cyprus National Bank. Login: [email protected] / Senha: c0nv3rg3nce37;
  • Um formulário aparecerá na tela. As respostas corretas são: 1 – cheetah / 2 – new york / 3 – road less traveled / 4 – a savior / 5 – phone / 6 – livid;
  • A resposta certa gera um GIF com uma nova frase de Tesla.



407 Proxy Authentication Required

Um dos melhores episódios já feitos na história da televisão. Com avaliação 10/10 no IMDB, consenso de crítica e aclamação do público, o episódio 7 possui grandes chances de concorrer como melhor episódio no Emmy 2020.

Este episódio especial contínuo ocorre ao longo de cinco atos em apenas um cenário – o escritório da casa de Krista – onde uma das mais dolorosas lembranças reprimidas de Elliot desde a infância é arrastada para a superfície, examinada e finalmente aberta.

  • Ato Um

Depois de ser arrastado para fora do porta-malas por Peanuts e Javi, Elliot senta-se amarrado e amordaçado na mesma cadeira em que Krista esteve no último episódio. Quando eles removem a mordaça, Elliot exige saber por que ele está lá.

Vera faz metanfetamina enquanto animadamente conta uma história sobre suas recentes revelações, onde um xamã o ajudou a descobrir seu verdadeiro chamado, também conhecido como rei de Nova York, que só pode ser concretizado com a ajuda de Elliot.

O Mr. Robot murmura para Elliot que eles precisam descobrir como escapar. Elliot é inflexível quanto a não ir embora até que ele saiba que Krista está segura e, se estiver, libertá-la.

Elliot diz a Vera que ele não vai apenas entrar como parceiro porque Vera tinha uma visão de mestre sobre isso. Ele primeiro precisa ver com seus próprios olhos que Krista está viva. Vera finalmente concorda, mas diz que quer sua introdução especial.

  • Ato Dois

Vera leva Elliot para ver Krista, que ainda está amarrada do outro lado da parede, em seu escritório. Em troca, Vera quer conhecer o Mr. Robot. Elliot resiste, mas a ameaça de Vera de permitir que Javi não faça coisas agradáveis ​​a Krista força Elliot e Mr. Robot a aceitarem o trato.

Mr Robot está furioso, repelindo os esforços de Vera para entrar na cabeça deles. Mr. Robot salienta que Vera deveria ser o entrevistado para ser parceiro de Elliot e Mr. Robot, e não o contrário.

Depois que Vera explica suas várias ambições, Mr. Robot acaba com todos os planos com facilidade. Mas o que ele oferece a Vera é um barco cheio de dinheiro, que eles podem fornecer após o hack naquela noite. Isso ainda não é suficiente para convencê-lo a libertar Krista, a única coisa que Vera tem contra Elliot.

Elliot retoma o ‘controle’ da conversa dizendo a Vera que ele pode lhe mostrar todo o plano se eles lhe trouxerem o laptop que está na mochila.

  • Ato Três

Enquanto Vera, Peanuts e Javi riem como crianças em todos os zeros na tela do laptop, Elliot enfia a mão na mochila para pegar a arma que ele confiscou do Agente do Dark Army (em 405) e puxa o gatilho. Ele tem coragem de atirar, mas Javi removeu as balas.

Primeiro se divertindo e depois irritado, Vera vê que ele tem que ir para o próximo nível. Ele recarrega a arma e a coloca na cabeça de Krista. Cada vez mais desesperado, Elliot diz que não apenas dará a Vera todo o dinheiro que roubarem, mas também será seu parceiro após o assalto. Mas isso não é suficiente para restaurar a confiança de Vera. Ele exige saber por que ele não deveria apenas matar Krista.

Elliot que precisa dela e, então, Vera percebe que Mr. Robot não é o responsável pela resposta que ele procura, mas sim a própria Krista.

  • Ato Quatro

Vera força Krista e Elliot a uma sessão de terapia improvisada com uma arma. Circunstâncias não ideais – para dizer o mínimo. Krista está aterrorizada e resistente, mas depois que Vera atira no chão, eles conversam superficialmente sobre a recente morte da mãe de Elliot.

Vera atinge um nervo quando revela que Krista disse que Elliot tem um segredo e a única maneira de desvendá-lo é descobrir por que o Mr. Robot existe. Ele começa a ler o arquivo de Elliot. Mr. Robot está ficando nervoso e nervoso. Eles precisam sair de lá porque Krista os vendeu. Mas Elliot agora quer ouvir o que há no arquivo. O que Krista sabe que Elliot não?

Tudo volta ao incidente da janela quando ele era criança. Krista pressiona a memória e por que ele não se lembra muito disso, apenas o que Darlene disse a ele. Krista sugere que Elliot não se lembra daquele evento porque o Mr. Robot o estava protegendo de alguma coisa. Do que Elliot estava com medo? Elliot não consegue se lembrar, mas Vera responde por ele: O pai dele.

Mr. Robot agora está perdendo, implorando que Krista pare antes que ela machuque Elliot irreparavelmente. No começo, Elliot tem seu pai como o único amigo. Em meio ao turbilhão de emoções, Mr. Robot desiste, dizendo que não pode mais proteger Elliot se ele continuar nesse caminho.

Eventualmente, Krista leva Elliot a descobrir que ele pulou pela janela para se proteger de seu pai, porque seu pai o molestava sexualmente.

  • Ato Cinco

Após a revelação, Elliot se apavora, gritando com a tempestade furiosa do lado de fora. Como ele pode continuar com esse conhecimento? Por que seu pai fez isso com ele?

Vera tenta confortá-lo. Ele conhece a dor de Elliot: sua mãe costumava passá-lo para as amigas enquanto ela saía para se drogar. Vera afirma que isso não é uma morte. Vera chora enquanto relâmpagos e trovões sacodem a janela atrás dele.

Elliot luta para acreditar nele, porque ele tem todos os motivos para suspeitar que Vera usará esse conhecimento para dobrar Elliot à sua própria vontade ilusória.

Cansado e triste, Elliot diz que não quer mais ficar sozinho. Vera responde que ele não está sozinho. De repente, Vera começa a sentir dor. Quando ele se levanta, vemos que há uma faca nas costas – a mesma que seu irmão supostamente usou em Shayla (ex-namorada de Elliot) – e Krista está em pé atrás dele, coberta de sangue.

Ele cai no chão. As luzes do palco apagam-se uma a uma, cobrindo a cena na escuridão enquanto Vera respira pela última vez.

408 Request Timeout

Mr. Robot | Resumão da quarta temporada

  • Flashback de 1995

Elliot e Angela estão brincando de esconde-esconde no Queens Museum, o lugar favorito de Elliot para escapar dos traumas em casa. O jovem Elliot volta às entranhas do prédio para a área de armazenamento – onde ficam os restos de Electro: the Smoking Robot da Feira Mundial de 1939 – e esconde algo no fundo de uma fenda na parede de tijolos. Ele explica para uma presença invisível que isso é algo que ele tem que fazer, porque vai ajudá-los.

  • Tempo presente

De pé sobre o cadáver de Vera, Krista diz a Elliot que eles precisam ir à polícia antes que Peanuts e Javi voltem, mas Elliot parece estar chocado com a revelação de que seu pai o abusou sexualmente. Em vez de responder a Krista, ele olha para o Elliot criança no canto da sala.

Krista consegue levá-lo pela escada de incêndio até um táxi antes de Peanuts e Javi voltarem ao apartamento. No táxi, um vídeo de saudação de fim de ano da E Corp com Tyrell é exibido na tela.

Quando eles chegam à delegacia, Elliot diz que não pode entrar. Ele deseja poder voltar a esquecer, mas Krista diz que ele nunca se esqueceu, que a experiência apenas foi enterrada no fundo de sua mente. Ela se oferece para ajudá-lo, mas Elliot pede desculpas por envolvê-la em tudo disso. Nesse momento, ele vê o pequeno Elliot do outro lado da rua e o segue até o metrô.

  • Continua a crise dos reféns de Natal

Na casa dos DiPierro, um grupo de pistoleiros mascarados arromba a porta e prende as mãos de Trudie e de toda a família sob a mira de uma arma.

  • Janice e as reféns

Janice agora tem Dom e Darlene com as mãos e os pés amarrados, sentados à sua frente no apartamento de Angela, enquanto dois soldados do Dark Army a acompanham.

O telefone de Darlene foi de fato apagado, mas Darlene se recusa a restaurá-lo para abrir mão da localização de Elliot. Para quebrar o impasse, Janice explora o vínculo não conhecido entre Dom e Darlene, tirando uma de suas facas de taxidermia e esfaqueando Dom no peito, perfurando um pulmão.

Dom se torna um novo relógio: Darlene tem cerca de quinze minutos para decidir se dará ou não a Janice o que ela quer em troca de obter assistência médica para Dom antes que seja tarde demais. Dom sussurra para Darlene para não fazer o que Janice pede, Janice ouve. Para aumentar as apostas, ela começa a telefonar para sua equipe de vigilância que guarda a casa da família de Dom para dar-lhes o aval para começar a matança. Darlene finalmente cede e Janice recua.

  • Unindo as pontas soltas

Elliot segue o pequeno Elliot até o Queens Museum. Na exibição panorâmica da cidade de Nova York, Elliot desmorona, pedindo desculpas ao jovem por não fazer mais para impedir que o pai os machucasse.

O jovem Elliot leva Elliot ao seu esconderijo no depósito. Elliot chega e pega uma bolsa de moedas que contém uma chave com um ‘E’ como a broca, que Elliot reconhece como a chave do quarto de sua infância (e que ele sonhou no episódio 1×04).

O jovem Elliot explica que era a chave do pai deles, então eles pegaram e esconderam no museu. Se o pai deles não tivesse a chave, talvez ele não pudesse mais machucá-los. O jovem Elliot diz a ele que eles nunca fugiram, que sempre se defenderam.

  • Irlandês sortudo 

Um agente do Dark Army informa Janice que encontrou o telefone de Elliot na casa de Krista, mas não Elliot. Janice não se diverte e acha que Darlene deve ter outra maneira de encontrar seu irmão.

Para colocar seu palpite à prova, Janice liga para os homens que guardam a casa DiPierro, mas ninguém atende. Ela tenta novamente; mesma coisa. Dom pergunta se os homens estão respondendo, o que deixa Janice desconfiada. Dom recomenda que Janice encaminhe suas perguntas para ele, que provavelmente está tentando entrar em contato com Dom.

Janice retorna uma das quatorze chamadas perdidas no telefone de Dom de “Lucky Irish Bastard“, que acaba por ser Deegan. Janice descobre que Dom contratou Deegan para acabar com as operações do Dark Army que guardavam a casa de Trudie e que Deegan sequestrou toda a sua família para levá-los a um lugar seguro.

Depois que Deegan desliga, Dom tira a faca do peito, corta o tendão de Aquiles de um dos soldados mais próximos a ela para derrubá-lo, pega sua arma e atira em Janice e em seus capangas um após o outro.

Dom liga para o FBI para enviar ajuda e pede que Darlene saia, para encontrar Elliot e derrubar o Dark Army de uma vez por todas.

  • Se reconectando com Mr. Robot

Em uma das cenas mais lindas e transparentes nesses 4 anos de série, Elliot e Mr. Robot finalmente podem se abrir um ao outro.

Elliot está tentando concluir o hack na Allsafe quando Mr. Robot aparece. Elliot dá a ele um resumo de como o resto do hack vai acontecer, mas o Mr. Robot quer falar sobre o que aconteceu e saber por que Elliot o deixou ‘voltar’.

Mr. Robot sente remorso por tantas coisas, inclusive por não fazer um trabalho melhor para protegê-lo e não ter contado a Elliot antes.

“Eu entendo se você não pode me perdoar ou se precisa me calar para sempre, desde que saiba que eu não sou seu pai. Eu nunca fui.”

Elliot diz que foi por isso que ele o criou, porque ele era o pai que ele precisava, não o pai que ele tinha. Elliot sabe que essa experiência dolorosa o transformou na pessoa que ele é agora e, se não tivesse acontecido, ele não teria o Mr. Robot.

Depois de tudo, ele não acha que pode continuar com o hack. Mr. Robot segura Elliot pelos ombros quando ele começa a chorar.

409 Conflict

  • Divertidamente

Mr. Robot encontra Magda (mãe de Elliot) e o jovem Elliot na mesma sala de conferência do episódio 402 (onde Magda e o jovem Elliot conversaram sobre “o outro”) para discutir sobre Elliot e se eles deveriam ou não contar a ele “tudo” agora.

Mr. Robot argumenta sobre esperar até que o hack seja feito para “mostrar a ele o que ele fez”. Se isso não funcionar, Darlene pode ser capaz de ajudá-los a chegar até “ele” – desde que ele “acordou para ela” quando ela falou com “ele” dois meses atrás.

  • A grande noite

Como Elliot ainda está instável, Mr. Robot se junta a Darlene no quarto de hotel em frente ao local onde o Grupo Deus está programado para se reunir – para manter o plano em andamento. Price, inesperadamente, aparece pedindo um favor: ele quer que Elliot destrua a máquina de Whiterose depois que o hack for feito.

Price entrega a ele um drive USB com tudo o que Elliot precisa saber sobre seu projeto. Depois que Price sai, Mr Robot observa os degraus da frente do hotel onde a reunião deve ocorrer. Estranhamente, Price é o único que entra no prédio – nenhum dos outros membros chegou.

  • Encontro para dois

Quando Price entra no local da reunião, Whiterose está sentada em uma mesa em um salão de baile vazio com algumas pessoas do Dark Army próximas a ela. Ela exige conhecer o plano de Elliot. Por essa informação, ela Price sem dor, em vez de fazê-lo sofrer uma morte dolorosa.

Price diz que não pode acreditar que a pessoa cancelou a reunião no último minuto por uma “teoria da conspiração mal educada”. Mas a reunião ainda está ocorrendo, apenas em outro local, diz Whiterose. E ela está bem com o atraso, porque Tyrell Wellick pode segurá-los até que ela chegue. Price ri e diz que Wellick não irá aparecer.

  • O que Elliot faria?

Mr. Robot tenta canalizar o que Elliot faria quando visse que os membros do Grupo Deus não estão no local combinado. Se Whiterose pensasse que algo estava acontecendo, ela contaria aos outros membros, incluindo Price.

Então, Mr. Robot e Darlene usam as credenciais de Tyrell para acessar seu calendário e pronto, o local da reunião foi alterado para Cipriani Downtown. Mas, claramente, Price não foi informado, o que deve significar que Whiterose está do outro lado da rua e ainda não está na reunião.

Eles decidem um novo plano: Darlene irá ao centro para capturar os números de telefone do Grupo Deus e Mr. Robot ficará para capturar a Whiterose.

  • Pra mim já deu!

Wang Shu avisa a todos que estão procurando Wellick na área de três estados, mas não há sinal dele. Price diz que não tem ideia se Wellick está vivo ou morto.

Wang Shu pede a todos que participem da reunião para avisar o Grupo Deus antes que a situação vá de mal a pior. Na sua opinião, hoje Elliot venceu. Eles deveriam apenas encontrar outra maneira de mudar seu projeto. Mas Whiterose se recusa a “ouvir a razão”, então Wang Shu sai.

  • Você disse Fsociety?

No centro da cidade, Darlene não consegue ver claramente a festa por causa de todas as barricadas e guardas de segurança. Ela então vê um cartaz de “Shift + Control“, um programa de TV que parece inspirado pela fsociety e tem uma ideia.

Enquanto isso, o Mr. Robot liga para o telefone de Price e fornece respostas mais claras. Whiterose pede que eles se reúnam para conversar pessoalmente, mas Mr. Robot diz que não.

Whiterose tenta fazer um acordo: se Mr. Robot parar de fazer o que está fazendo, ela compartilhará informações muito valiosas sobre Angela. Whiterose afirma que, apesar das evidências em contrário, Angela ainda está viva e Whiterose pode levá-lo até ela.

Movido pela ideia de Angela estar viva e pela perspectiva de “redefinir” a vida em um mundo que ele merece, Elliot aparece do outro lado da ligação. Por um momento, parece que ele está sendo atraído, até que ele percebe que é exatamente assim que Whiterose prendeu Angela e a usou.

Elliot vê uma mensagem de Darlene, em seu celular, dizendo para ligar a TV imediatamente. A notícia está transmitindo uma nova mensagem em vídeo da fsociety (Darlene de máscara), expondo os membros do Grupo Deus, suas ações hediondas e sua localização.

Posteriormente, Darlene explica a Elliot que seu vídeo era a única maneira que ela conseguiu de capturar o número dos celulares dos membros do grupo Deus. Embora Elliot tenha falado diretamente com Whiterose, ele o fez pelo telefone de Price, o que significa que ele ainda precisa ter acesso às torres de celular próximas para descobrir o número de Whiterose.

  • Crise no paraíso

Whiterose é incapaz de acalmar os membros que a ligaram. Ela pergunta a Price se a saída do Grupo Deus é a sua “grande jogada”. Mas Price está tão no escuro quanto Whiterose.

Ela ordena que seu carro seja trazido para a frente – ela não se importa se a área externa ainda não estiver protegida. A aparente diversão de Price às suas custas está apenas deixando ela irritada.

  • 99 de 100

Tendo sido alertados sobre o vídeo da fsociety, os membros do Grupo Deus chamam seus carros e começam a se dirigir à porta. Com todos os usando os celulares, Darlene tem a oportunidade perfeita para pegar seus números. Ela rapidamente obtém 99 dos 100 números correspondentes às contas bancárias do Chipre Nacional Bank. Todos, exceto Whiterose.

Enquanto Darlene pega os números de celulares, Elliot leva um pouco mais de tempo para ter acesso à torre de celular e, quando consegue, envia a Darlene o arquivo para que ela escaneie todos os números até encontrar o que corresponde a uma conta bancária. Depois disso, ela começa a ativar todas as transferências bancárias.

  • Conta bancária zerada

Whiterose e Price deixam o hotel onde tiveram sua reunião particular. Em seguida, o celular da Whitose explode com várias notificações de “Conta excedida” do CNB. Whiterose é o que diabos é isso e Price responde: “Se é o que eu acho que é, estamos todos sem dinheiro”.

Whiterose parece incrédula. “Onde está meu dinheiro?” “Se foi”, diz Price. “Eu te avisei há muito tempo que prefiro ver você perder do que me vencer. Seu sonho de outro mundo é tão bom quanto morto.”

  • Tudo em pedaços

Assim que o Mr. Robot e Elliot saem do hotel do outro lado da rua, eles vêem Whiterose puxando uma arma e atirando em Phillip. Ela vê Elliot andando pela rua, com capuz. Mr. Robot narra: “E assim, Roma cai. Não há mais Deus Group. Chega de um por cento do um por cento. Não mais controlando cada pedaço de nossas vidas. Chega de brincar de Deus sem permissão. Nós os derrubamos. Todos eles.”

  • Celebração as avessas

É meia-noite, o Natal de 2015 acabou. O FBI chega na residência de Zhang com um mandado.  Whiterose termina de aplicar sua maquiagem. Ela se olha no espelho e cruza as mãos. Ela está vestida com o vestido da mãe.

Ouvimos os agentes do FBI arrombarem a porta da frente da casa dela, seguidos por sons de gritos, coisas sendo esmagadas e tiros à medida que os créditos começam a rolar

410 Gone

Mr. Robot | Resumão da quarta temporada

  • Ressaca

Na manhã seguinte ao dia de Natal, Dom está sentada em sua cama de hospital, se recuperando de uma cirurgia e assistindo às notícias sobre as consequências da do escândalo do Grupo Deus.

O diretor assistente do FBI diz a ela o que vai acontecer agora que ela contou tudo a eles. Ela recebe uma licença administrativa por seis meses enquanto eles verificam os detalhes de sua conta e, até que o Governo libere, ela não pode ver sua família.

Uma foto de Whiterose como o ministro Zhang aparece no noticiário, agora considerado pelas autoridades como o mentor do Dark Army. Isso leva Dom a perceber que, quando o ministro Zhang mostrou a Dom seu armário cheio de vestidos quando ela estava em Pequim, ele estava tentando lhe dizer quem ele realmente era.

Mesmo que Dom não possa ver sua família ou saber onde eles estão, ela foge do hospital para que possa ir para casa.

  • O plano de fuga

As duas primeiras coisas que Dom faz quando chega em casa é mover uma cômoda em frente à porta e tomar um analgésico. O próximo passo é fazer um sanduíche de queijo grelhado enquanto Alexa coloca para tocar músicas de Faith Hill.

Darlene aparece e quer que Dom comece a arrumar suas malas para sair da cidade com ela e Elliot. Eles têm novas identidades, transporte seguro e passagens aéreas. Mas Dom se recusa. Ela tem família e responsabilidades.

Darlene está preocupada que, se Dom ficar, o Exército das Trevas matará outra pessoa com quem ela se preocupa. Dom responde que o FBI está de volta. Mas Darlene ressalta que eles a têm sob investigação – não é a mesma coisa. Darlene finalmente faz com que Dom acorde, esmagando seu dispositivo Alexa no chão

  • Robin Hood

O táxi deixa Dom e Darlene no motel onde Elliot estava examinando os documentos que Price lhe deu na noite anterior. Darlene imediatamente sabe que Elliot não irá junto com elas.

Ele explica que precisa ir a usina de Whiterose, mas que Darlene não pode ir com ele. Para Darlene, isso não é um problema: este foi seu último trabalho. Ela entrega o telefone para ele e pergunta se ele quer fazer as “honras”. Todo o dinheiro foi repassado através de vários scripts de criptografia e contas. Agora que é completamente impossível de rastrear, está pronto para sair. Mas ele diz que, como essa é a vitória dela, ela deve fazê-lo. Eles se abraçam…

  • A volta de Leon

Dom fica chocada quando ela entra no quarto de motel e encontra Leon sentado lá enrolando um baseado. Ele não parece se lembrar dela até que ela recorda o dia horrível que eles se conheceram no celeiro. Dom está enlouquecendo até Leon afirmar: ele não é mais com o Dark Army. Ele é um agente livre ajudando seu amigo Elliot e sua irmã.

Darlene entra e pede desculpas por não ter contado a Dom que Leon está trabalhando com eles agora. Logo as duas estão no carro de Leon, seguindo as estradas de volta ao Aeroporto Logan, em Boston.

Dom olha para o novo passaporte. Diga olá a Jackie Doublehorn, uma confeiteira de Illinois que ama o Hall & Oates.

  • A maior redistribuição de renda da história

Em um banco do lado de fora de um parque movimentado, Darlene decide que é a oportunidade perfeita para concluir a última etapa do hack. Ela começa a executar o script Python e, em segundos, as transferências estão concluídas e todas as carteiras foram atualizadas.

Ela e Dom observam enquanto os telefones de todos que circulam pelo parque começam a tocar com alertas. As pessoas estão exaltadas pelo que vêem nas telas. Dom quer saber o que diabos Darlene acabou de fazer. Bem, todo o dinheiro que Whiterose e seus companheiros roubaram por décadas acabou de ser distribuído igualmente nas carteiras Ecoin de todo mundo.

Dada a insistência da E Corp de que a Ecoin permaneça separada do dólar dos EUA, é impossível para eles reverter a transação. Até Dom recebeu uma nova parcela em sua conta bancária.

Dom está horrorizada. Isso é roubo! Existem leis! Isso não é justiça! Darlene argumenta que as pessoas no poder escreveram as leis para se beneficiarem e apostaram em todos que confiam no sistema. Ela, Elliot e até Dom os detiveram e agora eles têm esse momento – a maior redistribuição de riqueza da história! Na sua opinião, isso é justiça.

  • O Aeroporto

Leon deixa Darlene e “Jackie” no aeroporto de Boston. Ele diz a Darlene que, se ela estiver procurando algo quando voltar, “aventuras ou outros enfeites”, ele terá coisas para ela. Com suas habilidades, ela poderia ser uma chefe. Ela diz que vai pensar sobre isso.

Dentro do aeroporto, Dom entra em uma banca de jornal e vê uma exibição de livros de capa dura chamados “Toalha de Praia”, escritos por … Irving! E então Irving aparece em carne e osso. Dom congela. Agindo como se fossem amigos há muito tempo, Irving autografa uma cópia de seu livro para ela. Ela implora para que ele não machuque Darlene e ela.

Darlene fez uma coisa ruim, diz Irving, mas a palavra é que o Dark Army não se importa mais com elas ou com a família de Dom. “Eles estão focados em algo mais importante.” Quando ela pergunta para onde o Dark Army foi, ele diz que não pode contar. Se eles quisessem chegar a Darlene e Dom, ele saberia disso. Dom diz: “Mas eu vi você massacrando Santiago com um machado quando saiu da linha!” Ele diz: “Sim, isso foi divertido.”

Darlene mal pode acreditar em seus ouvidos quando Dom diz a ela quem ela acabou de encontrar. Dom está aliviada porque agora elas não precisam mais fugir.

Darlene diz: “Não admira que você não consiga dormir. Você se apega muito e firmemente. Se você sair deste aeroporto, voltará à rotina como todo mundo. Estou falando de dar um tempo a si mesma”.

Elas se abraçam e choram. Dom dá a Darlene o número de uma amiga no Comando Cibernético dos EUA para quando ela estiver “pronta para crescer”. Elas se separam.

Quando Darlene está prestes a embarcar no avião, ela sente um ataque de pânico se aproximando. Ela corre pelo corredor até o banheiro, onde se apoia no balcão enquanto hiperventila. Uma mulher pergunta se ela está bem. Depois de manter seu próprio olhar no espelho e respirar fundo várias vezes, Darlene consegue se afastar se acalmar.

Enquanto isso, Dom muda de ideia e volta correndo até o portão e embarca no avião a tempo. Mas o assento ao lado dela está vazio. Ela tem uma última chance de se levantar e desembarcar antes da decolagem, mas se senta e aperta o cinto de segurança. Dom finalmente adormece pela primeira vez em semanas.

411 eXit

  • Whiterose

 Lembra quando os agentes do FBI estavam arrombando a porta da frente enquanto Whiterose estava calmamente aplicando seu batom? Bem, o Dark Army estava pronto para eles com seus fuzis automáticos, derrubando todos eles para que Whiterose pudesse escapar sem colocar uma única gota de sangue na bainha do vestido branco.

  • Washington Township

De volta ao motel, na manhã seguinte ao Natal, Mr. Robot tenta convencer Elliot de que é muito perigoso para ele mexer com a usina de Washington, porque uma falha pode significar um desastre. Mas Elliot já escreveu o malware; tudo o que ele precisa fazer é acessar um terminal em sua rede e conectá-lo.

Mr. Robot avisa que, se Elliot seguir esse caminho, nunca irá parar. Elliot olha para cima e vê Magda e o jovem Elliot. Elliot diz que talvez Mr. Robot deva acompanhá-los porque ele precisa fazer isso sozinho. Magda e o jovem Elliot se juntam a Mr. Robot para assistir Elliot enquanto ele se afasta…

  • De volta ao lar

Quando Elliot chega à Washington Township, o local está assustadoramente vazio e há sinais de pessoas saindo com pressa. Ele entra cautelosamente no que parece ser um escritório recentemente abandonado, encontra um computador que ainda está ligado e conecta o BadUSB ao terminal. Ele completa o script com muita facilidade. Mas então Elliot vê um funcionário da fábrica morto no chão.

Quando Elliot se vira, o Hamburger Man, em seu traje forense branco habitual, está parado (comendo um hambúrguer, é claro) com quatro soldados mascarados do Dark Army segurando rifles de assalto. Ele finalmente fala pela primeira vez e diz: “Ei, você está no lugar errado!”

  • O valor das pessoas

O grupo escolta Elliot. Eles passam por vários funcionários da fábrica (assassinados) e, após caminharem por vários corredores, chegam até uma câmara mal iluminada, com paredes pretas, semelhante àquela em que Angela fez seu teste e que Whiterose mostrou sua ideia de um mundo melhor.

A porta trava atrás dele. Assim que Whiterose entra na sala – em seu vestido branco -, Elliot diz que os itens que ela reuniu, incluindo o computador que Elliot usou quando estava crescendo, o livro que seu pai costumava ler, e até Qwerty; não vai funcionar com ele da maneira como funcionou com a Angela.

Depois de colocar uma caixa sobre a mesa, ela compartilha com Elliot sobre ela não ter nascido da forma deveria ser e sofreu muito como resultado. Ela está cansada da dor que este mundo causa. Sua visão sempre foi acabar com a disfunção e entregar um mundo melhor.

Elliot não está comprando o que ela fala e a acusa de odiar as pessoas. Whiterose ri e basicamente diz: olha quem está falando, Sr. Fsociety! A resposta de Elliot é sim, eu sei, mas aprendi que existem pessoas por aí que te amam, não importa o que aconteça e essa é a diferença: ele não está desistindo deste mundo. “E se você não consegue entender o porquê, falo por todos quando digo que o problema é você”.

  • Toca o alarme!

Nesse momento, o relógio de Whiterose apita e o sistema de alarme da fábrica começa a disparar. Ela explica que sua máquina está puxando toda a energia da planta, o que causará um colapso. É por isso que precisava ser transferida para o Congo.

A “pequena façanha” de Elliot foi instalada tarde demais para impedi-la. Elliot logo verá que todas aquelas vidas que foram perdidas serão encontradas novamente quando o mundo ao seu redor se transformar em um mundo paralelo onde elas deveriam estar o tempo todo.

Ela vai mostrar a ele o que ela mostrou a Angela. Whiterose então tira uma arma da caixa sobre a mesa e aponta para Elliot. “Tudo o que eu sempre quis, Elliot, foi sua crença.” Ela diz a ele que ele “decide”, depois vira a arma na cabeça e puxa o gatilho. Ela cai no chão.

  • Hora de jogar

Elliot ainda está trancado lá dentro enquanto o alarme continua disparando. Mr. Robot aparece e ajuda Elliot a descobrir o código que abre a porta da sala pegando o telefone rotativo azul claro sobre a mesa (código: 0509).

Enquanto Mr. Robot abre a porta, Elliot folheia o livro de Tolstoi e encontra um envelope marcado com “eXit” dentro. Whiterose havia dito que a escolha era dele … então, ele desliza o disquete do envelope para o computador, lançando um jogo de escolha sua própria aventura. Se Elliot fizer as escolhas corretas, ele acredita que pode impedir o colapso.

As coisas começam a explodir fora da sala. Depois de estragar o jogo uma vez, Elliot escolhe a opção “ficar com o amigo” que finalmente silencia o alarme. Mas há outra explosão e, quando Mr. Robot abre a porta novamente, o corredor fica cheio de fumaça e chamas. “É tarde demais, não é?”, Ele diz a Elliot. Eles se sentam, trocam “eu te amo” e depois que Elliot diz que é um momento emocionante no mundo, há outra explosão, seguida pela tela ficando completamente vermelha…

  • Universo paralelo?

Elliot tem móveis bonitos em seu apartamento, uma vida estável e, espere, está prestes a se casar com Angela, que não só ainda está viva, mas também radiante. E Edward Alderson também está vivo e é o melhor amigo de Elliot! (No entanto, Elliot é filho único … o que significa que Darlene não existe).

Elliot é o CEO da Allsafe e irá encontrar o CEO da F Corp: Tyrell – mas uma versão amarrotada de si mesmo usando capuz. Lloyd está de volta! (O mesmo acontece com Ollie, apesar de ainda ser um idiota surdo, infelizmente).

E mais: Whiterose também está viva, conhecida mundialmente como Zi Zhang, a pessoa mais rica do mundo e filantropa do mundo. Que adorável!

Mas hoje, um dia antes de seu casamento, Elliot está com uma dor de cabeça terrível. Ele e seu pai atribuem isso ao nervosismo antes do casamento e, assim, Elliot, felizmente, cuida dos seus negócios, deixando um presente surpresa sentimental para Angela em seu apartamento.

  • A vida dos sonhos

Além de uma conversa franca com Tyrell sobre a melhor coisa de suas vidas também ser a pior, Elliot tem um dia cheio de emoções. Ou seja, até ele voltar para o apartamento e ver alguém que se parece exatamente com ele, mas com um capuz, sentado em frente ao computador. Chocado com o que vê, Elliot normal pergunta a Elliot estranho: “Quem é você?”

412 whoami

Mr. Robot | Resumão da quarta temporada

  • Estou vivo?

Elliot se dirige ao seu “amigo” pela primeira vez em muito tempo. Quando o véu vermelho desaparece, vemos que ele não está morto. Mas tudo é diferente. Não há usina nuclear e o Distrito de Washington parece um lugar brilhante e feliz para se morar. A máquina de Whiterose realmente funcionou? Até a loja de consertos de computadores Mr. Robot está aberta e prosperando na Main Street.

Elliot entra e ouve Edward em uma ligação na sala dos fundos. Ele pega o celular de Edward e vê que é 9 de maio – também conhecido como o que teria sido o dia do golpe Cinco / Nove. Ele larga o telefone e sai correndo da loja.

  • Olá, mundo!

Elliot segue Edward de volta para sua casa, a mesma em que Elliot cresceu. Enquanto Elliot está tentando descobrir quem está lá dentro, uma garota desce a rua e reconhece Elliot. Ele pergunta a ela onde está sua irmã Darlene, mas a garota diz que Elliot não tem uma irmã.

Ele se esconde atrás de uma árvore enquanto Edward entra no carro. Magda sai de casa e diz a Elliot para entrar. Ela fala sobre suas novas cortinas e sobre o almoço.

Elliot se pergunta que, se o passado deles mudou, como ele pode descobrir se tudo o que aconteceu também mudou? Então ele lembra: a janela no quarto dele!

Ele sobe as escadas, mas o que seria a porta do quarto dele é um armário e o quarto “real” está cheio de sinais de uma infância feliz. Ele pergunta a Magda se ele quebrou o braço quando tinha oito anos ou se ela e Edward o machucaram. Não, nunca um osso quebrado em sua vida e, é claro, eles nunca machucariam o filho que amam! Ela atribui suas perguntas inesperadas a ficar nervoso por se casar com Angela amanhã … Angela!

  • Família feliz

Quando ele chega ao apartamento de Angela, Phillip Price e Emily Moss, mãe de Angela, estão lá para cumprimentá-lo. Não apenas eles são casados ​​(e estão vivos), mas também estão prestes a se tornar os novos sogros de Elliot.

Uma colagem de fotos de Angela e Elliot chama sua atenção. Ele já os viu antes, mas não se lembra de ter essas experiências. Algo está errado. Quando o telefone de Emily toca com uma ligação de Elliot Alderson, mesmo estando em pé na frente deles, ele atende o telefone e ouve sua própria voz. Então ele começa a perceber: ele não é o único Elliot. A sala estremece – outro tremor de terremoto – e Elliot usa isso como sua oportunidade de escapar.

  • Ninguém é perfeito

Suas chaves ainda funcionam em seu próprio apartamento, mas o local está decorado de maneira muito diferente de quando ele saiu. Ele tem que descobrir quem é esse cara.

Ele invadiu o computador e não encontrou nada além de fotos de uma versão feliz, bem ajustada e socialmente confortável de si mesmo. Então ele encontra uma partição que contém arquivos ocultos. E lá Elliot encontra desenhos não apenas de si mesmo em toda a sua glória encapuzada, mas também de Darlene, Trenton, Mobley e Romero. Até a Steel Mountain e a Fsociety! “Eu sou … o monstro dele?”, Pergunta-se Elliot.

É quando a versão bacana de Elliot entra e pergunta quem é o Elliot encapuzado, exatamente como fez no final da 411. O Elliot bacana vê que esse estranho em seu apartamento se parece muito com ele. É preciso convencer Elliot bacana a sentar e conversar.

O que são esses desenhos? Elliot explica que, quando está entediado, cria pessoas em sua cabeça, alguém com uma vida mais emocionante, como um super-herói que é engenheiro de segurança cibernética durante o dia e hacker vigilante à noite com um ajudante (Darlene) e um grupo de hackers cujo nome é um dedo do meio para a sociedade. Então, o Elliot bacana percebe que ele está vendo esse Elliot vigilante na sua frente. Mas não, ele não deseja secretamente ser esse cara zangado, triste e solitário que não é normal.

Quando o Elliot encapuzado começa a falar com seu “amigo” em sua cabeça, o outro Elliot pode ouvi-lo. Agora os dois estão pirando. Assim que Elliot se levanta para sair, o Elliot bacana o agarra pelo braço, pedindo que ele fique. É quando acontece outro terremoto. Elliot bacana perde o equilíbrio, bate a cabeça no radiador e cai no chão, sangrando.

  • Se permita ser feliz

O telefone do Elliot bacana toca (que confusão!). É a Angela. O Elliot encapuzado mal pode acreditar.

Sim, ele diz que a ama e sempre amará, mas ele não é quem ela pensa que ele é. Angela pede que ele não pense demais, escolha ser feliz e apareça amanhã para se casar com ela. Depois que ele desliga, o Elliot bacana pede para que o encapuzado chame uma ambulância. Mas Elliot não quer perdê-la novamente… então, ele sufoca o outro Elliot.

Quando ele se levanta com uma mão ensanguentada, ele racionaliza para o seu “amigo” que ele não tinha escolha. Esses terremotos estão acontecendo porque os dois não podem existir juntos neste mundo.

413 Hello, Elliot

  • O que é real, afinal?

Na manhã seguinte, Elliot faz uma limpeza completa, o que significa remover todos os vestígios de sangue, empurrando seu doppelganger em uma caixa da “self storage” e tentando carregá-lo no sofisticado SUV de do outro Elliot (o mesmo que ele estacionou na noite do 5/9).

Mr. Robot aparece e tenta fazer Elliot ver o que está acontecendo. Não, a máquina de Whiterose não funcionou e “você não é ele”. Mas Elliot está determinado a não deixar o Mr. Robot”roubar” esse tiro de felicidade dele. Mr, Robot pergunta: “Quem você acha que é o ladrão aqui?”.

Quando ele está prestes a carregar a caixa no carro, um policial o impede de estacionar em uma pista de incêndio. O oficial não é outro senão Dom. Quando ele lhe entrega sua identificação, ela imediatamente suspeita. O cara que está na frente dela não se parece com o da identificação.

Então, os dois vêem uma mancha de sangue na manga do terno de Elliot – e também sangue vazando da caixa. Ela abre e vê o outro Elliot ali dentro. Ela puxa uma arma. Outro tremor dá a Elliot a chance de correr e fazer sua fuga no metrô. Mr. Robot tenta contar a Elliot o que está acontecendo novamente, mas Elliot não quer ouvir.

  • Não é bem o casamento dos sonhos

Elliot chega a Coney Island e vê convidados sentados para a cerimônia de casamento. Mas, quando ele se aproxima, ele percebe que todos estão usando máscaras da fsociety.

Angela, Price, Emily e os Aldersons não são encontrados. Mr. Robot aparece e devolve a Elliot o seu capuz. Ele explica que a máquina de Whiterose não criou isso. O jogo desativou a máquina, como Elliot pensou que aconteceria, mas este é um mundo que Elliot criou.

Elliot acidentalmente entrou neste mundo uma vez quando estava passando por uma abstinência de morfina (na primeira temporada), e é por isso que parece familiar. Mas, não é algum tipo de sonho. É uma prisão, “um ciclo recursivo” que Elliot construiu um ano atrás para manter “o verdadeiro Elliot” ocupado, para que ele pudesse assumir o controle de tudo.

Elliot ainda acredita que ele é o verdadeiro Elliot Alderson. Mr. Robot diz: “Você é como eu, apenas uma parte dele. E se você não desistir, ele nunca voltará a viver sua própria vida. – Se eu não sou Elliot, quem sou eu? – Elliot pergunta, choroso. Mr. Robot diz que ele já sabe.

  • A Noiva em fuga

Elliot vê Angela em um vestido de noiva no calçadão. Ele a segue até o arcade abandonado da fsociety. Ela diz a ele que ele não é Elliot. Ele é o “mentor” – a mesma cena da primeira temporada. Então, a cena falha e Elliot é forçado a sair do prédio.

Elliot persegue Mr. Robot. Há ainda outra falha e Elliot está no calçadão, mas todo mundo se parece com o Mr. Robot. Então Tyrell está lá com uma arma e atira quando ouve Tyrell dizer: “Bon soir, Elliot.”

Outra falha e de repente é noite e Elliot está suando e grunhindo enquanto tenta rastejar pela areia, mas alguém o puxa pelas pernas e o joga em uma vala grande. Ele ouve a voz de Darlene implorando para que ele acorde.

  • O fator Krista

Mais uma vez, uma falha e Elliot se vê no sofá de Krista – não está ferido. Mas ela não é realmente Krista. Como Elliot confiava tanto em Krista, “os outros” pensaram que seria melhor se ela tentasse explicar a verdade para ele.

Ele quer conversar com Darlene, mas Krista diz que ela está no mundo real tentando acordá-lo. Krista explica que a conexão de Elliot com Darlene é tão forte que ela se tornou seu único elo com a realidade. Por design, ela foi removida dessa fantasia.

“Sem Darlene”, explica Krista, “era sua melhor chance de prendê-lo aqui.” Elliot tenta sair, mas continua sendo forçado a voltar enquanto Krista espera pacientemente. Finalmente, ele se senta para que ela possa explicar o distúrbio dissociativo de identidade de Elliot.

  • Fragmentado

Krista o guia pelas várias personalidades de Elliot.

Mr. Robot – o primeiro, o protetor e o substituto do pai – foi criado quando Elliot pulou pela janela. Mais tarde, ele criou Magda, “a perseguidora, culpando Elliot pelo abuso, insistindo que ele precisava pagar por isso”.

Em seguida, criou “sua própria família”: jovem Elliot, Magda e Mr. Robot. Elliot diz para si mesmo que Krista não deve saber sobre “você” (Amigo), mas agora ela de alguma forma pode ouvir sua voz interior, e ela também sabe tudo sobre eles: “os viajantes que pensam que não fazem parte, apesar de estarem aqui por tudo isso.”

  • O mais novo membro

Mas existe outra personalidade, explica Krista, que surgiu há pouco tempo para proteger o futuro de Elliot e salvar o mundo inteiro. Essa nova personalidade escondeu “ele” em uma fantasia que era um ciclo interminável para mantê-lo seguro até que essa nova personalidade consertasse tudo.

Krista admite que nunca descobriu que não estava conversando com o verdadeiro Elliot. Em vez disso, ela estava conversando com esta versão de Elliot, criada para carregar a verdadeira raiva de Elliot, “o hacker vigilante que Elliot sempre imaginou ser, aquele que buscava vingança, a personalidade que havia conquistado tanto controle que esqueceu .quem realmente era.

Você não é Elliot. Você é o mentor e agora é hora de devolver esse controle ao anfitrião: o verdadeiro Elliot.

Mas, esse Elliot não quer desistir da vida! Outro tremor faz com que o teto caia e depois cortamos para Elliot em uma cama de hospital com alguns cortes na testa.

Darlene está dormindo em uma cadeira até que ele diga o nome dela. Ele agarra a mão dela e pergunta se isso é um sonho. Ela promete que tudo é real – a sociedade, a invasão da E Corp, Five / Nine, ele indo para a prisão, os Cyber ​​Bombings, os dois roubando o Dark Army depois do que fizeram com Angela. Romero, Trenton, Mobley, Shayla … 

Ela diz a ele que ele parou o colapso, mas ainda houve uma explosão, à qual ele sobreviveu porque o quarto em que estava tinha algum tipo de blindagem avançada. Whiterose finalmente se foi, junto com sua máquina. O mundo está seguro novamente.

Quando ele admite que não é o verdadeiro Elliot, Darlene diz que sabe disso desde que voltou e que ele não se lembrava dela quando começaram a fsociety. Mas, ela nunca disse nada porque gostava de como eles estavam juntos, já que se sentia tão culpada por fugir dele quando ele mais precisava dela.

Ela então pergunta se “ele” (o verdadeiro Elliot) está bem e diz que sente falta dele. Ela sai para chamar a enfermeira e ele fecha os olhos.

  • Você sempre será parte dele

Ele se dirige ao “Amigo” novamente, admitindo que nunca lhe deu um nome. Ele era “apenas um cara tentando brincar de Deus sem permissão”. O azul se dissolve, revelando Elliot mentor ao lado de Magda, jovem Elliot e Mr. Robot na mesma sala de conferências com vista para o horizonte de Nova York que já vimos antes.

Magda e jovem Elliot saem da sala, seguidos pelo Mr. Robot. Elliot nos diz que mudar o mundo é realmente estar aqui, apenas aparecendo, não importa como. Como o Mr. Robot disse, sempre faremos parte de Elliot Alderson. “E seremos a melhor parte, porque somos a parte que sempre apareceu, a parte que ficou, a parte que o mudou. E quem não se orgulharia disso?”.

  • Adeus e olá, Elliot

Elliot sai da sala e entra em um corredor envidraçado banhado em luz azul. Ele caminha pelo corredor até uma porta vermelha. Ele olha para nós e diz: “Isso só funciona se você deixar também.”

Ele abre a porta e se junta a Mr. Robot, Magda e jovem Elliot no cinema. O projetor continua atrás deles. A câmera se move para a luz do projetor, que se transforma em um caleidoscópio abstrato de cenas do mundo de Elliot nos últimos meses. Em seguida, a luz do projetor se transforma em um globo ocular cheio de lágrimas.

Ouvimos uma porta se fechar e depois vemos Darlene entrar no quarto do hospital. Ela olha atentamente por um segundo e depois se inclina com um sorriso. “Olá, Elliot”.

Nossa jornada termina por aqui. Foram 4 anos intensos e perfeitos. Obrigada por tudo, Mr. Robot!



Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Comentários